A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
28 pág.
natação

Pré-visualização | Página 6 de 8

descendente mais propulsiva.
	
	
	Saída.
	
	
	Respiração.
	
Explicação:
A virada de ambos os nados é feita através do rolamento do corpo a partir da posição de decúbito ventral.
	
	
	
	 
		
	
		2.
		Nos outros três nados competitivos (crawl, peito e borboleta) a saída é realizada em cima do bloco de partida. Entretanto, o nado costas possui como particularidade a saída dentro da água. Assinale o item correto sobre os passos da saída do nado costas:
	
	
	
	Posição preparatória → deslizamento e pernada do golfinho → impulso contra a parede → vôo → entrada na água → deslizamento e pernada do golfinho → saída para o nado.
	
	
	Posição preparatória → deslizamento e pernada do golfinho → vôo → saída para o nado.
	
	
	Posição preparatória → deslizamento e pernada do golfinho → vôo → entrada na água → impulso contra a parede → saída para o nado.
	
	
	Posição preparatória → impulso contra a parede → vôo → entrada na água → deslizamento e pernada do golfinho → saída para o nado.
	
	
	Posição preparatória → vôo → impulso contra a parede → entrada na água → deslizamento e pernada do golfinho → saída para o nado.
	
Explicação:
Após adotar a posição recomendada de frente para o bloco de saída, há o impulso contra a parede, a fase de voo, a entrada na água submergindo e executando golfinhadas até no máximo 15 metros.
	
	
	
	 
		
	
		3.
		Os nados crawl e costas apresentam muitas características semelhantes entre si. Marque abaixo a opção que não é comum as esses dois nados durante a realização da pernada.
	
	
	
	Pernada com pequena flexão de joelhos.
	
	
	Golfinhada submersa até 15m após a saída e virada.
	
	
	Movimento vertical, para cima e para baixo, ascendente e descendente
	
	
	Abertura de pernas com amplitude de uma passada normal.
	
	
	Pernada com os pés em dorsiflexão.
	
Explicação:
As pernadas desses nados são realizadas com os tornozelos em flexão plantar.
	
	
	
	 
		
	
		4.
		Marque a opção que apresenta um elemento correto para a técnica do nado de costas:
	
	
	
	Quadril afundado
	
	
	Joelhos hiperflexionados
	
	
	Olhar para o pé
	
	
	Tornozelos em dorsiflexão
	
	
	Cabeça relaxada
	
Explicação:
A técnica de nadar o estilo costas com um braço permite aos nadadores serem mais conscientes de sua posição na água e do movimento da braçada. As características que distinguem os bons nadadores do estilo são a redução da resistência hidrodinâmica e o aumento da propulsão em cada braçada.
	
	
	
	 
		
	
		5.
		Um dos grandes nadadores do século passado que inovou a técnica do nado de costas com as golfinhadas submersas foi:
	
	
	
	Johnny Weissmuller
	
	
	David Berkoff
	
	
	Joe Bernal
	
	
	Harry Hebner
	
	
	Adolf Kiefner
	
Explicação:
Como visto na aula do nado de costas, o nadador trouxe inovações importantes.
	
	
	
	 
		
	
		6.
		Na análise técnica dos nados são considerados diversos elementos, incluindo a posição do corpo. A esse respeito, analise as proposições a seguir e a relação entre elas.
I. Há indicações na literatura sobre o alinhamento corporal lateral adequado
PORQUE
II. O alinhamento corporal lateral é importante na amplitude das braçadas. 
	
	
	
	As duas proposições são falsas.
	
	
	A proposição I é verdadeira e a II é falsa.
	
	
	As duas asserções são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I.
	
	
	As duas asserções são proposições verdadeiras e a II justifica a I.
	
	
	A proposição I é falsa e a II é verdadeira.
	
Explicação:
Para maior amplitude nos nados alternado (crawl e costas) haverá uma pequena rotação do tronco, conhecida como rolamento dos ombros na natação.
	
	
	
	 
		
	
		7.
		Indique uma característica do nado de costas que foi apontada por Guts-Muths como positiva para o ensino do nado:
	
	
	
	A rotação dos ombros
	
	
	O alinhamento horizontal e lateral
	
	
	A braçada pouco profunda
	
	
	O rosto sem contato com a água
	
	
	As pernadas superficiais e para os lados
	
Explicação:
O estilo livre e costas são nados mais dinâmicos e exigem contração isométrica contínua da musculatura do tronco para manutenção da postura na superfície da água e melhor propulsão, assim como a facilitação dos movimentos alternados dos braços. (SECCHI, 2010) et al.
		1.
		Até sua regulamentação na década de 1950, via-se elementos do nado borboleta nas provas do nado de peito. Marque a opção que indica corretamente um elemento praticado entre as décadas de 1930 e 1950:
	
	
	
	Golfinhadas com braçadas de crawl
	
	
	Braçada de borboleta com pernada do peito
	
	
	Braçada de borboleta com pernada de crawl
	
	
	Braçada de borboleta com respiração lateral
	
	
	Golfinhadas com braçadas do peito
	
Explicação:
ciclo completo do nado borboleta é composto por uma braçada e duas pernadas, assim, de modo teórico (nem todos os nadadores executam os movimentos nos tempos descritos a seguir), quando os braços entram na água (início do ciclo), ocorre uma primeira fase descendente da pernada, enquanto o nadador executa a fase submersa da braçada, ocorre a primeira fase ascendente da pernada, quando há finalização da braçada, imediatamente antes das mãos saírem da água, ocorre a segunda fase descendente da pernada e, por fim, enquanto os braços são recuperados, ocorre a segunda fase ascendente da pernada (BARBOSA, 2002; 2004).
	
	
	
	 
		
	
		2.
		Analise as afirmações sobre a técnica do nado borboleta e marque a opção correta:
I. O nado é realizado em decúbito dorsal
II. Os movimentos de braços e pernas são simultâneos
III. A respiração é obrigatoriamente para um dos lados
	
	
	
	Não há afirmações corretas.
	
	
	Somente a I está correta.
	
	
	Todas as afirmações estão corretas.
	
	
	Somente a II está correta.
	
	
	Somente a III está correta.
	
Explicação:
O nado é realizado em decúbito ventral;
A respiração geralmente é frontal, mas pode ser lateral (alguns atletas usam em competições).
	
	
	
	 
		
	
		3.
		Marque a opção que apresenta um elemento correto para a técnica do nado de borboleta:
	
	
	
	Tornozelos em dorsiflexão nos movimentos das pernadas.
	
	
	Ondulações realizadas com os joelhos flexionados excessivamente.
	
	
	Ondulações realizadas exclusivamente pela articulação do quadril.
	
	
	Mãos afastadas na largura dos ombros para entrar na água.
	
	
	A coordenação correta requer três pernadas para cada ciclo de braçadas.
	
Explicação:
O nado borboleta é considerado uma técnica simultânea, quanto à ação dos membros superiores e membros inferiores, e uma técnica descontínua em relação às ações propulsivas de braços e pernas (BARBOSA, 2004).
	
	
	
	 
		
	
		4.
		Sobre a evolução histórica do nado borboleta, marque a opção INCORRETA:
 
	
	
	
	O nado borboleta evoluiu do nado de peito a partir da década de 1930.
	
	
	Em 1953 a FINA reconheceu o nado borboleta como o quarto estilo de natação.
	
	
	Em meados dos anos 50 o húngaro Gyorgy Tumpek fez a pernada simultânea com um movimento ondulatório de todo o corpo.
	
	
	Foi somente em 1952 que a FINA separou os nados de peito e borboleta.
	
	
	Somente na década de 1980 esse nado passa a incorporar o programa de provas dos Jogos Olímpicos em 4 distâncias diferentes.
	
Explicação:
O nado borboleta é incluído no programa dos Jogos Olímpicos a partir de 1956.
	
	
	
	 
		
	
		5.
		A coordenação dos nados é muito importante para a eficiência final. A esse respeito, avalie as asserções a seguir e a relação entre elas.
I. São recomendadas duas pernadas a cada ciclo de braçadas
PORQUE
II. A segunda pernada para baixo deve ser feita com mais força do que a primeira na propulsão. 
	
	
	
	As duas asserções são proposições verdadeiras, mas a II não justifica a I.
	
	
	A asserção I é uma proposição falsa e a II é uma proposição verdadeira.
	
	
	A asserção I é uma proposição verdadeira e a II é uma proposição falsa.
	
	
	As duas