A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
16 pág.
Aula 01 BREVE HISTÓRICO

Pré-visualização | Página 1 de 1

Estradas e Transportes II 
UM BREVE HISTÓRICO DO DESENVOLVIMENTO DA 
TECNOLOGIA RODOVIÁRIA 
Profº André Denis 
Um Pouco de História 
Os Pavimentos Romanos 
 
As estradas têm sido fator de desenvolvimento e tem 
acompanhado o homem, ou melhor, dizendo, tem servido de 
caminho para o homem nos últimos milênios. 
 
Do que sobrou das ruínas e dos achados arqueológicos, as vias 
Romanas são as mais conhecidas e, a Via Appia, construída na 
República Romana, datando de 312 AC fazia parte de uma 
extensa malha viária composta de mais de 100 mil km, que 
corresponde pouco menos que o Brasil tem hoje 
(aproximadamente 165 mil km). 
Via Appia Via Appia 
Via Appia 
MACADAME 
 
John MacAdam, inglês nascido em 1756 e também conhecido por Macadam 
introduziu nos pavimentos urbanos o uso de pedras angulares. Ele observou 
que os pavimentos ingleses eram compostos por agregados redondos, por 
outro lado sabia do bom desempenho quando se utilizava agregado angular, 
devido o embricamento obtido. 
 
Idealizou um pavimento sobre um subleito já desenhado com inclinação 
transversal para facilitar a drenagem e composto de duas camadas de 
executadas com pedras-de-mão com diâmetro Maximo de 75 mm em duas 
camadas perfazendo um total de 20 cm. 
 
No topo dessa camada, ele colocava uma outra de uma polegada de espessura 
composta de agregado com esse valor de diâmetro Maximo. Assim a estrutura 
idealizada, tinha uma espessura total de 25 cm. O objetivo desta última 
camada era para melhorar a irregularidade e conseqüentemente diminuir o 
desconforto do usuário com a passagem da roda. 
 
Em 1815, elevado a encarregado de pavimentos na cidade de Bristol, 
Macadam pode fazer numerosos projetos. Seus pavimentos faziam 
tanto sucesso que deram o nome de "macadamized" e traduzido 
para o português como macadame. Em 1850 havia na Inglaterra 
aproximadamente 2200 km de pavimentos urbanos com essa 
configuração. A partir dai, foi introduzido o agregado fino 
proveniente da britagem do agregado usado para fazer as camadas. 
A introdução dos finos na camada, deu origem a uma das mais 
tradicionais bases de pavimento, as bases densas e conhecidas no 
Brasil como macadame hidráulico. 
 
A introdução de pavimento tipo macadame nos EUA se deu em 
Maryland, em 1823. 
 
A PISTA EXPERIMENTAL DA AASHO 
 
A pista experimental da AASHO - American Association State 
Highway Oflicials -construída no estado de Illinois, nos Estados 
Unidos entre 1958 e 1960 foi um marco na tecnologia 
rodoviária e ainda hoje influência as pesquisas e fornece 
elementos para novas discussões. 
Em termos de cronograma, sua origem remonta 1950 quando a 
AASHO concorda com a elaboração de experimentos regionais. 
Em 1951, o comitê recomenda que os testes sejam realizados 
para pavimentos rígidos e flexíveis, incluindo pontes. Em 1952, 
foi selecionado um local pelo “ Committee on Highway 
Transport” em Ottawa, Illinois para sediar a pista experimental. 
 
 
Em 1955 a AASHO convida Highway Reseach Board (HRB) para 
administrar a pista sendo o convite aceito. São providenciados 
os elementos necessários para a administração do evento e em 
1956 o engenheiro Walter Bamford McKendrick Jr. toma-se o 
Diretor de Projeto da pista até o ano de 1962. 
 
Em 15 de outubro de 1958 começa a construção da pista 
propriamente dita e em 30 de novembro de 1960 tem inicio os 
testes com veículos de carga que duraram dois anos. Em 
síntese, as obras de terra foram executadas no período de 
agosto de 1956 ao outono de 1957, as pontes do trecho foram 
construídas entre outubro de 1956. abril de 1958 e finalmente 
os pavimento entre o verão de 1957 a julho de 1958. A figura 
1.3 apresenta uma vista da construção da pista no trecho 
executado em concreto. 
 
 
 
Figura 1.3 Vista da construção da AASHO Road Test 
A pista era composta de 6 Loops sendo que os números 1 e 2 não 
serviram para a exposição dos veículos testes. O Loop 1 serviu para 
avaliações com relação ao meio ambiente e o Loop 2 apenas para 
veículos leves tipo caminhonetes. Na figura 1.5 são apresentados os 
veículos teste. Os veículos utilizados eram respectivamente um 
carro tipo furgão com 2 mil libras de peso ou aproximadamente 900 
kg em cada eixo e um caminhão que pode ser comparado ao veiculo 
moderno da Ford caminhão F350 para 6 mil libras no eixo de carga 
ou aproximadamente 2700 kg no eixo. 
 
 Figura 1.4 Vista das seções e os LOOPs da 
pista da AASHO Road Test 
Os veículos utilizados estão ilustrados na figura 1.5. De acordo com 
os dados experimentais, foram utilizados 14 veículos pequenos e 56 
veículos tipo carretas, rebocadas por cavalos mecânicos. 
 
Os veiculos trafegavam 18 horas e 49 minutos por dia e 6 dias por 
semana. Às 5 horas e 20 minutos restantes eram destinados à 
manutenção dos veículos e da pista. 
 
Durante os testes, de acordo com AASHO Road Test ocorreram 141 
acidentes sendo 2 com vitimas fatais. A figura 1.6 mostra um 
acidente ocorrido com uma carreta que tombou. 
 
Em termos de gastos, foram consumidos 27 milhões de dólares que 
trazidos a valor presente do ano de 2010, tem-se um consumo 
aproximado de 195 milhões de dólares. 
 
 
Figura 1.5 Veículos utilizados AASHO Road Test 
Figura 1.6 Acidente de Tombamento 
BOM FINAL DE SEMANA A TODOS!

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.