anatomia do sistema respiratório de aves e fisiologia
14 pág.

anatomia do sistema respiratório de aves e fisiologia


DisciplinaFisioterapia Respiratória6.507 materiais67.930 seguidores
Pré-visualização2 páginas
SISTEMA RESPIRATÓRIO DE AVES 
UFMT- Universidade Federal do Mato Grosso (campus de Sinop)
Curso de Medicina Veterinária
Graduanda Bruna Vivian Miguel 
PROCESSO DA RESPIRAÇÃO
\u2022 O sistema respiratório das aves é diferente dos outros
vertebrados, pois possuem pulmões pequenos e pouco
elásticos, isto é, durante a respiração há pouca mudança no
tamanho (FLORIANO, 2013).
UFMT- Medicina Veterinária - Bruna Vivian Miguel
h
tt
p
s:
//
ac
ad
em
y.
al
la
b
o
u
tb
ir
d
s.
o
rg
/f
ea
tu
re
s/
b
ir
d
an
at
o
m
y/
?u
tm
_s
o
u
rc
e=
C
o
rn
e
ll+
La
b
+e
N
ew
s&
u
tm
_c
am
p
ai
gn
=2
c3
3
0
5
8
3
d
6
-C
o
rn
el
l_
La
b
_e
N
ew
s_
2
0
1
6
_0
1
_1
4
&
u
tm
_m
ed
iu
m
=e
m
ai
l&
u
tm
_t
er
m
=0
_4
7
5
8
8
b
5
7
5
8
-2
c3
3
0
5
8
3
d
6
-3
0
84
30
69
7
https://academy.allaboutbirds.org/features/birdanatomy/?utm_source=Cornell+Lab+eNews&utm_campaign=2c330583d6-Cornell_Lab_eNews_2016_01_14&utm_medium=email&utm_term=0_47588b5758-2c330583d6-308430697
COMPONENTES DO SISTEMA RESPIRATÓRIO
\u2022 O sistema respiratório das aves começa com o bico
e a cavidade oral. O ar é conduzido através das
narinas no bico superior(FLORIANO, 2013).
\u2022 A maioria das aves possuem uma fenda palatina
na superfície superior do interior da
boca(FLORIANO, 2013).
\u2022 Devido a isso, enquanto as aves bebem água, um
pouco do líquido pode entrar na cavidade nasal,
dando a impressão de terem uma secreção aquosa
nasal (FLORIANO, 2013).
FONTE:http://bszm.elte.hu/anatomy/birds/13/
UFMT- Medicina Veterinária - Bruna Vivian Miguel
http://bszm.elte.hu/anatomy/birds/13/
COMPONENTES DO SISTEMA RESPIRATÓRIO
\u2022 As passagens nasais são ligadas a grandes sinus na cabeça da ave. O sinus infra-orbital é o
maior sinus e localiza-se sob o olho. A cavidade oral das aves comunica-se ao fundo com a
faringe e esta conduz a laringe (MACARI; GIVISIEZ, 2002).
FONTE
https://academy.allaboutbirds.org/features/birdanatomy/?utm_source=Cornell+Lab+eNews&utm_cam
paign=2c330583d6-Cornell_Lab_eNews_2016_01_14&utm_medium=email&utm_term=0_47588b5758-
2c330583d6-308430697 /
UFMT- Medicina Veterinária - Bruna Vivian Miguel
https://academy.allaboutbirds.org/features/birdanatomy/?utm_source=Cornell+Lab+eNews&utm_campaign=2c330583d6-Cornell_Lab_eNews_2016_01_14&utm_medium=email&utm_term=0_47588b5758-2c330583d6-308430697
http://bszm.elte.hu/anatomy/birds/13/
COMPONENTES DO SISTEMA RESPIRATÓRIO
\u2022 A laringe é ponto no qual o esôfago se ramifica para o aparelho gastrointestinal e a
traqueia se ramifica para o resto do aparelho respiratório.
\u2022 Nesta ramificação, existe a glote (estrutura em forma de fenda) e nos mamíferos há uma
camada de tecido chamada epiglote cobre a glote, enquanto as aves não possuem epiglote
e a área acima da glote recebe o nome de sistema respiratório superior (FLORIANO, 2013).
FONTE
https://academy.allaboutbirds.org/features/birdanatomy/?utm_source=Cornell+Lab+eNews&utm_cam
paign=2c330583d6-Cornell_Lab_eNews_2016_01_14&utm_medium=email&utm_term=0_47588b5758-
2c330583d6-308430697 /
UFMT- Medicina Veterinária - Bruna Vivian Miguel
https://academy.allaboutbirds.org/features/birdanatomy/?utm_source=Cornell+Lab+eNews&utm_campaign=2c330583d6-Cornell_Lab_eNews_2016_01_14&utm_medium=email&utm_term=0_47588b5758-2c330583d6-308430697
http://bszm.elte.hu/anatomy/birds/13/
COMPONENTES DO SISTEMA RESPIRATÓRIO
\u2022 A estrutura cartilaginosa da laringe e sua função impedem a
entrada de corpos estranhos na traqueia, principalmente
durante a deglutição (FLORIANO, 2013).
\u2022 A traqueia, formada por anéis de cartilagem, conduz o ar para o
sistema respiratório inferior, descendo pelo pescoço até a
cavidade torácica (peito) (FLORIANO, 2013).
\u2022 Esse caminho do ar através da traqueia inicia-se na laringe e
bifurca-se na siringe (FLORIANO, 2013).
FONTE
https://academy.allaboutbirds.org/features/birdanatomy/?utm_source=Cornell+Lab+eNews&utm_cam
paign=2c330583d6-Cornell_Lab_eNews_2016_01_14&utm_medium=email&utm_term=0_47588b5758-
2c330583d6-308430697 /
UFMT- Medicina Veterinária - Bruna Vivian Miguel
https://academy.allaboutbirds.org/features/birdanatomy/?utm_source=Cornell+Lab+eNews&utm_campaign=2c330583d6-Cornell_Lab_eNews_2016_01_14&utm_medium=email&utm_term=0_47588b5758-2c330583d6-308430697
http://bszm.elte.hu/anatomy/birds/13/
COMPONENTES DO SISTEMA RESPIRATÓRIO
\u2022 A siringe possui um esqueleto
cartilaginoso e membranas timpânicas que
vibram quando o ar é expirado.
\u2022 Essa ramificação da siringe transforma-se
em dois troncos primários, denominados
brônquios primários intrapulmonares.
\u2022 O brônquio esquerdo conduz o ar ao
tecido do pulmão esquerdo e o brônquio
direito ao pulmão direito (FLORIANO, 2013).
FONTE
https://academy.allaboutbirds.org/features/birdanatomy/?utm_source=Cornell+Lab+eNews&utm_cam
paign=2c330583d6-Cornell_Lab_eNews_2016_01_14&utm_medium=email&utm_term=0_47588b5758-
2c330583d6-308430697 /
UFMT- Medicina Veterinária - Bruna Vivian Miguel
https://academy.allaboutbirds.org/features/birdanatomy/?utm_source=Cornell+Lab+eNews&utm_campaign=2c330583d6-Cornell_Lab_eNews_2016_01_14&utm_medium=email&utm_term=0_47588b5758-2c330583d6-308430697
http://bszm.elte.hu/anatomy/birds/13/
COMPONENTES DO SISTEMA RESPIRATÓRIO
\u2022 Os pulmões são relativamente pequenos, não
são lobados, coloração rosada e ficam em
contato com os órgãos abdominais por não
possuírem diafragma (FLORIANO, 2013).
\u2022 O sistema tubular dos pulmões se divide em:
brônquios primários intrapulmonares,
brônquios secundários e vários parabrônquios
ou brônquios terciários (FLORIANO, 2013).
FONTE
https://academy.allaboutbirds.org/features/birdanatomy/?utm_source=Cornell+Lab+eNews&utm_cam
paign=2c330583d6-Cornell_Lab_eNews_2016_01_14&utm_medium=email&utm_term=0_47588b5758-
2c330583d6-308430697 /
UFMT- Medicina Veterinária - Bruna Vivian Miguel
https://academy.allaboutbirds.org/features/birdanatomy/?utm_source=Cornell+Lab+eNews&utm_campaign=2c330583d6-Cornell_Lab_eNews_2016_01_14&utm_medium=email&utm_term=0_47588b5758-2c330583d6-308430697
http://bszm.elte.hu/anatomy/birds/13/
COMPONENTES DO SISTEMA RESPIRATÓRIO
\u2022 Os pulmões das aves são ligados a nove sacos aéreos (podendo variar de 
acordo com a espécie), os quais tem função de reservatório, já que não 
são revestidos por epitélio respiratório (FLORIANO, 2013).
\u2022 Estes são: 
\u2022 Um saco interclavicular único;
\u2022 Um par de sacos cervicais;
\u2022 Um par de sacos torácicos craniais (anteriores);
\u2022 Um par de sacos torácicos caudais (posteriores) ;
\u2022 Um par de sacos abdominais (ORR, 1986). 
\u2022 Em galinhas há a apenas oito pares de sacos aéreos(Getty, 1986), já que 
os cervicais se fundem, ao contrário do que ocorre em patos, onde a 
característica par permanece como na maioria das espécies de 
aves(ARAÚJO,2012).
UFMT- Medicina Veterinária - Bruna Vivian Miguel
h
tt
p
s:
//
ac
ad
em
y.
al
la
b
o
u
tb
ir
d
s.
o
rg
/f
ea
tu
re
s/
b
ir
d
an
at
o
m
y/
?u
tm
_s
o
u
rc
e=
C
o
rn
e
ll+
La
b
+e
N
ew
s&
u
tm
_c
am
p
ai
gn
=2
c3
3
0
5
8
3
d
6
-C
o
rn
el
l_
La
b
_e
N
ew
s_
2
0
1
6
_0
1
_1
4
&
u
tm
_m
ed
iu
m
=e
m
ai
l&
u
tm
_t
er
m
=0
_4
7
5
8
8
b
5
7
5
8-
2
c3
3
0
5
8
3
d
6
-3
0
84
30
69
7
https://academy.allaboutbirds.org/features/birdanatomy/?utm_source=Cornell+Lab+eNews&utm_campaign=2c330583d6-Cornell_Lab_eNews_2016_01_14&utm_medium=email&utm_term=0_47588b5758-2c330583d6-308430697
PROCESSO DA RESPIRAÇÃO
\u2022 O mecanismo respiratório propicia a entrada do ar, 
através da inspiração, e a saída do ar, através expiração. 
Esses movimentos respiratórios acontecem com o auxílio 
dos sacos aéreos, dos músculos abdominais e do osso 
esterno (FLORIANO, 2013).
\u2022 As aves não respiram expandindo os pulmões no voo, 
mas sim por meio da entrada de ar forçada pelas narinas, 
regulada pelo opérculo (FLORIANO, 2013).
UFMT- Medicina Veterinária - Bruna Vivian Miguel
h
tt
p
s:
//
ac
ad
em
y.
al
la
b
o
u
tb
ir
d
s.
o
rg
/f
ea
tu
re
s/
b
ir
d
an
at
o
m
y/
?u
tm
_s
o
u
rc
e=
C
o
rn
e
ll+
La
b
+e
N
ew
s&
u
tm
_c
am
p