A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
JORNADA NOTURNA

Pré-visualização | Página 1 de 1

JORNADA NOTURNA 
 
 Conceito: Art. 73, § 2º da CLT – Trabalho executado entre às 22 horas e 
às 5 horas – EMPREGADOS URBANOS. 
 
 Trabalhadores rurais: LEI 5889/73, art. 7º: a) Lavoura – 21 horas às 5 
horas; 
 b) Pecuária – 20 horas às 4 
horas 
 
OBS: Se o trabalhador rural trabalhar nas duas atividades rurais acima, aplicar 
a previsão específica para o trabalho realizado no dia em questão. Se no 
mesmo dia, executar as duas atividades, lavoura e pecuária, simultaneamente, 
aplicar o critério da preponderância da atividade desempenhada pelo 
trabalhador. 
 
 Adicional noturno para o empregado urbano: 20% sobre a hora diurna 
(caput do art. 73, CLT, c/c inciso IX, art. 7º, CF/88). 
 
 Adicional noturno para o empregado rural: 25% sobre a remuneração 
(art. 7º, parágrafo único da lei 5889/73). 
 
 Hora noturna reduzida – art. 73, § 1º, CLT – 52 minutos e 30 segundos – 
ficção legal. Não se aplica aos empregados rurais (já recebe adicional 
superior ao urbano). 
 
OBS: 52m30s trabalhados = 1 hora. Logo, das 22h às 5 h, são 7 horas 
trabalhadas. Face a redução, alcança-se o total de 8 horas. 
 
 OJ 395 SDI, I – TST – Turno ininterrupto de revezamento. 
 
 Súmula 60, I, TST – integração do adicional noturno no salário. 
 
1.5.1 - PRORROGAÇÃO DO TRABALHO NOTURNO 
 
 Art. 73 § 5º, CLT. 
 
 Empregado que começa a trabalhar às 22 horas só parando às 6 horas, 
terá direito ao adicional noturno referente ao trabalho realizado entre às 
05h e 06h, bem como à hora noturna reduzida. 
 
 Súmula 60, II, TST 
 
1.5.2 – HORÁRIOS MISTOS 
 
 Art. 73 § 4º, CLT. 
 
 Períodos que abrangem os diurnos e os noturnos. 
 
 
 OJ 388 SDI-I, TST – jornada de 12x36. 
 
1.5.3 – Mudança para o turno diurno 
 
 É possível a mudança do turno noturno para o diurno – poder do 
empregador - jus variandi. 
 
 Súmula 265, TST – supressão. Mudança de turno. 
 
1.5.4 – DISPOSIÇÕES ESPECIAIS: 
 
 Turnos de revezamento – embora ainda constem no caput do art. 73 a 
exclusão do direito de adicional noturno, tal norma não foi recepcionada 
pela CF/1946 face a violação ao principio da igualdade e razoabilidade. 
Assim, Súmula 213 STF. 
 
 Menor de 18 anos – vedação – art. 404 CLT e art. 7º, XXXIII, CF/88.