A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
305 pág.
Conhecimentos Técnicos - Bianch

Pré-visualização | Página 5 de 50

sobre cada um destes três eixos é realizado por uma 
superfície de controle primária específica. 
As superfícies de controle primárias nada mais são do que aerofólios móveis 
que provocam alteração no fluxo e na pressão de ar em pontos específicos, que resultam 
na movimentação da aeronave sobre um dos três eixos. As superfícies de controle 
primárias de voo são: aileron, profundar e leme. 
Os controles de voo são compostos pelo manche, que controla os ailerons e o 
profundar, e pelo pedal que controla o leme. Nas aeronaves menores e menos sofisticadas 
os movimentos realizados no manche e no pedal são transmitidos mecanicamente 
1 Controles de voo 
Conhecimentos Técnicos (Aviões) - Editora Bianch 
 
ao profundo, aileron e leme através 
de cabos de aço, polias, esticadores, 
alavancas e alavancas. Já nas aeronaves 
mais modernas estes movimentos são 
transmitidos pelo sistema hidráulico, o 
que diminui de forma significativa a força 
aplicada pelo piloto. 
Em algumas modelos de 
aeronaves, o manche convencional 
é substituído pelo sidestick, que fica 
posicionado no centro do cockpit ou ao lado 
do piloto. A maioria dos caças militares, 
 
 
sidestick e o manche convencional, 
responsáveis pelo controle dos ai/erans e 
profundar 
os modernos Airbus comerciais e algumas aeronaves de treinamento (Aerobuero e 
Paulistinha), utilizam o sidestick como controle de voo. 
A tabela abaixo exibe de forma clara a relação entre as superfícies de comando, 
o movimento realizado e o controle de voo utilizado. 
 
superfície de comando movimento eixo de rota,ção controle de voo 
aileron rolagem longitudinal manche 
profundar arfagem lateral manche 
leme guinada vertical pedal 
 
 
 
 
Ailerons 
São aerofólios localizados no bordo de 
fuga da asa que possuem a função de controlar 
o movimento do avião em torno do seu eixo 
longitudinal. O manche é o responsável em 
controlar os ailerons, com movimentos para 
esquerda e para direita. 
Os ailerons da asa direita e esquerda 
trabalham em sincronia, quando um abaixa o 
outro se eleva, assim é possível que o avião 
realize uma curva. Para facilitar o trabalho dos 
ailerons as aeronaves mais modernas dispõem 
do spoiler, um controle de voo secundário. 
 
 
 
 
 
 
o manche é o responsável 
em controlar os ai/erans 
Controles secundários de voo 
Conhecimentos Técnicos (Aviões) - Denis Bianchini 
 
Profundor 
São aerofólios que controlam o 
movimento do avião sobre o eixo lateral ou 
transversal. O profundar é controlado pelo 
manche, com movimentos para frente e para 
trás, e é o responsável em fazer a aeronave 
subir ou descer. 
 
 
o manche é o responsável 
em controlar o profundar, 
com movimentos para frente 
e para trás 
 
 
 
 
 
 
 
Leme 
 
O leme é o responsável pelo movimento 
da aeronave sobre o eixo vertical, ou seja, controla 
a direção do avião, realizando o movimento de 
guinada . O leme é controlado pelos pedais. 
 
 
 
 
 
 
o pedal é o responsável 
em controlar o leme 
 
 
 
 
 
 
 
Controles secundários de voo 
 
Os controles secundários de voo auxiliam na performance do voo e na diminuição 
das forças empregadas pelo piloto ao efetuar um movimento com a aeronave. O sistema 
de controle secundário de voo é composto pelo flap, slot, spoiler e compensadores. 
Neste capítulo analisaremos apenas os compensadores, uma vez que o flap, 
slot e spoiler já foram analisados no capítulo anterior. 
leme 
133 
t 
1 Controles de voo 
Conhecimentos Técnicos (Aviões} - Editora Bianch 
 
 
Compensadores 
 
Alterações na atitude, velocidade e potência do motor fazem com que o piloto 
tenha que estar constantemente dando comandos para que a aeronave se mantenha 
na atitude desejada. Para minimizar a pressão dos comandos aplicada pelo piloto nos 
controles primários de voo, utiliza-se o compensador, instalado no bordo de fuga das 
superfícies de comando. 
Em algumas aeronaves, principalmente nas de médio e grande porte, a força 
para que o piloto mova uma superfície de comando pode ser excessiva, neste caso 
os engenheiros projetam determinados compensadores automáticos que minimizam a 
força necessária para mover tais superfícies. 
Os tipos mais utilizados decompensadores são: fixos, comandáveis e automáticos. 
 
 
 
 
 
Ajustes nas superfícies de comando 
Analisaremos a seguir os ajustes que devem ser realizados nos componentes 
das superfícies de comando de um avião. Estes ajustes são realizados pelo mecânico, 
pessoa qualificada e treinada para a realização destes procedimentos. Ao piloto compete 
apenas informar ao mecânico, através do diário de bordo, sobre alguma discrepância na 
operação normal da aeronave. 
Os movimentos dos aerofólios (profundar, ailerons e leme) devem ser 
sincronizados com os movimentos realizados nos controles de voo instalados na cabine 
de comando. O sistema de controles de voo deve ser ajustado para que estas condições 
possam ser obtidas em voo. De um modo geral estes ajustes consistem no seguinte: 
- posicionamento do sistema de controles de voo em neutro, e temporariamente, 
travado por meio de pinos de trava ou blocos;: e 
- ajustagem do curso das superfícies, tensão dos cabos de comando, hastes de 
ligação, e ajustagem dos batentes para as especificações dos fabricantes das 
aeronaves. 
 
 
 
Alinhamento dos comandos 
 
Alinhamento é o ajuste final realizado nos diversos componentes das superfícies 
de comando. O alinhamento deve ser realizado de acordo com os requisitos estipulados 
Ajustes nas superfícies de comando 
Conhecimentos Técnicos (Aviões) - Denis Bianchini 
 
pelo fabricante da aeronave, esses procedimentos são geralmente detalhados no 
manual de serviço ou de manutenção aplicável. 
O alinhamento dos componentes das superfícies de comando é particular a 
cada aeronave, contudo, alguns princípios aplicam-se para todas as situações. Um 
destes princípios define que quando o manche e os pedais estiverem na posição neutra, 
as respectivas superfícies de comando também deverão estar em posição neutra, a fim 
de minimizar possíveis tendências em voo. 
 
 
 
Conjunto de cabos 
 
Para a realização dos ajustes nas superfícies de comando o mecamco ira 
trabalhar na estrutura do sistema de controle de voo, que nas aeronaves de pequeno 
porte é geralmente composto por: 
 
Esticador: é um dispositivo usado nos sistemas de cabo de controle para o 
ajuste da tensão do cabo. 
Roldanas ou polias: são usadas para guiar os cabos e também para mudar a 
direção do movimento do cabo. 
Guias: são usadas para guiar os cabos em linha reta, através, ou entre partes 
estruturais da aeronave. 
Hastes de comando: são usadas como conexões nos sistemas de comando de 
voo, para dar um movimento de "puxa-empurra". 
Batentes: podem ser ajustáveis ou não, são usados para limitar o percurso ou 
curso de movimento dos ailerons, profundares e leme, evitando desta forma, que o 
piloto aplique pressão excessiva e sobrecarregue determinada estrut ura . 
 
 
exemplo do conjunto de cabos ligados ao profundar 
 
 
 
Uma das regulagens mais frequentes é no ajuste da tensão dos cabos. O 
fabricante da aeronave estipula os parâmetros de regulagem da tensão e o mecânico irá 
135 
3 6 1 Controles de voo 
Conhecimentos Técnicos (Aviões) - Editora Bianch 
 
 
trabalhar para manter sempre o padrão requerido. Cabos com pouca tensão ("frouxos") 
diminuem significativamente a ação dos comandos de voo, e cabos com muita tensão 
("muito esticados") deixam os comandos muito duros e pesados. 
 
 
 
Balanceamento das superfícies de comando 
 
Outro importante ajuste é o balanceamento das superfícies de comando, que 
deve ser realizado principalmente após reparos e pintura nas respectivas estruturas. 
Uma condição de desbalanceamento pode causar, dentre outros, vibrações na aeronave, 
tendências