Você conhece alguma pessoa surda ou já ouviu casos sobre essa deficiência
2 pág.

Você conhece alguma pessoa surda ou já ouviu casos sobre essa deficiência


DisciplinaLibras22.473 materiais168.739 seguidores
Pré-visualização1 página
Avaliação 1 
Você conhece alguma pessoa surda ou já ouviu casos sobre 
essa deficiência? 
 
Fala sobre deficiência auditiva e surdez, ainda é, mesmo com uma ampla 
experiência algo anormal. Durante meus 28 anos bem vividos, infelizmente, 
foram poucas as ocasiões em que tive contato com pessoas surdas ou 
deficientes auditivas. 
Em 2014 exercia a função de Consultor de Vendas na LG e minhas atividades 
eram em lojas parceiras, como Casas Bahia, Insinuante e Ricardo Eletro. Foi 
durante esse período que conheci pessoas surdas e por menor que seja a 
coincidência, ambas eram prestadoras de serviços de limpeza: ele na Ricardo 
Eletro e ela na Insinuante. Após fazer uma análise sobre o tempo que estive nas 
lojas pude perceber o tão grande ainda são os mitos sobre surdos, uma vez que, 
eu mesmo achava impossível compreender e me comunicar com ambos. 
Já conhecia um pouco sobre o tema, mas nada muito aprofundado, estava 
iniciando minha carreira em negócios, e alguns temas ainda eram superficiais. A 
experiência que adquiri me levou a uma jornada de perguntas após as aulas 
interativas: Por que serventes? Por que apenas vagas básicas para PcD? 
Lembro-me vagamente que a escola na qual realizei meu ensino fundamental, 
pouco após minha conclusão, havia fechado as portas para dar espaço a uma 
escola de surdos e deficientes visuais e auditivos. Então comecei a me 
questionar sobre as oportunidades para surdos no Brasil. 
A Gallaudet University é voltada para a educação para surdos, localizada em 
Washington DC (EUA) e foi a primeira escola voltada para a educação avançada 
dos surdos, e ainda é a única universidade do mundo em que todos os cursos e 
serviços são projetados para atender especificamente os surdos e deficientes 
auditivos e conta com o apoio do congresso. Quando projetamos essa realidade 
para o Brasil, onde 10 é ótimo e 0 é péssimo, surdos e deficientes auditivos tem 
uma escala de 3. 
Mesmo com o Decreto nº 5.626, de 22 de dezembro de 2005 que também 
regulamenta a inserção de aulas de Libras no currículo dos cursos de formação 
de professores em universidades públicas e particulares, a inclusão de surdos 
em universidade ainda é baixa, principalmente se projetada com matrículas 
feitas no ensino fundamental e médio. As barreiras enfrentadas são 
desestimulantes, o que causa os resultados. 
O descaso surdos e portadores de deficiência auditiva chega a ser tão grande 
que poucas universidades oferecem curso em Libra, que é obrigatório por lei. 
Ainda é superficial falar sobre oportunidades para surdos, porém o mercado 
oferece vagas de destaque, porém o sistema educacional brasileiro não qualifica 
surdos para ocupar essas vagas. 
Avaliação 1 
É necessário atualizar os programas existentes, com levantamento das 
dificuldades encontradas para uma qualificação profissional de surdos e 
treinamento para gestores, administradores e recursos humanos para aumento 
da acessibilidade desses cidadãos no mercado de trabalho.