A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
DISCURSIVAS - SAÚDE E PREVIDÊNCIA SOCIAL

Pré-visualização | Página 1 de 3

Previdência Social
Explique o critério do salário maternidade da Previdência Social na adoção-(já corrigido/gabarito
Resp- é o benefício que toda segurada da Previdência Social tem direito a receber por um período de 120 dias, pago nas situações de parto, inclusive de natimorto, adoção e guarda judicial com finalidade de adoção. Para a segurada empregada, não a carência para a concessão do benefício. A segurada contribuinte individual ou facultativa deve ter 10 contribuições em dia para ter direito ao benefício.
..................................................................................
A Previdência brasileira recebeu influências do modo bismarckiano. Pesquise o que é o sistema bismarckiano e sua relação com a Previdência brasileira(simulado)
Resp.Sistema de seguros sociais semelhantes ao dos seguros privados, e está organizada sob a forma de regime geral de filiação obrigatória.Na logica dos eguro social, so tem acesso aos benefícios e serviços da Previdencia Social os chamados segurados e seus dependentes.
..........................................................................
Falar sobre a matriz teórico-metodológica e as diretrizes para atuação do assistente social na Previdência Social(já corrigido/gabarito
Resp- a matriz teórico-metodológica foi um documento elaborado em 1995 pelo serviço social do INSS. Deve indicar Que tal documento procuravam romper com a perspectiva de atuação funcionalista e de Melo atendimento às demandas institucionais. É importante ainda observar a relação desta nova Matriz como proposto no código de ética profissional de 1993 com o objetivo de reafirmar o compromisso ético-político da profissão quanto à implementação da política social previdenciária sob a ética Ótica do direito social e da Cidadania.
..............................................................
Historicamente todos os avanços das políticas sociais foram conquistados com a mobilização e reivindicações da classe trabalhadora particularmente no caso de Seguridade Social o grande Marco foi na década de 80 período de redemocratização do Brasil com a promulgação da Constituição Federal de 88 a chamada constituição Cidadã. Discorra sobre os avanços da Seguridade Social no Brasil e suas conquistas.(simulado)
Resp- Os primeiros avanços dos direitos sociais no Brasil foram Adesão do Brasil à organização internacional do trabalho(OIT), em 1919, a criação das Caixas de Aposentadorias e Pensões, mais tarde transformadas em institutos, e a ampliação da cobertura previdenciária para os trabalhadores rurais.
Outro marco para o avanço dos direitos sociais no Brasil foi a constituição federal de 1988, que energia um conjunto de valores éticos, considerados indisponíveis e essenciais para a garantia da dignidade humana. A carta constitucional declarou como objetivos fundamentais a construção de uma sociedade Livre, Livre, Justa e solidária, a educação da pobreza e da marginalização e a redução das desigualdades sociais.
................................................................................
Explique a importância do programa de reabilitação profissional (já corrigido/gabarito
Resp- o programa de reabilitação profissional surgiu como uma resposta pública a questão da incapacidade, como um serviço Previdenciário oferecido ao trabalhador, contribuinte ou não da Previdência Social, em gozo de auxílio-doença acidentário ou previdenciário, que apresenta incapacidade para desempenhar sua atividade profissional. O programa é importante também tendo em vista a perspectiva de atuação em equipe multidisciplinar
....................................................................
Quais são os benefícios por incapacidade e o que é necessário para a sua concessão?corrigido /gabarito
Os benefícios por incapacidade são auxílio-doença previdenciário ou acidentário, auxílio-acidente e aposentadoria por invalidez. Para concessão, é necessário a filiação ao RGPS, a qualidade de segurado/a e o cumprimento da carência mínima de 12 contribuições. O período em benefício será contado para aposentadoria, quando entre períodos de contribuição. A carência será dispensada quando se tratar de acidente de trabalho ou de qualquer natureza ou de doença do trabalho. Outra hipótese de isenção da carência é para os casos de doenças graves especificadas na lei nº 8213/1991. Além disso, a mesma lei também prescreve que aposentadoria por invalidez será sugerida pela perícia médica quando da constatação da incapacidade laboral Irreversível e permanente, podendo ser revisado a cada dois anos.
..............................................
1. o que se entende por acidente de trabalho?
Entende-se como acidente do trabalho o que ocorre no exercício do trabalho a serviço da empresa ou o exercício do trabalho em condições de exposição a riscos, provocando lesão corporal ou perturbação funcional, de caráter temporário ou permanente, com ou sem afastamento do trabalho, ocasionando perda total ou parcial da redução da capacidade para o trabalho, ou até mesmo a morte do/a trabalhador/a (Lei n. 8.213/1991).
1. Podemos citar a discussão da Proposta de Emenda Constitucional – PEC 287/2016, que, em pleno cenário de alto índice de desemprego e de aprovação do projeto de terceirização do trabalho, o Congresso Nacional discute o aumento da idade mínima de 65 anos e o aumento do tempo de contribuição de 15 para 25 anos para requerer a aposentadoria por idade. Discorra sobre essa situação e a relação com a política econômica do país.
As medidas são restritivas e justificadas pelo possível déficit previdenciário e falta de sustentabilidade do sistema. A possível reforma da legislação previdenciária e o risco da não aposentadoria têm provocado a busca e, consequentemente, a expansão dos planos de previdência privada.
2. Quais são os três tipos de aposentadorias previstas no Regime Geral de Previdência Social, as quais representam cerca de 67% dos benefícios previdenciários? Explique cada uma delas.
A aposentadoria por idade é o benefício a que tem direito o segurado que atinge a idade mínima e a carência prevista na Lei n. 8.213/1991. 
Aposentadoria por Tempo de Contribuição: é o benefício a que tem direito o segurado da Previdência Social ao completar 35 (trinta e cinco) anos de contribuição, se homem, e 30 (trinta) anos de contribuição, se mulher, independentemente da idade. Segundo estatísticas da Previdência Social, a aposentadoria por tempo de serviço tem sido concedida a pessoas com idade média de 54,7 anos. Nestes casos, aplica-se o fator previdenciário, um cálculo matemático aplicado de forma automática na concessão da aposentadoria, que leva em conta a idade e a expectativa de vida do segurado. Por último, a Lei n. 13.183/2015 criou uma regra alternativa ao Fator Previdenciário para o cálculo do valor do benefício da aposentadoria, dispensando sua aplicação quando a soma da idade e o tempo de contribuição atingir a pontuação 85/95, para mulheres e homens, respectivamente. Ainda, conhecida como Aposentadoria Especial, é garantida ao segurado ou segurada que comprovar exposição a agentes nocivos à saúde, como calor ou ruído, de forma contínua e ininterrupta, em níveis de exposição acima dos limites estabelecidos em legislação própria por período mínimo de 180 (cento e oitenta) meses. Nesses casos, o trabalhador pode se aposentar após cumprir um período menor de contribuição previdenciária, entre 25, 20 ou até 15 anos de contribuição, conforme o agente nocivo. 
Aposentadoria por Invalidez: é o benefício devido ao segurado que apresenta incapacidade total e permanente para o trabalho. A incapacidade é atestada pela perícia médica do INSS e a carência é de 12 (doze) meses. Nos casos de incapacidade parcial, o segurado pode ser encaminhado para o Programa de Reabilitação Profissional, tema que abordaremos na aula Segurança e Saúde do Trabalhador. Desde a Lei Complementar n. 142/2013, a pessoa com deficiência tem direito à Aposentadoria por Idade ou Tempo de Contribuição com redução da idade e do tempo máximo de contribuição.
Falar sobre contradição