A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
glucagon_adrenalina (2)

Pré-visualização | Página 1 de 1

TRANSDUÇÃO DE SINAL – GLUCAGON E 
ADRENALINA 
 
 
 
1) O receptor para o glucagon e o receptor β-adrenérgico se receptores de superfície de 
membrana plasmática, já que estas moléculas são hidrofílicas. 
 
a) Onde encontramos receptor para glucagon: fígado, músculo, tecido adiposo? 
São encontrados no fígado e tecidos adiposos. 
b) Quais as células produtoras de glucagon? 
O glucagon é um polipeptídeo, secretado pelas células alfa (α) das ilhotas de Langerhans 
c) Qual o sinal para a liberação de glucagon? 
O pâncreas libera glucagon quando a taxa de açúcar no sangue (glicose) encontra se 
muito baixa. 
d) Onde a adrenalina é produzida: no córtex ou na medula da adrenal? 
A adrenalina é um hormônio produzido pela medula da suprarrenal. 
e) Em quais situações a adrenalina á liberada? 
A adrenalina é liberada sempre que o corpo é exposto a alguma situação de forte 
emoção (medo, susto, corrida, estresse ...), como se fosse um mecanismo de 
defesa. 
 
2) O receptor para o glucagon e o receptor β-adrenérgico estão associados à proteína Gs. 
 
a) O que é proteína G? 
A Proteína G pertence a uma classe de proteínas envolvidas na transdução de 
sinais celulares, ela é um importante mediador de vias metabólicas na forma de 
heterotrímero, com subunidades α, β e γ, que, na membrana plasmática, está associado a 
receptores GPCR. A proteína G, junto com seu receptor transmite sinais de hormônios e 
neurotransmissores, controlando o metabolismo da maquinaria celular, como a 
contração, a transcrição e a secreção. Essas proteínas pertencem a um grupo amplo de 
enzimas denominado ATPases. 
b) A proteína G ligada ao GDP está ativa ou inativa? 
A proteína G está inativa quando ligada ao GDP. 
c) A proteína G ligada ao GTP até ativa ou inativa? 
A proteína G está ativa quando ligada ao GTP. 
d) Qual a função da subunidade Gsα? 
 Realiza a ativação da enzima adenilato ciclase, gerando o aumento substancial do cAMP. 
e) Diferencie proteína Gs, Gi e Gq. 
Esta classe de proteína Gs é do tipo estimulatória, responsável pela ativação da adenilato 
ciclase, enzima catalisadora da reação de conversão do ATP em cAMP. 
A proteína Gq é responsável pela ativação da enzima fosfolipase C, que similarmente à 
adenilato ciclase (AMPc), participa da formação de segundos mensageiros. 
Jaquelina Gomes Rosa 
https://pt.wikipedia.org/wiki/Prote%C3%ADna
https://pt.wikipedia.org/wiki/Transdu%C3%A7%C3%A3o_de_sinal
https://pt.wikipedia.org/wiki/Transdu%C3%A7%C3%A3o_de_sinal
https://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%A9lula
https://pt.wikipedia.org/wiki/Membrana_plasm%C3%A1tica
https://pt.wikipedia.org/wiki/Monofosfato_c%C3%ADclico_de_adenosina
https://pt.wikipedia.org/wiki/ATP
https://pt.wikipedia.org/wiki/Fosfolipase_C
 
 
A proteína Gi (inibitória) inibe a atividade da enzima Adenilato Ciclase. Essa forma da proteína 
G, associada à diminuição da resposta celular, é a responsável pelos efeitos inibitórios de 
receptores na via adenilato ciclase. 
 
3) O mecanismo de transdução de sinal dos receptores para glucagon e adrenalina envolve a 
formação do segundo mensageiro celular AMP-cíclico. 
 
a) O que é segundo mensageiro celular? 
Segundos mensageiros intracelulares são moléculas de sinalização liberadas pela célula para 
provocar alterações fisiológicas tais como a proliferação, diferenciação, translocação de 
vesículas, produção de enzimas e a apoptose(morte celular programada). 
 
b) E quem é o primeiro mensageiro? 
Os primeiros mensageiros são hormônios, neurotransmissores ou fatores de crescimento que 
ativam receptores celulares. 
c) Qual a sua função do segundo mensageiro na regulação do metabolismo celular? 
Tem como função provocar alterações fisiológicas tais como a proliferação, diferenciação, 
translocação de vesículas, produção de enzimas e a apoptose(morte celular programada). 
 
d) Qual o nome da enzima produtora de AMPc? E quem ativa esta enzima? 
A enzima é a adenilato ciclase e ativada por receptores ß1 - adrenérgicos (ß1 - AC) 
via G - proteínas estimulatórias (Gs). 
 
4) Você estudou a ação da PKB (ativada pela insulina) e da PKA (ativada pelo glucagon e 
adrenalina, via AMPc). Todas são quinases ou cinases. 
 
a) O que são cinases ou quinases? 
 Uma cinase ou quinase é um tipo de enzima que transfere grupos fosfatos de moléculas doadoras 
de alta energia (como o ATP) para moléculas-alvo específicas (substratos). O processo tem o nome 
de fosforilação. 
b) Como são classificadas? 
As proteínas cinases são classificadas quanto à especificidade do aminoácido hidroxilado a 
ser fosforilado. Quando a transferência do grupo fosfato é realizada para resíduos de 
treonina ou serina no substrato, as PKs são classificadas como serina-treonina cinases. Por 
sua vez, quando a fosforilação ocorre em resíduos de tirosina do substrato, as PKs são 
classificadas como tirosina cinases. 5,9 Outra classificação das PKs é relacionada à sua 
organização e localização celular, sendo subdividas em proteínas cinases receptoras e não 
receptoras. As proteínas cinases receptoras são enzimas transmembranares que são 
obrigatoriamente ativadas por um ligante extracelular; enquanto as nãoreceptoras são 
enzimas localizadas no citoplasma, as quais são reguladas por mecanismo diverso. Ambas 
as classes de PKs apresentam um domínio cinase que é responsável pela atividade 
catalítica. 
c) Qual a importância do processo de fosforilação/defosforilação para o metabolismo celular? 
Os ciclos de fosforilação, que é uma das formas mais importantes de regulação na célula 
eucariótica. Estes ciclos permitem que as proteínas que são fosforiladas passem 
rapidamente de um estado para outro, modificando seu estado em resposta a um 
estímulo externo. É importante salientar que a adição/remoção do fosfato pode afetar a 
proteína de duas maneiras. Primeiro como o fosfato carrega duas cargas negativas, a 
adição de um grupo fosfato pode ocasionar uma mudança conformacional significativa, 
https://pt.wikipedia.org/wiki/Adenilato_ciclase
https://pt.wikipedia.org/wiki/Apoptose
https://pt.wikipedia.org/wiki/Horm%C3%B4nio
https://pt.wikipedia.org/wiki/Neurotransmissor
https://pt.wikipedia.org/wiki/Fator_de_crescimento
https://pt.wikipedia.org/wiki/Apoptose
https://pt.wikipedia.org/wiki/Enzima
https://pt.wikipedia.org/wiki/Grupo_fosfato
https://pt.wikipedia.org/wiki/Adenosina_trifosfato
https://pt.wikipedia.org/wiki/Substrato
https://pt.wikipedia.org/wiki/Fosforila%C3%A7%C3%A3o
 
 
principalmente pela atração de grupamentos laterais de aminoácidos carregados 
positivamente. Em segundo, o grupo fosfato pode formar parte de uma estrutura que os 
sítios de ligação de outras proteínas podem reconhecer. Dessa forma, a adição/remoção 
do fosfato altera a ligação de novos ligantes na superfície da proteína, sendo um 
mecanismo importante de sinalização celular e fundamental no processo de montagem e 
desmontagem de complexos proteicos. 
 
 
 
 
https://pt.wikipedia.org/wiki/Sinaliza%C3%A7%C3%A3o_celular