A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Prova Final Morfologia

Pré-visualização | Página 1 de 3

Disciplina:
	Morfologia Aplicada às Línguas Orais e Língua de Sinais (LBR100)
	Avaliação:
	Avaliação Final (Objetiva) - Individual Semipresencial ( Cod.:638860) ( peso.:3,00)
	
	
	Nota da Prova:
	10,00
	
	
Legenda:  Resposta Certa   Sua Resposta Errada  
Parte superior do formulário
	1.
	Os morfemas variam conforme sua classificação que pode ser no aspecto funcional, quando se aborda a função que determinados elementos representam inseridos no vocábulo. Nesse sentido, há o radical, afixos, vogal temática e as desinências. Contudo, 
os morfemas são classificados no sentido significante, no aspecto fônico, o que permite apresentar outras características morfológicas. Assim sendo, nessa categoria há os morfemas aditivos, substantivos, alternativos, reduplicativos, de posição e zero. Sobre as características que envolvem o conceito do morfema alternativo, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas:
I- Ocorre na mudança da estrutura fônica da raiz, onde há mudança da qualidade ou quantidade de vogais, consoantes, acento ou tom. Em vista disso, se encontra presente nas línguas flexivas como a apofonia e metafonia, enquanto que os processos de alternância de vogais aparecem no interior de uma raiz.
PORQUE
II- Por meio da reduplicação, o conjunto de significados é ilimitado, o que incide na formação de nomes de modo geral que indicam a pluralidade, nas formas diminutivas ou aumentativas. Nos verbos, aponta para as diferenças nos aspectos perfeito e imperfeito, que representam um estado. 
Assinale a alternativa CORRETA:
FONTE: KENDI, W. Morfemas do português. Editora Ática: São Paulo, 1990.
	 a)
	A primeira asserção é uma proposição verdadeira, e a segunda, uma proposição falsa.
	 b)
	As duas asserções são proposições verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da primeira.
	 c)
	As duas asserções são proposições verdadeiras, mas a segunda não é uma justificativa correta da primeira.
	 d)
	A primeira asserção é uma proposição falsa, e a segunda, uma proposição verdadeira.
	2.
	Segundo Basilio (2004), o léxico categoriza as coisas de que se pretende comunicar e fornece as unidades de designação, que seriam as palavras utilizadas na construção dos enunciados. Assim, a expansão lexical ocorre por meio dos processos de formação de palavras, enquanto as fórmulas padronizam a construção de novas palavras com base no existente. Sobre as características que classificam os sufixos segundo sua função na formação de palavras, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) A formação de substantivos a partir de outros substantivos seria por meio de sufixos aumentativos e diminutivos que elaboram os coletivos, agentes e outros.
(    ) A formação de substantivos a partir de adjetivos apresenta um sentido de propriedade, qualidade ou estado, que geralmente designa adjetivos abstratos.
(    ) A formação de substantivos a partir de verbos que em geral são classificados como abstratos de ação ou resultados de sufixos, conservam o significado da base verbal.
(    ) A formação de adjetivos a partir de substantivos ou outros adjetivos não apresentam sentido com relação a algo, com bases conectadas a nomes de lugares.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
FONTE: BASILIO, M. Formação e classes de palavras no português do Brasil. São Paulo: Contexto, 2004.
	 a)
	V - V - V - F.
	 b)
	V - F - F - V.
	 c)
	V - F - V - F.
	 d)
	F - V - F - V.
	3.
	Para Silva (2005), a evolução de uma língua ocorre segundo as mudanças que sofre de forma natural, como algo próprio das línguas vivas, que em caso de não ocorrer a língua morrerá, ou ficará estagnada. A língua viva configura a usada no cotidiano para que os indivíduos consigam se comunicar e, dessa forma, a língua poderá se modificar de acordo com o tempo, sofrendo o processo diacrônico. Sobre as características que classificam o empréstimo linguístico que ocorre nas línguas de sinais, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) No contexto social de contato entre uma língua oral e a língua de sinais pode ocorrer qualquer empréstimo devido à natureza estritamente visual, devido à cópia fonoarticulatória da sílaba tônica da palavra na língua oral manifestada visualmente. 
(    ) Os empréstimos linguísticos variam conforme a proximidade geográfica entre os indivíduos que se encontram em interação e acabam adquirindo novos termos, exclusivamente pelo contato da forma escrita. 
(    ) Os empréstimos linguísticos para a língua de sinais advém tanto a partir de uma língua de mesma modalidade como a visuo-espacial, assim como a partir de uma língua de outra modalidade oral-auditiva.
(    ) A proximidade geográfica entre os falantes de línguas de sinais e de língua oral denotam um significativo empréstimo no número de termos a uma língua de sinais, mesmo possuindo diferenças na modalidade entre ambas. 
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
FONTE: SILVA, L. A. (org). A língua que falamos - Português: história, variação e discurso. Editora Globo: Porto Alegre, 2005.
	 a)
	V - F - F - V.
	 b)
	F - V - F - F.
	 c)
	F - V - V - V.
	 d)
	V - F - V - V.
	4.
	A polissemia nas línguas orais apresenta cinco maneiras distintas de ocorrência, sendo quatro de origem nativa e uma apresenta a influência de uma língua estrangeira. Sobre as características que envolvem à influência estrangeira na polissemia, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) As palavras apresentam som semelhante e mínima diferença em seu significado, retratando bases psicológicas. 
(    ) Uma língua poderá influenciar em outra língua na mudança de significado de uma palavra já existente.
(    ) O sentido importado de uma determinada língua abolirá completamente o significado do antigo.
(    ) A mudança configurando como empréstimo semântico resultará em uma circulação nacional ampla. 
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	F - V - V - V.
	 b)
	V - V - F - V.
	 c)
	V - V - V - F.
	 d)
	F - F - V - V.
	5.
	O sistema de classificadores estrutura o léxico nativo da Libras e compõem o processo morfológico da formação lexical. Assim, a modalidade espaço-visual influencia a formação de classificadores, que são compostos por tipos com características específicas. Sobre as características que envolvem os tipos de classificadores em Libras, associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- CL-D Descritivo.
II- CL- ESP Especificador.
(    ) Utilizado para especificar a textura dos objetos ou corpo de uma pessoa ou animal, o que inclui o seu estado em movimento.
(    ) Usado para descrever o tamanho e a forma de um objeto ou corpo de uma pessoa ou animal.
(    ) Realizados com ambas as mãos para sinalizar formas simétricas ou assimétricas na descrição de algo. 
(    ) Usado após o CL-D com a função complementar, sendo que primeiro o falante descreve a forma e depois o detalha com características.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	I - II - II - I.
	 b)
	II - I - II - I.
	 c)
	I - II - I - II.
	 d)
	II - I - I - II.
	6.
	Para Fiorin (2005), a divisão temporal não se relaciona ao espaço cronológico, mas à forma como o falante sente um determinado acontecimento, sendo que o passado e o futuro retratam a percepção de quem fala e o presente é o único tempo da realidade. Assim, em Libras, os verbos podem variar conforme a concordância, apresentando verbos em que não há marca de concordância e os em que há marca de concordância. Sobre as características que identificam os verbos que possuem concordância com a localização em Libras, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas:
I- Iniciam ou terminam em determinado lugar referente ao lugar de uma pessoa, animal, veículo ou coisa. Sendo que o ponto de articulação marca a localização e para alguns podem conter classificadores com duas marcas de concordância.
PORQUE 
II- São verbos que permanecem no infinitivo, numa forma neutra