A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
TEPT

Pré-visualização | Página 1 de 1

TRANSTORNO DE ESTRESSE PÓS-TRAUMÁTICO (TEPT)
A característica essencial do transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) é o desenvolvimento de sintomas característicos após a exposição a um ou mais eventos traumáticos. A apresentação clínica do TEPT varia. Em alguns indivíduos, sintomas de reviver o medo, a emoção e comportamentos da situação traumática podem predominar. Em outros, estados de humor sem vontade e prazer, prejuízos cognitivos e oscilação de humor, podem ser mais perturbadores. Em alguns outros, a excitação e sintomas reativos externalizantes, por exemplo, sobressaltos a qualquer estimulo externo, podem ser observados, além de sintomas dissociativos, isto é, perde a memória, e às vezes muda de nome assumindo outra personalidade. Por fim, algumas pessoas exibem combinações desses padrões de sintomas.
Se origina a partir da exposição direta a eventos traumáticos, acompanhando 1 ou mais aspectos: vivencia direta com o trauma; exposição repetida/extrema à detalhes aversivos (não se aplica a veículos midiáticos); evento ocorreu com familiares/amigos próximos. 
O TEPT desencadeia sintomas, sendo eles intrusivos, evasivos, negativos e de excitabilidade.  
Os sintomas intrusivos apresentam imagens, lembranças ou sonhos recorrentes que remetem ao trauma – causando reações dissociativas. O sofrimento psicológico intenso e prolongado ante a simbolização do trauma pode causar reações fisiológicas intensas. 
Os sintomas evasivos apresentam esquivas aos estímulos associados ao trauma como recordações, pensamentos ou sentimentos. Também há esquivas a lembranças externas que remetam ao trauma. 
Os sintomas negativos alteram negativamente a cognição/humor de modo evidente, sendo acompanhado por 2 ou mais aspectos: amnésia dissociativa; crenças/expectativas negativas acerta de si/do outro/do mundo; cognição distorcida sobre o trauma; estado emocional negativo persistente; interesse reduzido bem como sentimentos de distanciamento/alienação em relação aos outros e incapacidade de sentir emoções positivas. 
Os sintomas de excitabilidade estão associados à reatividade do portador, gerando respostas extremas perante estímulos relacionados ao trauma, além de sintomas clássicos de excitação (perturbação do sono; ansiedade; hipervigilancia; irritabilidade, etc.). 
O TEPT é classificado em dois subtipos: despersonalização (sensação de estar fora do corpo) e desrealização (irrealidade do ambiente).