A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
29 pág.
AULA 11 - A atuação da Dermato Funcional na ACNE (1)

Pré-visualização | Página 1 de 1

A Atuação da Dermato-Funcional na Acne e no Envelhecimento
PROFA PAULA MOTA
ACNE
Conceito e Epidemiologia
Doença inflamatória crônica da unidade pilossebácea, composta por uma glândula sebácea bem desenvolvida, com um grande ducto e um pelo rudimentar.
Inicia-se geralmente na adolescência, devido à ação hormonal androgênica, principalmente a testosterona. Freqüência elevada, atingindo 60% das mulheres e 70% dos homens na puberdade. Acomete ambos os sexos. Possui evolução lenta e insidiosa, com períodos de exacerbação.
Etiopatogenia
	São nos folículos sebáceos que se instalam as lesões de acne, cuja patogenia está relacionada a quatro parâmetros importantes:
- Hiperplasia sebácea, com aumento da secreção sebácea (seborréia);
- Hiperqueratinização folicular, com consequente estreitamento e retenção do sebo;
- Colonização do ducto sebáceo por Propionibacterium acnes;
Inflamação.
Atuação de hormônios andrógenos
Objetivos do 
Tratamento da Acne
Queratolítico;
Controle seborréico;
Antiinflamatório;
Analgesia;
Bactericida e bacteriostático;
Diminuição da congestão tecidual;
Tratamento das sequelas de acne (discromias ou cicatrizes hipotróficas).
Conceitos
Pápula: Elevação sólida, palpável e circunscrita da superfície da pele, com aspecto avermelhado e eruptivo, que evolui para descamação, e se apresenta normalmente com menos de 0,5 cm de diâmetro.
Comedão: vulgarmente conhecido como cravo. a) Aberto: acúmulo de células queratinizadas e sebo no acroinfundibulum folicular. A cor enegrecida da lesão é devido à presença de melanina. b) Fechado: a lesão é esbranquiçada, podendo, em algumas situações, ser da cor da pele, semelhante ao milium. É mais visualizada quando a pele é distendida.
Conceitos
Nódulo ou tubérculo: Lesão sólida de pequeno tamanho que, à palpação, percebe-se como uma massa firme. Tem mais volume que uma pápula. 
Pústula: Lesão elevada de até 0,5 cm de diâmetro, contendo além do soro, bactérias e anticorpos em seu interior. Dividem-se em pústulas foliculares e não foliculares. As pústulas foliculares são originadas pela aparição de um pêlo no centro da pústula podendo ser por uma afecção do folículo pilosebáceo por causa de uma infecção microbiana (foliculite) ou por uma alteração da queratinização (acne). As pústulas não foliculares (impetigo) são dermatoses infecciosas caracterizadas pela aparição de vesículopústulas isoladas ou aglomeradas que secam e formam crostas amareladas que caem sem deixar cicatrizes.
Conceitos
Abscesso: Coleção purulenta, proeminente e circunscrita com mais de 0,5 cm de diâmetro, localizado na região dermo-hipodérmica ou subcutânea. Ex.: Furúnculo
Classificação da Acne
 
I - Acne comedônica: 
Comedões abertos, comedões fechados, algumas pápulas, raras pústulas 
II- Acne pápulo-pustulosa:
comedões abertos, comedões fechados, pápulas e pústulas frequentes
Classificação da Acne
III- Acne nódulo-cística:
comedões abertos, comedões fechados, pápulas e pústulas freqüentes, além de nódulos e cistos
IV- Acne conglobata:
comedões abertos, comedões fechados, pápulas, pústulas, nódulos, cistos e abcessos múltiplos comunicantes
V- Acne fulminans:
sintomas gerais: febre, leucocitose, poliartralgia
  
Grau I
Grau II
Grau III
Grau IV
Grau V
Acne fulminans
TRATAMENTOS
Limpeza de Pele;
Peelings físicos e químicos;
Eletroterapia (desincruste, alta-frequência, microcorrentes).
ACNE DA MULHER ADULTA
Observada em 54% das mulheres na idade adulta
Acne persistente ou de início tardio
Predomínio de pápulas e pústulas com poucos comedos ou ausência deles
Importantes conseqüências psicológicas  
Fisiopatologia 
Glândulas sebáceas hipersensíveis a níveis hormonais normais
Níveis aumentados de andrógenos circulantes
Desordem sensível às alterações hormonais do ciclo menstrual
 Estímulo androgênico das glândulas sebáceas