A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
26 pág.
respostas EDs-02-JUSTIFICADO

Pré-visualização | Página 4 de 5

é: B. 
As alternativas II e III estão incorretas 
 
 
“Um dos problemas com que se defrontam os países no mundo moderno é a 
perda de identidade cultural, isto é, a progressiva redução dos valores que lhes 
são próprios, de peculiaridades que lhes diferenciam as culturas.” (Aloísio Magalhães. 
Apud. GONÇALVES, José Reginaldo dos Santos. A retórica da perda. Os discursos do patrimônio cultural no Brasil. 2ed. Rio de Janeiro: 
Editora da UFRJ, Ministério da Cultura- IPHAN, 2002.) 
Essa afirmação de Aloísio Magalhães sinaliza para algumas das transformações 
por que passou a política de patrimônio quando esteve à frente de suas 
iniciativas. Indique a alternativa que apresenta aquelas mudanças que mais 
expressam esse processo: 
 Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: B. 
A alternativa B justifica a afirmação 
 
Excluem-se do patrimônio histórico e artístico nacional as obras de origem estrangeira, EXCETO: 
D que sejam importadas por pessoas estrangeiras expressamente para adorno de suas residências; 
 
 
Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: D. 
 
DECRETO-LEI Nº 25, DE 30 DE NOVEMBRO DE 1937. 
ART. 3º 
 
TOMBAMENTO: No tocante ao tombamento assinale a alternativa INCORRETA: 
 
A 
dos bens pertencentes à União, aos Estados e aos Municípios se fará de ofício, por ordem do diretor 
do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, independente de notificação à entidade a 
quem pertencer, ou sob cuja guarda estiver a coisa tombada, a fim de produzir os necessários efeitos; 
dos bens pertencentes à União, aos Estados e aos Municípios se fará de ofício, por ordem 
do diretor do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, independente de 
notificação à entidade a quem pertencer, ou sob cuja guarda estiver a coisa tombada, a fim 
de produzir 
 Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: A. 
Art. 9º O tombamento compulsório se fará de acôrdo com o seguinte processo: 
1) o Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, por seu órgão competente, notificará o 
proprietário para anuir ao tombamento, dentro do prazo de quinze dias, a contar do recebimento da 
notificação, ou para, si o quisér impugnar, oferecer dentro do mesmo prazo as razões de sua 
impugnação. 
LEGISLAÇÃO: O registro de bens culturais de natureza imaterial que constituem 
patrimônio cultural brasileiro, nos termos do Decreto nº 3551/2000, se fará em um dos 
seguintes livros, EXCETO: 
C de Registro de Datas; 
Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: C. 
Registro de datas não esta incluso. 
 
Quanto às propostas para registro de bens culturais de natureza imaterial, assinale a alternativa INCORRETA: 
A serão dirigidas ao Presidente do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural; 
 
Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: A. 
 
Não se aplica 
 
“Estimando que a garantia mais eficaz de conservação dos monumentos e obras do 
passado reside no respeito e dedicação que lhes consagram os próprios povos e certa de 
que tais sentimentos podem ser enormemente favorecidos por uma ação apropriada, 
inspirada na vontade dos Estados Membros de desenvolver as ciências e as relações 
internacionais,convencida de que os sentimentos que dão origem à contemplação e ao 
conhecimento das obras do passado podem facilitar grandemente a compreensão mútua 
entre os povos e que, para isso, é preciso beneficiá-los com uma cooperação internacional 
e favorecer por todos os meios a execução da missão social que lhes cabe (...).” 
Esse texto refere-se à: 
 
 
Recomendação de Nova Delhi, de 1956. 
 Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: C. 
 
Conforme resposta C - a Recomendação de Nova Delhi, de 
1956 
 
LEGISLAÇÃO: O instrumento jurídico criado por intelectuais, artistas e 
autoridades para tombar e, assim, proteger os bens de caráter extraordinário, 
reconhecidos como patrimônio no Brasil é: 
B Decreto-lei 25/37; 
 
 Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: B. 
 
Decreto-Lei nº 25, de 30 de novembro de 1937 - Planalto 
 
 
O IPHAN tem como finalidades as alternativas abaixo discriminadas, EXCETO: 
B 
exercer a vigilância e preservação vedado o uso do poder de polícia administrativa para a proteção 
deste patrimônio; 
 Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: B. 
 
Atribuição não prevista na legislação 
 
TOMBAMENTO: Assinale a acepção que o Tombamento NÃO confere à instituição competente: 
 
 
o direito próprio ou titularidade sobre o domínio das coisas tombadas; 
 
O fato é que o tombamento restringe o direito de propriedade 
e impõe encargos, expressando consequências jurídicas e 
caracterizando sacrifício de direito, implicando absorção do 
patrimônio e do valor do bem tombado. 
Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: D. 
 
CARTAS PATRIMONIAIS: A Carta Patrimonial, também reconhecida como “Carta 
internacional sobre conservação e restauração de monumentos e sítios” é a: 
B Carta de Veneza; 
 Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: B. 
Carta de Veneza,maio 1964 – Definições Art. 1º 
 
De acordo com a Constituição Federal de 1988, no tocante ao patrimônio histórico, não é competência da 
União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, 
 
 a política de preservação do patrimônio cultural deve ser democrática, participativa e aberta a todos os 
setores sociais que através de mecanismos de proteção terá a sua memória individual protegida pela 
preservação da memória plural. 
 Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: C. 
 
O Iphan manifesta sobre a incidência ou não de restrições legais à exportação de bens culturais de 
propriedade de pessoas físicas ou jurídicas que estejam em situação de movimentação ou de envio 
para o exterior 
Essa competência é do Instituto do Patrimônio 
Histórico e Artístico 
 
Assinale a alternativa que melhor caracteriza a política de patrimônio inaugurada com a criação do Serviço do 
Patrimônio Histórico e Artístico Nacional pelo decreto-lei n° 25 de 30 de novembro de 1937: 
 
A política de patrimônio implementada na gestão de Rodrigo Melo Franco de Andrade trazia a marca 
dos modernistas assim como de uma nova forma de tratar os monumentos a partir de sua consideração 
como expressões concretas de uma nacionalidade, que se dava a conhecer pelo exame desses signos. 
Os bens culturais classificados como patrimônio deveriam fazer a mediação entre os heróis nacionais, os personagens 
históricos, os brasileiros de ontem e os de hoje. Essa apropriação do passado era concebida como um instrumento para 
educar a população a respeito da unidade e permanência da nação. 
Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: E. 
 
LEGISLAÇÃO: O artigo 216 da Constituição Federal de 1988 explicita, entre outros, a condição de 
patrimônio cultural brasileiro para: 
 
E 
os conjuntos urbanos e sítios de valor histórico, paisagístico, artístico, arqueológico, paleontológico, 
ecológico e cientifico. 
 
 
O patrimônio cultural brasileiro contempla os diferentes grupos formadores da sociedade brasileira em suas 
contribuições materiais e imateriais. 
 
Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: E. 
 
São legitimados para provocar a instauração do processo de registro de bens culturais de natureza imaterial, 
EXCETO: 
É questionável a exclusão do Ministério Público do rol de legitimados à 
deflagração do processo de registro, visto que a missão institucional que lhe 
foi constitucionalmente assinada abrange a tutela de interesses difusos, 
categoria em que se situa inequivocamente a preservação e a promoção do 
patrimônio cultural brasileiro. 
A o Ministério Público; 
CARTAS PATRIMONIAIS: A respeito da Carta de Petrópolis (1987), resultante do 1.º 
Seminário Brasileiro para Preservação e Revitalização de Centros Históricos,

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.