A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
392 pág.
740-Manual Proj Geom Trav Urbanas IPR 2010 V2

Pré-visualização | Página 1 de 50

Publicação IPR - 740 
MANUAL DE PROJETO GEOMÉTRICO 
DE TRAVESSIAS URBANAS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
MINISTRO DOS TRANSPORTES 
Dr. Paulo Sérgio Oliveira Passos 
 
DIRETOR GERAL DO DNIT 
Dr. Luiz Antonio Pagot 
 
DIRETOR EXECUTIVO DO DNIT 
Eng.
o
 José Henrique Coelho Sadok de Sá 
 
INSTITUTO DE PESQUISAS RODOVIÁRIAS 
Eng.
o
 Chequer Jabour Chequer 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
MANUAL DE PROJETO GEOMÉTRICO DE 
TRAVESSIAS URBANAS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
EQUIPE TÉCNICA: 
 
Eng.º Francisco José Robalinho de Barros 
 (Responsável Técnico) 
Eng.º José Luís Mattos Britto Pereira Técº Luiz Carlos Aurélio 
 (Coordenador) (Técnico em Informática) 
Engª Maria Lúcia Barbosa de Miranda Téc.ª Karen Fernandes de Carvalho 
 (Supervisora) (Técnica em Informática) 
Engº Annibal Espinola Rodrigues Coelho Técª Célia de Lima M. Rosa 
 (Consultor) (Técnica em Informática) 
Engº Amarilio Carvalho de Oliveira 
 (Consultor) 
 
COMISSÃO DE SUPERVISÃO 
 
Eng.º Gabriel de Lucena Stuckert 
 (DNIT / DIREX / IPR) 
Eng.º Pedro Mansour 
 (DNIT / DIREX / IPR) 
Eng.º Elias Salomão Nigri 
 (DNIT / DIREX / IPR) 
 
COLABORADORA: 
 
Bibl. Tânia Bral Mendes 
 (DNIT / DIREX / IPR) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Reprodução permitida desde que citado o DNIT como fonte. 
Brasil. Departamento Nacional de Infraestrutura de 
 Transportes. Diretoria Executiva. Instituto de 
 Pesquisas Rodoviárias. 
 Manual de projeto geométrico de travessias 
urbanas. - Rio de Janeiro, 2010. 
 392p. (IPR. Publ., 740). 
 
 1. Rodovias – Brasil – Manuais. 2. Rodovias – 
 Projetos – Manuais. I. Série. II. Título. 
1. CDD 625.70202 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Impresso no Brasil/Printed in Brazil 
 
MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES 
DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES 
DIRETORIA EXECUTIVA 
 INSTITUTO DE PESQUISAS RODOVIÁRIAS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Publicação IPR 740 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
MANUAL DE PROJETO GEOMÉTRICO DE TRAVESSIAS URBANAS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
RIO DE JANEIRO 
2010 
DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES 
DIRETORIA GERAL 
DIRETORIA EXECUTIVA 
INSTITUTO DE PESQUISAS RODOVIÁRIAS 
Rodovia Presidente Dutra, km 163 – Vigário Geral 
Cep.: 21240-000 – Rio de Janeiro – RJ 
Tel.: (21) 3545-4504 
Fax.: (21) 3545-4482/4600 
 
e-mail.: ipr@dnit.gov.br 
 
 
TÍTULO: MANUAL DE PROJETO GEOMÉTRICO DE TRAVESSIAS URBANAS 
 
 
Elaboração: DNIT / ENGESUR 
Contrato: DNIT / ENGESUR 264 / 2007 – IPR 
 
Aprovado pela Diretoria Colegiada do DNIT em 30 / 08 / 2010 
 
Processo: 50.607.002.344/2009-49 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Impresso no Brasil / Printed in Brazil 
Manual de Projeto Geométrico de Travessias Urbanas 
5 
MT/DNIT/IPR 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
APRESENTAÇÃO
 
 
Manual de Projeto Geométrico de Travessias Urbanas 
7 
MT/DNIT/IPR 
APRESENTAÇÃO 
 
O Instituto de Pesquisas Rodoviárias (IPR), do Departamento Nacional de Infraestrutura de 
Transportes (DNIT), dando prosseguimento ao Programa de Revisão e Atualização de Normas e 
Manuais Técnicos, vem oferecer à comunidade rodoviária brasileira o seu “Manual de Projeto 
Geométrico de Travessias Urbanas”, fruto da revisão, atualização e complementação das “Normas 
para o Projeto Geométrico de Vias Urbanas” do DNER, datado de 1974, e de estudos e consultas das 
metodologias, sugestões e recomendações das mais recentes publicações técnicas sobre o assunto. 
 Inicialmente o conceito “rodovia” compreendia a ligação viária entre duas cidades, 
subentendendo-se que seus extremos se situavam nos limites da área urbana e se conectavam com as 
extremidades do sistema viário urbano pavimentado. O intenso processo de urbanização das últimas 
décadas frequentemente se desenvolveu ao longo do sistema viário, descaracterizando a concepção 
de limites urbanos. Ao mesmo tempo, a expansão das áreas urbanas aumentou sensivelmente a 
necessidade de cruzar áreas desenvolvidas, ou que em breve o seriam, para conectar novas rodovias à 
rede viária local, ligar entre si áreas afastadas ou integrar novas áreas ao organismo urbano. 
 Os trechos urbanos, geralmente arteriais, que proporcionam a continuidade viária através das 
cidades, podem cruzar a área urbana de um lado a outro ou simplesmente ligar-se a uma outra via 
arterial também conectada ao sistema rodoviário nacional. A necessária continuidade de percurso das 
rodovias nacionais pode ser proporcionada, ainda, mediante um contorno ou uma via de acesso 
especifica que, evitando áreas densamente urbanizadas, as liguem aos mais importantes geradores de 
tráfego dentro da área urbana, tais como terminais de passageiros e carga. 
 Essas ligações e conexões muitas vezes poderão ser vias de alto padrão técnico, de grande 
capacidade e elevadas velocidades, exercendo funções básicas na rede viária. Em outros casos, a 
categoria e importância da via poderão ser menores. Sempre que possível, porém, é desejável dotar as 
extensões urbanas de padrões técnicos superiores, que se assemelhem aos dos trechos rodoviários de 
alto gabarito. Há necessidade, portanto, de estruturar um conjunto de conceitos, métodos, instruções e 
critérios técnicos que possibilitem a implantação de vias urbanas de alto padrão, atendendo também 
às peculiaridades urbanas. 
 Os valores e critérios básicos de projeto, incluídos no presente Manual, visam principalmente 
completar e padronizar uma gama de procedimentos atualmente adotados pelos diversos órgãos e 
empresas projetistas. As metodologias e critérios dele