A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
23 pág.
Kami Export - DIR3AN_Agente Público

Pré-visualização | Página 1 de 2

Direito 
Administrativo
Prof. Carolina Dalla Pacce
Reputa-se agente público, para os efeitos deste artigo, quem exerce, ainda
que transitoriamente ou sem remuneração, por eleição, nomeação,
designação, contratação ou qualquer outra forma de investidura ou vínculo,
mandato, cargo, emprego ou função nos órgãos ou entidades da
administração pública direta, indireta ou fundacional.
art. 73, §1º 
Lei nº 9.504/1997 (Lei das eleições) 
CONCEITO DE AGENTE PÚBLICO 
permanentemente ou transitoriamente 
com ou sem remuneração
eleição, nomeação, designação, contratação ou qualquer outra forma
de investidura ou vínculo
mandato, cargo, emprego ou função
órgãos ou entidades da administração pública direta, indireta ou
fundacional
CARGOS / EMPREGOS / FUNÇÕES
1) CARGO PÚBLICO
Lei nº 8.112/90 (Estatuto do servidor público federal)
Art. 3o Cargo público é o conjunto de atribuições e responsabilidades previstas na estrutura
organizacional que devem ser cometidas a um servidor.
Parágrafo único. Os cargos públicos, acessíveis a todos os brasileiros, são criados por lei,
com denominação própria e vencimento pago pelos cofres públicos, para provimento em
caráter efetivo ou em comissão.
CARGOS / EMPREGOS / FUNÇÕES
2) EMPREGO PÚBLICO
Designação atribuída com base no vínculo contratual, regida pela Consolidação das Leis do
Trabalho (CLT).
CF/88
Art. 173. (...)
§ 1º A lei estabelecerá o estatuto jurídico da empresa pública, da sociedade de economia
mista e de suas subsidiárias que explorem atividade econômica de produção ou comercialização
de bens ou de prestação de serviços, dispondo sobre:
II - a sujeição ao regime jurídico próprio das empresas privadas, inclusive quanto aos direitos
e obrigações civis, comerciais, trabalhistas e tributários
obrigatoriedade para empresas públicas
e sociedades de economia mista
CARGOS / EMPREGOS / FUNÇÕES
2) EMPREGO PÚBLICO
O emprego público sujeita-se a um regime jurídico híbrido (regime celetista + restrições
próprias dos entes estatais):
Exigência de concurso público para admissão (art. 37, II CF/88)
Vedação de acumulação remunerada de empregos (art. 37, XVII CF/88)
Equiparação aos estatutários para fins criminais (art. 37, §4º CF/88)
CARGOS / EMPREGOS / FUNÇÕES
3) FUNÇÃO PÚBLICA
Unidade de atribuições na Administração que não são nem cargo e nem emprego público.
a) Função de confiança (art. 37, V CF/88)
Art. 37. (...)
V - as funções de confiança, exercidas exclusivamente por servidores ocupantes de cargo
efetivo, e os cargos em comissão, a serem preenchidos por servidores de carreira nos casos,
condições e percentuais mínimos previstos em lei, destinam-se apenas às atribuições de direção,
chefia e assessoramento.
b) Contratados por tempo determinado (art. 37, IX CF/88)
Art. 37. (...)
IX - a lei estabelecerá os casos de contratação por tempo determinado para atender a
necessidade temporária de excepcional interesse público.
ESPÉCIES DE AGENTES PÚBLICOS
Agentes políticos
Servidores públicos estatutários
Servidores públicos Empregados públicos
Servidores temporários
Agentes públicos
Policiais militares
Agentes militares Bombeiros militares
Forças Armadas
Particulares em colaboração 
ESPÉCIES DE AGENTES PÚBLICOS
1) AGENTE POLÍTICO
Aquele que concorre para o direcionamento dos fins da ação do Estado mediante a fixação de
metas, diretrizes ou planos que pressupõem decisões governamentais.
(Irene Nohara)
Ingresso: Eleição (exceção: Ministros e Secretários - nomeação)
Vínculo: Institucional (natureza política)
Mandato fixo: 4 (quatro) ou 8 (oito) anos
Exemplos: Chefe do Executivo (prefeito, governador, presidente)
Parlamentares (vereadores, deputados e senadores)
ESPÉCIES DE AGENTES PÚBLICOS
2) SERVIDORES PÚBLICOS
Designa a pessoa física que presta serviços ao Estado ou às entidades da Administração,
com vínculo empregatício e mediante remuneração paga pelos cofres públicos.
(Maria Sylvia Zanella Di Pietro)
Servidores públicos estatutários
Empregados públicos
Servidores temporários
ESPÉCIES DE AGENTES PÚBLICOS
2) SERVIDORES PÚBLICOS
a) Servidores públicos estatutários
Os servidores estatutários são selecionados por concurso público para ocupar cargos públicos,
tendo vinculação de natureza estatutária não contratual, e adquirem estabilidade após se
sujeitarem a um estágio probatório.
(Alexandre Mazza)
Federal: Lei nº 8.112/1990 
(Dispõe sobre o Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da 
União, das autarquias e das fundações públicas federais)
Regulamentação Estadual: Lei nº 10.261/1968 
(Dispõe sobre o Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado)
Municipal: Lei 8.989/1979
(Dispõe sobre o Estatuto dos Funcionários Públicos do Município de
São Paulo)
ESPÉCIES DE AGENTES PÚBLICOS
2) SERVIDORES PÚBLICOS
a) Servidores públicos estatutários
Ingresso: concurso público
Vinculação: estatutário
Estabilidade: após estágio comprobatório (3 anos)
Art. 41 CF/88
§ 1º O servidor público estável só perderá o cargo:
I - em virtude de sentença judicial transitada em julgado;
II - mediante processo administrativo em que lhe seja assegurada ampla defesa;
III - mediante procedimento de avaliação periódica de desempenho, na forma de lei 
complementar, assegurada ampla defesa
ESPÉCIES DE AGENTES PÚBLICOS
2) SERVIDORES PÚBLICOS
a) Servidores públicos estatutários
cargos vitalícios (estágio probatório reduzido - 2 anos) 
vitaliciedade: sentença judicial transitado em julgado (art. 41, §1º, I CF/88) 
Cargos públicos
cargos efetivos (estágio probatório - 3 anos) 
estabilidade: (art. 41, §1º, I, II e III CF/88)
ESPÉCIES DE AGENTES PÚBLICOS
2) SERVIDORES PÚBLICOS
b) Empregados públicos
Os empregados públicos ingressam por meio de concurso público para ocupar empregos públicos,
tendo vinculação contratual com o Estado regida pela Consolidação das Leis do Trabalho.
(Alexandre Mazza)
Ingresso: concurso público
Vinculação: contratual (celetistas)
Período de experiência: 90 (noventa) dias (art. 455, parágrafo único da CLT)
Demissão: motivada (precedida por processo administrativo)
ESPÉCIES DE AGENTES PÚBLICOS
2) SERVIDORES PÚBLICOS
c) Servidores temporários
Art. 37. (...)
IX - a lei estabelecerá os casos de contratação por tempo determinado para atender a necessidade
temporária de excepcional interesse público
Recrutamento: processo seletivo simplificado de provas ou provas e títulos (edital de chamamento)
*Excepcionalmente: situação de emergência / caso de calamidade pública: fica dispensado o
processo seletivo
Duração da contratação temporária: (1) seis meses, (2) um ano, (3) dois anos, (4) três anos ou (5)
quatro anos (renováveis por igual período)
*Contrato: cláusulas da contratação (dispositivos normativos que definem remuneração, prazo da
contratação, as atividades a serem exercidas) – não se submete ao Estatuto do Servidor Público
ESPÉCIES DE AGENTES PÚBLICOS
3) AGENTES MILITARES
Aqueles que prestam serviços às Forças Armadas, conforme art. 142, caput, e §3º da
Constituição e às Polícias Militares e Corpo de Bombeiros Militares dos Estados, Distrito
Federal e dos Territórios, de acordo com o art. 42 da Constituição Federal.
(Irene Nohara)
ESPÉCIES DE AGENTES PÚBLICOS
4) PARTICULARES EM COLABORAÇÃO
Os particulares em colaboração com a Administração constituem uma classe de agentes públicos,
em regra, sem vinculação permanente e remunerada com o Estado.
- Requisitados de serviço (mesários e convocados para o serviço militar)
- Gestores de negócios públicos (socorrista de parturiente) 
- Contratados por locação civil de serviços (aquele que emite uma opinião técnica (parecer))
- Concessionário ou permissionário de serviço público (exercem uma função pública por delegação 
estatal)
- Ofício público (cartorário) 
CONCURSO PÚBLICO
O concurso público é a forma de oportunizar a todos os cidadãos o acesso aos cargos e
empregos públicos que mais prestigia o critério do mérito. No concurso

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.