A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
TRABALHO DE ARTES - FOLCLORE E DIVERSIDADES CULTURAIS - Natani de S Nascimento Franco

Pré-visualização | Página 2 de 2

do país. 
➢ Manaus possui o maior porto fluvial, em volume de cargas, do Brasil. Um detalhe: o 
porto foi construído sobre imensas boias, para não afundar durante as cheias. 
➢ A Zona Franca de Manaus abriga cerca de 600 empresas, a maioria do setor 
eletrônico. Graças a ela, a cidade arrecada quase 60% dos impostos da região Norte. 
➢ Manaus já foi chamada de Manaós e Cidade da Barra do Rio Negro. 
➢ O município amazonense de São Miguel da Cachoeira é o que tem a maior população 
indígena em termos proporcionais. Os índios representam 76,3% da população. 
➢ A maior parte da população do Amazonas – ou seja, mais de 72% do total – possui 
origem indígena. Desses, 68,98% são mestiços de indígenas com europeus. 
➢ Os principais rios do estado, são: Rio Negro, Solimões, Madeira, Purús, Juruá e o 
Japurá. O famoso “encontro das águas” dos rios Negro e Solimões ocorrem nas 
proximidades de Manaus. 
➢ O rio Amazonas entra no Brasil pelo município amazonense de Tabatinga. Ele 
atravessa todo o estado do Amazonas até o estado do Pará. 
➢ Os dois maiores arquipélagos fluviais do mundo ficam no Amazonas. O maior é o 
Mamirauá, no rio Negro, com 700 ilhas. 
➢ O maior parque de floresta tropical úmida do mundo e maior reserva florestal do 
Brasil é o Parque Nacional do Jaú, entre os estados de Roraima e Amazonas. 
➢ Com 2.993,8 metros o Pico da Neblina é a montanha mais alta do Brasil. Está 
localizada na Serra do Imeri, na divisa entre o estado do Amazonas e a Venezuela. 
➢ O principal meio de transporte dos amazonenses é o barco. Tanto, que boa parte da 
população calcula as distâncias, pela quantidade de dias que se leva para chegar ao 
destino, de barco. 
➢ A principal base da culinária local é a mandioca, usada em pratos como o tacacá, o 
tucupi e a caldeirada de tambaqui. A mandioca é também usada no preparo da farinha, 
do beiju, mingau e pirão. 
➢ O Amazonas é um dos grandes produtores da borracha, em todo o mundo. Do seu 
solo também saem a castanha-do-pará, o cacau, o guaraná natural, mandioca, milho e 
feijão, além de muitos outros alimentos. Além disso, o estado comporta a maior 
diversidade de frutas de todo o mundo, e, entre as mais conhecidas, estão o açaí, 
cupuaçu e a graviola 
➢ Uma das maiores festas nacionais acontece no Amazonas, na cidade de Parintins. 
Durante os festivais, há a apresentação do Boi Garantido, representado pela cor 
vermelha, e do Boi Caprichoso, de cor azul. São três dias, no mês de junho, de muita 
festa, cultura indígena e ribeirinha e músicas locais. 
2.4. Diversidades Culturais 
Região em que se localiza o Estado do Amazonas, a Amazônia comporta uma diversidade 
cultural surpreendente até mesmo para seus próprios habitantes, decorrente, sobretudo, 
de sua formação étnica, em que o elemento indígena foi aos poucos absorvendo as 
influências africanas e europeias, particularmente de portugueses e espanhóis, além de 
outras correntes migratórias que vieram contribuir para o cadinho amazônico. Daí o 
amazonense refletir em sua cultura manifestações tão distintas umas das outras como o 
ritual da Moça Nova, realizado na região do alto rio Solimões, o Festival Amazonas de 
Ópera, apresentado no suntuoso Teatro Amazonas, em Manaus, e o carnaval de rua, que 
acontece praticamente em todas as sedes municipais. 
Com seu referencial simbólico enraizado em três matrizes étnicas bem distintas entre si, 
o amazonense traduz esse simbolismo de forma exuberante durante o Festival Folclórico 
de Parintins, com o duelo de bumbás em uma festa de explosão de cores, sons e ritmos 
em que a rica mitologia amazônica se transforma em enredos e coreografias, que atrai e 
encanta gente de todas as partes do mundo. Esta manifestação folclórica está cada vez 
mais comprometida com os aspectos ecológicos que envolvem a conservação da 
Amazônia como um todo e, particularmente, do Amazonas, Estado que apresenta uma 
das mais intocadas florestas de todos os que compõem a região. 
O referencial cultural amazonense também se manifesta no artesanato, em que matérias-
primas extraídas de maneira sustentável da Floresta Amazônica são transformadas em 
objetos utilitários e decorativos, como as cestas de fibra de arumã do alto rio Negro, e de 
uso pessoal, como os anéis, pulseiras e colares confeccionados com sementes de jarina. 
Devido ao crescente contato com elementos de outras culturas, cada vez mais o 
amazonense vem se dando conta de sua própria singularidade e da riqueza cultural que 
representa sua mitologia, tradições e costumes, de modo que esses aspectos estão sendo 
aproveitados como atrativos turísticos. Rituais praticamente desconhecidos da população 
urbana local passaram a fazer parte do calendário de eventos amazonense. O da 
Tucandeira, por exemplo, que antes era praticado somente como rito de passagem entre 
a infância e a adolescência, agora se reveste de um bem-vindo elemento gerador de renda 
para os membros de algumas comunidades amazonenses de etnia saterê-maué. Assim, 
como elemento essencial na composição identitária, a cultura amazonense vem se 
renovando e se adaptando aos tempos da globalização, sem, no entanto, perder sua 
essência e dinamismo. 
 
Festival de Parintins 
 
3.CONCLUSÃO 
O amazonas é um estado com grande área territorial , composta de grandes áreas florestais 
, composta de área indígena , rural e urbana. Tendo dessa forma uma vasta cultura , 
diversidade culinária que pode ser sempre englobada dentro de nossas escolas. 
4.REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 
https://amazonialatitude.com 
http://www.amazonas.am.gov.br 
https://viagemeturismo.abril.com.br/materias/fotos-12-deliciosos-pratos-tipicos-da-
amazonia/ 
 
http://www.amazonas.am.gov.br/
https://viagemeturismo.abril.com.br/materias/fotos-12-deliciosos-pratos-tipicos-da-amazonia/
https://viagemeturismo.abril.com.br/materias/fotos-12-deliciosos-pratos-tipicos-da-amazonia/