A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
SLIDE 2 LUDICIDADE E EDUCAÇÃO

Pré-visualização | Página 1 de 2

06/05/2019
Ludicidade e Educação
TA 2
Ludicidade e Indústria cultural
Resumo
Unidade de Ensino: 2
Competência da 
Unidade de Ensino: 
Conhecer a ludicidade como cultura lúdica que 
ultrapassa a infância e possui diferentes formas de 
representações ao longo do processo de 
desenvolvimento humano.
Resumo:
Esta unidade analisa a relação de implicação entre 
ludicidade, indústria cultural e desenvolvimento 
humano. Compreender a influencia da indústria 
cultural no brincar e trabalhar, ludicidade e 
corporeidade, ludicidade e regionalidade, 
ludicidade, expressão de gênero e papéis sociais.
Palavras-chave: Ludicidade, Corporeidade; Gênero; Regionalidade; 
Indústria de consumo.
Título da teleaula: Ludicidade e Indústria Cultural
Teleaula: 02
 Na sociedade de consumo os estímulos às crianças são os mais variados para
produzirem e atingir o máximo de seu potencial
 O ócio ou tempo de parar um pouco muitas vezes não tem lugar.
 Ludicidade: desejo de consumo desmedido de adquirir brinquedos e jogos.
 Qual a relação entre as apropriações pela sociedade de consumo atual e a
expressão lúdica?
Convite ao estudo
VA Caminho de Aprendizagem
http://pvbps-sambavideos.akamaized.net/account/182/78/2015-10-
28/video/ad0141eaa0defb145a6bd86301f2d4ab/Ludicidade_e_educa
AAo_02_VA.mp4
4:10 MIN
Capitalismo: Com a industrialização e os modos de produção capitalista 
cria-se um sistema de vida caracterizado por uma indústria “cultural”, que, 
diante de um mundo globalizado, homogeneíza tudo: valores, modelos, 
pensamentos, desejos, motivações, tempo, espaço e ludicidade. 
Indústria cultural e decorrências na expressão lúdica.
Conhecimentos prévios
http://www.saude.br/index.php/articles/116-
psicologia/454-consumismo-infantil-brinquedos-
criancas-e-a-relacao-que-os-permeiam
https://www.angieoralcare.com/blog/os-brinquedos-atuais-mais-
vendidos/
06/05/2019
 Alice(5 anos) em avaliação psicológica: não consegue manter sua atenção. 
 A psicóloga lhe oferece uma boneca.
 Alice coloca sua boneca numa cadeira e diz: -“filha, fica aí que vou pegar 
sua papinha e já volto”. No caminho inicia várias atividades ao mesmo 
tempo e Alice (representando a mãe) diz: “Ai meu Deus, o que eu estava 
fazendo mesmo? 
Pensando a aula: situação geradora de aprendizagem
Disponível em: 
https://gustavorochacom.files.wordpress.com/2012/04/semprefacomilcoisasaome
smotempo.jpeg Acesso 31 jan.2019.
Cápsula 1 “Iniciando o estudo”
Seção 1- Ludicidade, Trabalho e Indústria Cultural
- A indústria cultural atingiu as expressões da atividade lúdica infantil?
Situação-Problema 1
Disponível em: http://blogstacausa.com.br/2019/01/09/organizacao-colombiana-
adapta-brinquedos-para-promover-a-inclusao/Acesso 31 jan.2019.
 A sociedade vive uma vida, na qual tudo deve ser rápido, momentâneo e 
descartável. Uma sociedade líquida, no sentido de que nada mais tem uma 
estabilidade, tudo é fluido, com tempo próprio(o tempo deixou de ser o 
tempo do sujeito para ser o tempo da velocidade máxima global), produção 
máxima e busca pela felicidade por meio do consumo: é preciso “ter”.
 A atividade lúdica: prazer e diversão, alegria. 
 As crianças começam a brincar e a jogar, mas se 
demandar muito esforço elas não querem mais.
(BAUMAN, 2000)
Problematizando a Situação-Problema 1
Crianças com agendas lotadas de atividades para serem estimuladas. 
Crianças trabalhando para ajudar a família
Problematizando a Situação-Problema 1
Disponível em: http://www.estrategiaods.org.br/iv-conferencia-mundial-sobre-
erradicacao-sustentavel-do-trabalho-infantil-sera-realizada-em-novembro-na-
argentina/ Acesso 31 jan.2019.
Crianças trabalho e brincadeira
-A rua e a brincadeira: Na rua a cça desenvolve habilidades como alto grau de 
atenção enquanto trabalha com objetos: rodando calotas, malabarismo com 
bolinhas, cesto de palha,etc. (Santos, 2004)
-O corte de cana e a brincadeira: uma prontidão para as 
brincadeiras de esconde-esconde. (Silva, 2002)
-Trabalhos domésticos e brincadeira: Jogos de papéis.
Problematizando a Situação-Problema 1
06/05/2019
A indústria cultural atingiu as expressões da atividade lúdica infantil?
- A brincadeira infantil reflete o mundo atual e tanto adulto quanto a criança 
foram envolvidos num mundo de muitas ações rápidas e momentâneas. 
- A criança é assistida pelo adulto para trabalhar ou estudar. A sociedade 
incluindo-a em atividades incessantes do mundo capitalista.(LEITE, 2002)
Resolvendo a Situação-Problema 1
Disponível em: https://br.depositphotos.com/152682022/stock-photo-
busy-schedule-colorful-pins-on.html. Acesso: 30/03/2019.
Alice possibilita reflexões sobre como estamos relacionando com as crianças. 
Alicia Fernandez: a sociedade hipercinética( de muitos estímulos) medicaliza
aquilo que ela mesma produz.
Devemos cuidar para não silenciarmos a expressão lúdica na vida infantil 
quando retiramos da criança o tempo de brincar. 
Resolvendo a Situação-Problema 1
Disponivel em: http://bercoeletrico.com.br/2018/11/08/como-orientar-os-estimulos-e-
processos-criativos-nas-criancas/ . Acesso 30/03/2019.
Cápsula 2 “Participando da aula”
Seção 2 –Ludicidade e corporeidade
Os brinquedos articulam um sistema de significados produzidos, importa-nos 
conhecer quais significados carregam consigo. No caso das formas, roupas e 
estética do corpo das bonecas, o que temos construído nas representações e 
no imaginário de nossas crianças sobre o corpo que devemos ter?
Situação-Problema 2
Disponível em: http://www.cartaeducacao.com.br/reportagens/as-bonecas-
refletem-a-diversidade/ Acesso 31 jan.2019.
 O corpo na indústria cultural é um lugar de inscrição da cultura, trata-se de 
um lugar que revela toda a “dinâmica de elaboração de códigos, técnicas, 
pedagogias, arquiteturas e instrumentos desenvolvidos para submetê-lo a 
normas”. (ZARANKIN, 2004, p. 25)
 As preferências das formas (magra, gorda etc.) não são meras características 
de um corpo biológico; MAS construções sociais e 
históricas, que irão aparecer também no brinquedo
que tem corpo. 
Problematizando a Situação-Problema 2
- Meninos: enquanto brincam demonstram interesse principalmente pelo 
poder, prestígio e controle. Década 1970, febre entre os meninos com boneco 
“Falcon”, representando força e poder.
-Meninas: o que importa nas bonecas é “a imagem do corpo, as vestimentas, a 
beleza como também atividades domésticas, pelo papel da mãe [...] as 
meninas valorizam o ‘ser’ e o ‘ter’.
(BROUGÈRE, 2004, p. 297).
Problematizando a Situação-Problema 2
Disponível em: 
https://br.pinterest.com/pin/66850375696972259/?lp=true Acesso 31 
jan.2019.
06/05/2019
Se, de um lado, a representação de um corpo perfeito demarca as bonecas, 
também temos visto o contrário. Motivadas pela indústria do consumo, 
marcas de bonecas apresentam nova estética corporal para incentivar a 
inclusão: boneca com bengala, cadeirante, cega etc.
Problematizando a Situação-Problema 2
Disponivel em: http://conexaoplaneta.com.br/blog/as-bonecas-
da-inclusao/Acesso 31 jan.2019.
Sobre as formas, roupas e estética do corpo das bonecas, o que temos 
construído nas representações e imaginário das crianças sobre o corpo ideal?
 A indústria do consumo encontrou no brinquedo uma forma em potencial 
de atingir seus objetivos e tem feito uso de estímulos aos desejos da criança 
para chegar até o adulto mediante a descoberta do fascínio que essa fase 
(ser criança) lhes proporciona. 
 Manter uma análise crítica sobre isso e ajudar as 
crianças nessa reflexão seja na hora de comprar um 
brinquedo ou até no modo como ela utiliza o brinquedo. 
Resolvendo a Situação-Problema 2
Cápsula 3 “Participando da aula”
Ludicidade e Regionalidade
 Por que algumas brincadeiras regionais resistem ao tempo e aos efeitos da 
indústria cultural?
Situação-Problema 3
Disponivel em: 
https://www.google.com/search?q=brincadeiras+regionais&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwi_xveck
KzhAhVAD7kGHS8lBfsQ_AUIDigB&biw=1366&bih=657#imgdii=rEYC4S9CHqSeQM:&imgrc=_EgIptq42o712M:
Acesso: 31/03/2019