DENTE E ESTRUTURAS ANEXAS - RADIO
3 pág.

DENTE E ESTRUTURAS ANEXAS - RADIO


DisciplinaRadiologia4.989 materiais48.500 seguidores
Pré-visualização1 página
NOÇÕES DE RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA
 DENTE E ESTRUTURAS ANEXAS
ESMALTE: radiopaco. Recobre toda a porção coronária da dentina. Ao observá-lo de acordo com a sua integridade podemos diagnosticar lesões de Cárie. 
DENTINA: compõe a maior parte do dente, presente na porção coronária e radicular. Menos radiopaca que o esmalte e cortical alveolar. 
CEMENTO: recobre a porção radicular, apresenta uma camada muito fina. Não pode ser diferenciado radiograficamente da dentina. 
CÂMARA PULPAR E CANAL RADICULAR: é radiolúcida, espaço onde se encontra a polpa dentária. 
ESPAÇO DO LIGAMENTO PERIODONTAL: espaço entre o dente e o alvéolo. O ligamento periodontal não pode ser observado por ser constituído de colágeno. (Radiolúcida) importante para o diagnóstico de lesões periodontais periapicais. 
CORTICAL ALVEOLAR: é uma fina camada de osso que circunda a raiz do dente. Linha radiopaca situada próximo ao espaço do ligamento periodontal. Importante para o diagnóstico de lesões periodontais periapicais.
CRISTA ÓSSEA ALVEOLAR: porção mais superior do processo alveolar, está localizada entre as cervicais do dente. É radiopaca, importante para o diagnóstico de lesões periodontais, pois indica perda óssea. 
OSSO ALVEOLAR: circunda as raízes dos dentes, também é chamado de osso trabecular. Composto de finas trabéculas ósseas (radiopacas) + espaços medulares (radiolúcido). 
CANAIS NUTRIENTES: transportam o feixe vasculonervoso. Apresentam-se como linhas radiolúcida bem delimitada, podem ser visualizas na região de incisivos inferiores e molares superiores. 
PAPILA DENTÁRIA: por se tratar de um tecido mole, não é possível vizualizá-la em radiografias. Sua presença absorve impactos leves sofridos pelos dentes e protege as estruturas subjacentes. Quando ausente ou alterada, podem ocorrer os black spaces ou triângulos negros. Estes são vãos interdentais, que podem causar tremendo desconforto e problemas fonéticos no paciente. Além disso, pode haver comprometimento da saúde dos tecidos periodontais e, consequentemente, diastemas. Localiza-se subjacente a crista óssea alveolar (imagem 2). Importante para o diagnóstico de lesões periodontais, pois indica perda óssea.
.
FOLÍCULO PERICORONÁRIO: espaço radiolúcido encontrado entre a coroa de um dente incluso e o osso circunjacente.