Buscar

CURSO ONLINE PARASITO

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 24 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 24 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 24 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

PARASITOLOGIA CLÍNICA – ESTUDE SEM FRONTEIRAS 
 
 
1 - Os protozoários são unicelulares e encontram-se subdivididos em quatro 
grupos. Quais são eles? 
 
a) Sarcodina, Metazoa, Sporozoa e Cestoda. 
b) Protozoa, Metazoa, Platyhelminthes e Nemathelminthes. 
c) Sarcodina, Sporozoa, Mastigophora e Ciliata. 
d) Trematoda, Cestoda, Ciliata e Sarcodina. 
e) Protozoa, Metazoa, Sarcodina e Ciliata. 
 
2 - Com relação às formas parasitárias, marque a reposta INCORRETA. 
a) Trofozoíto é uma forma móvel que se alimenta e se reproduz envolto por uma 
membrana celular flexível. 
b) Cisto é uma forma não móvel que sobrevive bem no meio ambiente. 
c) Promastigotas ou tripomastigotas não apresentam flagelos e amastigostas 
apresentam flagelos. 
d) A forma larval se desenvolve na forma adulta que produz ovos. 
e) O ovo contém um embrião que gera a forma larval. 
 
3 - Contagens elevadas de eosinófilos ocorrem em infecções causadas por: 
 
a) Ascaris, Strongyloides e Necator. 
b) Toxocara, Trichina e Trypanosoma. 
c) Schistosoma, Necator e Leishmania. 
d) Ancylostoma, Toxocara e Trypanosoma. 
e) Ascaris, Leishmania e Trichina. 
 
4 - Com relação ao local de infecção do parasita, é correto afirmar: 
a) Taenia solium, Trichomonas vaginalis e Cryptosporidium parvum causam 
infecções intestinais. 
b) Wuchereria bancrofti e Shistosoma mansoni causam infecções teciduais. 
c) Taenia saginata e Shistosoma mansoni causam infecções intestinais. 
d) Entamoeba histolytica e Toxoplasma gondii causam infecções no sangue e nos 
tecidos. 
e) Plasmodium falciparum, Trypanosoma cruzi e Enterobius vermiculares causam 
infecções no sangue e nos tecidos. 
 
 
5 - Com relação às alternativas abaixo, marque a resposta correta. 
a) Protozoários são seres multicelulares. 
b) O cisto é uma forma móvel, assim como o trofozoíto. 
c) Leishmania e Trypanosoma possuem apenas formas com flagelos, que podem 
ser promastigotas ou tripomastigotas. 
d) Um hospedeiro definitivo apresenta ciclo sexuado ou parasito adulto. Um 
hospedeiro intermediário apresenta ciclo assexuado ou larva. 
e) A diminuição na contagem de eosinófilos está associada a várias infecções 
helmínticas. 
6 - Com relação à tricomoníase: 
a) Os trofozoítos causam diarreia crônica. 
b) A transmissão é sexual. 
c) Giardia lamblia é o parasita causador da doença. 
d) Os trofozoítos causam anemia. 
e) A transmissão é fecal-oral. 
7 - Com relação à teníase: 
a) É uma doença que desenvolve a cisticercose. 
b) Ocorre no sangue e nos tecidos. 
c) Causada pelo consumo de peixe cru contaminado por larvas. 
d) Taenia solium e Taenia saginata são cestódeos que causam essa doença. 
e) Os sintomas mais comuns são: cefaleia, diarreia e tosse crônica. 
8 - Associe o nome do parasita à doença que ele causa: 
a) Wuchereria bancrofti – filariose 
b) Leishmania tropica– malária 
c) Ascaris lumbricoides – ancilostomíase 
d) Trypanosoma cruzi – doença do sono 
e) Trichuris trichiura – meningite eosinofílica 
9 - As doenças parasitárias causadas por helmintos no trato intestinal podem 
ocorrer tanto por nematelmintos como por platelmintos. A presença de parasitas 
no trato intestinal pode causar várias alterações e sintomas no hospedeiro. 
Marque a opção INCORRETA. 
a) O Diphyllobothrium latum causa deficiência de vitamina B12. 
b) O Enterobius vermiculares causa prurido perianal. 
c) O Trichuris trichiura pode causar prolapso retal. 
d) O cisticerco de Taenia solium no encéfalo pode causar convulsão. 
e) O Paragonimus westermani causa diarreia crônica. 
10 - A manifestação clínica de uma doença parasitária depende de alguns fatores 
inerentes ao parasita e ao hospedeiro. São exemplos de fatores inerentes ao 
parasita e ao hospedeiro, respectivamente: 
a) Idade do parasita e imunidade do hospedeiro. 
b) Virulência do parasita e gênero do hospedeiro. 
c) Número de exemplares do parasita e imunidade do hospedeiro. 
d) Imunidade do parasita e do hospedeiro. 
e) Idade do parasita e doenças intercorrentes do hospedeiro. 
11 - Com relação ao ciclo de vida do Trypanosoma brucei, é incorreto afirmar: 
a) A mosca-tsé-tsé é o vetor. 
b) Em humanos, as tripomastigotas multiplicam-se por fissão binária. 
c) A mosca-tsé-tsé se contamina ao sugar sangue de humanos que contêm 
tripomastigotas na corrente sanguínea. 
d) O estágio infectante ocorre por epimastigotas. 
e) No estágio que ocorre na mosca-tsé-tsé, as tripomastigotas transformam-se 
em: tripomastigotas procíclicos, epimastigotas e tripomastigotas metacíclicos. 
12 - O modo de transmissão das parasitoses ocorre de diversas maneiras, 
depende do ciclo de vida de cada parasita. Indique o modo de transmissão 
correto que ocorre nas seguintes espécies: 
a) Giardia lamblia – sexual 
b) Toxoplasma gondii – barbeiro 
c) Plasmodium – mosquito Anopheles 
d) Entamoeba histolytica – inalação 
e) Ascaris lumbricoides – mosca-tsé-tsé 
13 - Identifique a resposta INCORRETA, de acordo com o hospedeiro definitivo e 
intermediário de cada doença: 
a) Na teníase, o homem é o hospedeiro definitivo e o porco ou gado é o 
hospedeiro intermediário. 
b) Na esquistossomose, o homem é o hospedeiro definitivo e o caramujo é o 
hospedeiro intermediário. 
c) Na filariose, o homem é o hospedeiro definitivo e o mosquito é o hospedeiro 
intermediário. 
d) Na enterobiose, o homem é hospedeiro definitivo e o mosquito é o hospedeiro 
intermediário. 
e) Na equinococose, o hospedeiro definitivo são os cães e o hospedeiro 
intermediário são ovelhas, cabritos ou porcos. 
14 - No ciclo de vida do Trypanosoma cruzi, causador da Doença de Chagas: 
a) O barbeiro é o inseto responsável por infectar o homem com tripomastigota 
metacíclico. 
b) No estágio que ocorre em humanos, amastigotas formam-se nos fluidos 
corporais. 
c) O barbeiro é infectado ao sugar sangue, ingerindo epimastigotas. 
d) O barbeiro infecta o homem através da saliva que contém tripomastigotas 
metacíclicos. 
e) No estágio infectante, tripomastigotas metacíclicos entram na pele somente 
pela ferida da picada. 
15 - No ciclo de vida da esquistossomose: 
a) Ocorre pelas espécies de Plasmodium. 
b) As cercárias infectam humanos pela penetração na pele. 
c) O caramujo é infectado por cercárias. 
d) Os vermes adultos são eliminados pelo homem através das fezes ou da urina. 
e) Os ovos eclodem na água doce, liberando cercárias que penetram no 
caramujo. 
16 - Quando há uma subespécie descrita em um nome de um parasita, como 
esta deve ser apresentada? 
a) Pediculus Humanus corporis. 
b) Pediculus (Humanus) corporis. 
c) Pediculus humanus (corporis). 
d) Pediculus humanus corporis. 
e) Pediculus humanus corporis. 
17- Na designação do nome de doenças, algumas formas são consideradas 
consagradas na forma da escrita. Quais são? 
a) Amebíase, ascaridíase e toxoplasmose. 
b) Cisticercose, hidatidose e ancilostomíase. 
c) Teníase, toxoplasmose e amebíase. 
d) Teníase, ascaridíase e cisticercose. 
e) Hidatidose, toxoplasmose e ascaridíase. 
18 - Em qual alternativa aparece um parasita com subgênero e escrito da forma 
CORRETA? 
a) Trypanosoma brucei gambiense. 
b) Leishmania (Leishmani mexicana. 
c) Leishmania viannia braziliensis. 
d) Pediculus humanus corporis. 
e) Trypanosoma brucei rhodesiense. 
19 - Com relação à designação de escrita das doenças causadas por parasitas: 
a) Podem ser escritas tanto com o sufixo –íase ou –ose, embora algumas 
doenças apresentam a forma de escrita consagrada. 
b) Preconiza-se o uso do sufixo –íase. 
c) Preconiza-se o uso do sufixo –ose. 
d) Podem ser escritas tanto com o sufixo –íase ou –ose. Não há preferência. 
e) Podem ser escritas tanto com o sufixo –ase ou –ose. Não há preferência. 
20 - A designação das doenças conforme o livro base de estudo de Warren, 2014 
é: 
a) Infecção causada por Toxoplasma gondii: toxoplasmíase. 
b) Infecção causada por Wuchereria bancroft: filaríase. 
c) Infecção causada pela Entamoeba histolytica: amebíase. 
d) Infecção causada por Giardia lamblia: giardose. 
e) Infecção causada porespécies de Trypanosoma: tripanossomose 
 
 
 
 
21 – Paciente com histórico de diarreia coletou uma amostra de fezes para análise 
laboratorial. Com relação a essa coleta, qual a alternativa correta? 
a) Coletou a amostra de fezes diretamente do pote que foi entregue pelo 
laboratório e armazenou em geladeira até o dia seguinte. 
b) Coletou a amostra de fezes diretamente do vaso sanitário, já que estava 
muito diarreica e levou imediatamente ao laboratório. 
c) Coletou a amostra de fezes de dentro do urinol que estava limpo, porém não 
conseguiu separar a urina das fezes diarreicas e levou imediatamente ao 
laboratório. 
d) Como o paciente se tratava de uma criança que utilizava fraldas, a amostra 
foi coletada diretamente da fralda e armazenada em geladeira até o dia 
seguinte. 
e) Como o paciente se tratava de uma criança que utilizava fraldas, a amostra 
foi coletada diretamente de um saco coletor que foi adaptado na região anal 
e a amostra foi levada imediatamente ao laboratório. 
 
22 - Correlacione o tipo de amostra com o parasita que espera-se 
encontrar: 
a) Amostra de escarro: trofozoítos de Trichomonas vaginalis 
b) Amostra de urina: ovos de parasitas intestinais como Ascaris lumbricoides. 
c) Amostra de biópsia de músculo cardíaco: amastigotas de Trypanosoma 
cruzi. 
d) Amostra de fezes: tripomastigota de Trypanosoma. 
e) Amostra de sangue: trofozoítos de Trichomonas vaginalis. 
23 - Uma amostra de fezes formadas sem conservantes chega ao 
laboratório para a realização do exame parasitológico de fezes. O paciente 
informa que deixou a amostra em geladeira por um dia. No processamento 
da amostra, observou-se que a parte externa da amostra estava ressecada. 
O que deve ser feito com essa amostra? 
a) Descartar e solicitar nova coleta, pois a amostra está ressecada. 
b) Realizar o exame normalmente, desprezando apenas a parte ressecada da 
amostra. 
c) Realizar o exame normalmente com toda a amostra, já que ela está dentro 
do prazo de estabilidade. 
d) Descartar e solicitar nova coleta, pois a estabilidade dessa amostra é de até 
12h. 
e) Realizar o exame, mas informar no laudo que a amostra estava ressecada 
externamente. 
24 - Na coleta de 3 amostras de fezes para exame parasitológico, qual 
situação abaixo não deve ser levada em consideração? 
a) Coletar a amostra em 3 dias consecutivos. 
b) Colocar a amostra no pote com solução preservadora e misturar bem. 
c) Entregar no laboratório as 3 amostras juntas. 
d) As amostras coletadas podem ser armazenadas em temperatura ambiente. 
e) Identificar cada amostra com nome, data e horário de cada coleta. 
 
25 - Paciente com suspeita de Enterobius vermicularis deve coletar qual 
tipo de amostra? 
a) Fezes. 
b) Escarro. 
c) Secreção vaginal. 
d) Biopsia de tecido. 
e) Material perianal. 
 
26 - Na rotina do laboratório que você trabalha, chega uma amostra de fezes 
preservada para realização do exame parasitológico de fezes. Qual o 
método de análise mais indicado para essa amostra? 
a) Exame direto a fresco. 
b) Exame macroscópico. 
c) Técnica de sedimentação espontânea. 
d) Método de Kato-Katz. 
e) Método de Bell. 
27 - Na análise microscópica do exame de fezes, são identificadas as 
formas parasitárias com base na morfologia de cada espécie. Qual 
alternativa indica a melhor forma de análise? 
a) Observar no microscópio em aumento de 40x e aumentar para objetiva de 
100x para confirmar estruturas. 
b) Observar no microscópio em aumento de 10x e aumentar para objetiva de 
40x para confirmar estruturas. 
c) Observar no microscópico em aumento de 40x a lâmina toda para garantir 
uma boa identificação. 
d) Observar na ocular de menor aumento do microscópio. 
e) Observar na ocular de maior aumento do microscópio. 
28 - Chega ao laboratório uma amostra de fezes com pedido para pesquisa de 
larvas. Qual método é o recomendado? 
a) Exame macroscópico. 
b) Método de Baermann-Moraes. 
c) Método de Kato-Katz. 
d) Método de Flutuação Simples. 
e) Exame direto a fresco. 
 
29 - Na análise de uma lâmina feita pelo método de Kato-Katz, o 
farmacêutico faz a contagem dos ovos. Encontrou na primeira leitura 12 
ovos, na segunda 11 ovos e na terceira 13 ovos. Qual o resultado ele irá 
liberar ao paciente? 
a) 12 ovos x 24 = 288 opg. 
b) 13 ovos x 48 = 624 opg. 
c) 12 ovos + 11 ovos + 13 ovos = 36 ovos. 
d) 11 ovos x 24 = 264 opg. 
e) 12 ovos x 48 = 576 opg. 
30 - Qual alternativa abaixo descreve parte do procedimento do Método de 
Kato-Katz? 
a) Utiliza-se um funil com mangueira que deve ser presa com uma pinça. 
b) Utilizar aproximadamente 5g de fezes, misturar em um copo com água 
corrente, filtrar e colocar num copo cônico. Esperar ao menos 1h. 
c) Utiliza uma tela para filtrar o material fecal que será colocado em uma placa 
quantificadora em cima de uma lâmina. 
d) Utiliza formalina-éter e várias etapas de centrifugação. 
e) Teste rápido realizado com uma pequena porção de fezes. 
 
 
 
31 - Ascaris lumbricoides é um verme nematódeo intestinal que causa a 
ascaridíase. Com relação a essa parasitose, qual alternativa é correta? 
a) O verme adulto é pequeno, medindo não mais que 8cm. 
b) O verme adulto adere-se nos pulmões 
c) O verme adulto deposita milhares de ovos por dia. 
d) Larvas também são eliminadas pelas fezes. 
e) Ovos são eliminados nas fezes e geram vermes no meio ambiente. 
32 - Os achados clínicos da ascaridíase são mais pela migração larval que 
ocorre do que pela presença do verme adulto no intestino. Marque a opção 
correta: 
a) Os danos cardíacos consistem em arritmia cardíaca, causada pela presença 
de vermes na circulação. 
b) Pode ocorrer a formação de cistos, principalmente no fígado. 
c) Ocorrem alterações nos exames laboratoriais, principalmente no 
hemograma, mostrando um aumento dos linfócitos. 
d) Crianças podem apresentar febre, vômito e diarreia. 
e) Pode ocorrer pneumonia por Ascaris lumbricoides. 
33 - Na ascaridíase ocorrem três formas parasitárias: ovo, larva e verme adulto, 
com relação ao parasita que causa essa parasitose: 
a) O verme adulto fêmea é maior do que o macho. 
b) Nas fezes somente são eliminados ovos férteis. 
c) Ovos férteis são maiores que os não férteis. 
d) Para complementar o diagnóstico são utilizados testes sorológicos. 
e) Não há diferença entre verme adulto macho e fêmea. 
 
34 - Indique a alternativa correta para a descrição do resultado de um 
exame parasitológico de fezes de um paciente com tricuríase: 
a) Presença de cistos de Trichuris trichiura. 
b) Foram observados larvas de Trichuris trichiura. 
c) Positivo para ovos e cistos de Trichuris trichiura. 
d) Presença de ovos de Trichuris trichiura. 
e) Negativo para ovos de Trichuris trichiura e positivo para vermes adultos 
de Trichuris trichiura. 
35 - O diagnóstico das geohelmintíases baseia-se em técnicas simples para 
identificação de parasitas. Com relação ao diagnóstico, indique a 
alternativa incorreta: 
a) Ovos de Trichuris trichiura são observados em exame parasitológico de 
fezes. 
b) Teste de Elisa é útil para identificação rápida de anticorpos de Ascaris 
lumbricoides em pacientes com ascaridíase. 
c) Vermes adultos de Ascaris lumbricoides podem ser encontrados nas fezes 
humanas. 
d) O método de Kato-Katz é utilizado para quantificação de ovos. 
e) Técnicas de concentração são as mais utilizadas para identificar a presença 
de ovos de geo-helmintos nas fezes. 
36 - Qual alternativa abaixo indica corretamente a parte do método de preparo 
de um esfregaço delgado? 
a) Para espalhar a gota de sangue no esfregaço, é necessária outra lâmina em 
ângulo de 90° para fazer a extensão. 
b) O esfregaço é deixado para secagem em estufa a 37°C. 
c) A quantidade de sangue necessária para a realização de um esfregaço é de no 
mínimo 1ml. 
d) Pode ser utilizado sangue coletado por punção venosa. 
e) O esfregaço não deve ser fixado. 
37 – Esfregaços delgado e espesso são muito utilizados no diagnósticode 
parasitas do sangue e muitas vezes eles são utilizados em conjunto na análise 
microscópica para ter um diagnóstico mais eficaz. Marque a alternativa 
correta: 
a) Esfregaços espesso e delgado devem ser analisados no microscópio em objetiva 
de 100x. 
b) O esfregaço espesso deve ser corado logo depois de feita a gota espessa. 
c) Esfregaços espesso e delgado devem ser fixados antes de corar. 
d) A leitura dos esfregaços espesso e delgado deve ser da mesma forma, do centro 
para a periferia. 
e) A visualização macroscópica do esfregaço corado corretamente é na cor azul. 
38 - Marque a alternativa que cita o método correto de análise de parasitas do 
sangue e dos tecidos: 
a) Xenodiagnóstico: para diagnosticar Leishmaniose. 
b) Histopatologia corado com Hematoxilina-Eosina: para diagnosticar 
Leishmaniose. 
c) ELISA: para diagnosticar estrongiloidíase. 
d) Hemocultura: para diagnosticar Malária. 
e) Intradermorreação de Montenegro: para diagnosticar Doença de Chagas. 
39 - Uma paciente gestante está com suspeita de toxoplasmose. Qual o melhor método 
de diagnóstico para essa parasitose? 
a) Esfregaço espesso. 
b) Biópsia de linfonodo. 
c) Exame direto a fresco. 
d) Gota espessa. 
e) Teste sorológico para pesquisa de anticorpos de Toxoplasma gondii. 
40 - Paciente teve como diagnóstico: Doença de Chagas em fase crônica. Nessa fase, 
qual o melhor método de diagnóstico? 
a) Esfregaço espesso. 
b) Teste sorológico para detecção de anticorpos. 
c) Exame parasitológico de fezes. 
d) Biópsia da lesão de pele. 
e) Teste de Intradermorreação de Montenegro. 
41 – Sua paciente é uma mulher de 30 anos de idade, voluntária do Corpo da Paz, 
que retornou recentemente da América Central. Ela agora apresenta febre e dores 
no quadrante superior direito. Ela disse que teve diarreia sanguinolenta há dois 
meses. A tomografia computadorizada revelou uma área radiolúcida no fígado que 
foi interpretada como um abscesso. A aspiração do material do abscesso foi 
realizada. Um exame microscópico revelou eritrofagocitose em trofozoítos não 
flagelados móveis com movimento ameboide. Qual das seguintes opções é a 
provável causa desta infecção? 
a) Entamoeba coli. 
b) Entamoeba histolytica. 
c) Endolimax nana. 
d) Trichomonas vaginalis. 
e) Entamoeba hartmanni. 
42 – Quanto ao diagnóstico laboratorial da amebíase é INCORRETO afirmar: 
a) Presença de trofozoítos em fezes diarreicas. 
b) E. histolytica pode ser diferenciada de outras amebas por meio da natureza do 
núcleo do trofozoíto e pelo tamanho do cisto e a quantidade de núcleos 
presentes nele. 
c) Dois exames são altamente específicos para E. histolytica presente nas fezes: 
um detecta o antígeno de E. histolytica e o outro detecta o ácido nucleico do 
organismo em um ensaio de PCR. 
d) O teste de hemaglutinação direta é, geralmente, positivo em pacientes com 
doença invasiva. 
e) O núcleo do trofozoíto de E. histolytica é semelhante ao de outras amebas. 
43 – Sua paciente é uma menina de 10 anos com febre e dor de cabeça intensa 
durante os últimos dois dias. Uma história pertinente inclui natação em uma lagoa 
próxima ao seu lar, na região rural da Califórnia, em agosto. No exame foi 
observada rigidez na nuca e uma punção lombar foi realizada. A contagem de 
leucócitos no líquido espinal foi de 12.200 com 80% de neutrófilos. O exame 
microscópico de amostra a fresco do líquido espinal revelou trofozoítos móveis. 
Entre as seguintes opções, qual é o agente causador da infecção? 
a) Acanthamoeba castelanii. 
b) Cryptosporidium parvum. 
c) Naegleria fowleri. 
d) Toxoplasma gondii. 
e) Trypanosoma cruzi. 
 
44 – Marque a alternativa correta sobre as amebas intestinais: 
a) São difíceis de serem diagnosticadas. 
b) Todas as espécies são levemente patogênicas. 
c) Endolimax nana é a maior de todas as amebas. 
d) Na microscopia realizada com preparos a fresco de fezes, os cistos são melhor 
identificados quando corados com solução de iodo. 
e) Entamoeba histolytica é semelhante a outras espécies de amebas e por isso 
deve ser diferenciada por microscopia. 
45 - Com relação às características morfológicas das amebas, marque a opção 
INCORRETA: 
a) Cistos de Entamoeba coli são uni ou binucleados. 
b) Cistos de Iodamoeba buetlli apresentam vacúolo de glicogênio. 
c) Cisto de Acanthamoeba castelanii apresentam parede externa dupla e rugosa. 
d) Cistos da Entamoeba polecki apresentam um único núcleo ou são binucleados. 
e) Trofozoítos de Entamoeba histolytica/E. dispar podem apresentar a ingestão de 
eritrócitos. 
46 – Com relação ao diagnóstico laboratorial da tricomoníase, é incorreto afirmar: 
a) O método mais utilizado é o exame microscópico em uma lâmina a fresco de 
secreções vaginais ou de próstata. 
b) Imunofluorescência direta é uma técnica complexa. 
c) Cultura do parasita é um método rápido e prático. 
d) A amostra utilizada no diagnóstico é secreção vaginal ou da próstata. 
e) No método do exame microscópico em lâmina a fresco são observados 
trofozoítos móveis. 
47 - Os achados clínicos da tricomoníase são diferentes em homens e mulheres. 
Marque a alternativa correta: 
a) Em homens ocorre coceira intensa. 
b) Cerca de 10% dos homens infectados apresentam uretrite. 
c) Mulheres podem apresentar um corrimento inodoro e incolor. 
d) Pode causar febre e dor de cabeça. 
e) Podem ocorrer lesões uretrais em forma de bolha. 
48 – Uma mulher sexualmente ativa de 24 anos de idade reclama de coceira 
vaginal e corrimento fétido. Para verificar seu diagnóstico sugestivo de 
tricomoníase, você deve incluir um dos seguintes itens em seu prontuário: 
a) Exame parasitológico de fezes. 
b) Esfregaço fecal para ovos e parasitas. 
c) Lâmina fresca de fluido vaginal. 
d) Teste de Elisa do soro. 
e) Cultura de fezes. 
49 - Sua paciente é uma mulher de 30 anos que retornou de uma viagem pela 
Europa Ocidental uma semana atrás. Na viagem, ela apresentou anorexia, 
náuseas sem vômito e distensões abdominais. Nos dois últimos dias, teve 
diarreias aquosas explosivas. Um exame de suas fezes revelou organismos 
móveis, flagelados e com forma de pera. Em relação às seguintes opções, qual 
é o agente causador da infecção? 
a) Acanthamoeba castelanii. 
b) Entamoeba histolytica. 
c) Giardia lamblia. 
d) Naegleria fowleri. 
e) Trichomonas vaginalis. 
50 – Marque a alternativa correta com relação ao diagnóstico da giardíase: 
a) O diagnóstico é feito necessariamente pela presença de trofozoítos nas fezes. 
b) O teste de Elisa pode ser utilizado para verificar a presença de anticorpos de 
Giardia. 
c) PCR é a técnica mais específica e mais utilizada para giardíase. 
d) Testes sorológicos são amplamente utilizados no diagnóstico de giardíase. 
e) Presença de trofozoítos em forma de pera em fezes diarreicas é confirmatório 
para Giardia lamblia. 
51 – Com relação à doença de Chagas é correto afirmar: 
a) É sinônimo de tripanossomíase africana. 
b) O músculo cardíaco é o tecido mais afetado. 
c) A fase aguda da doença é assintomática. 
d) Sinal de Romaña é o nódulo que se forma próximo ao local da picada. 
e) Pode ser letal, sendo a principal causa de meningite. 
52 – Com relação à doença do sono (tripanossomíase africana): 
a) Na forma aguda causa dores musculares. 
b) O vetor é a mosca-tsé-tsé que transmite tripomastigotas pelas fezes. 
c) As tripomastigotas multiplicam-se nos tecidos, principalmente no muscular. 
d) A sonolência típica da doença progride ao coma. 
e) A progressão da doença é a mesma para as espécies de Trypanosoma brucei 
gambiense e Trypanosoma brucei rhodesiense. 
53 – Com relação ao diagnóstico da tripanossomíase marque a alternativa 
incorreta: 
a) A doença aguda é diagnosticada pela presença de tripomastigotas no sangue. 
b) Alta concentração de proteínas, pleocitose e presença de tripomastigotas é 
encontrada na tripanossomíase africana. 
c) Xenodiagnóstico é uma técnica rápida e simples. 
d) Tripomastigotas nãosão numerosas no sangue. 
e) Amastigotas de Trypanosoma cruzi podem estar presentes em biópsia muscular. 
54 – Na análise de uma amostra positiva para Trypanosoma cruzi: 
 
a) Foram encontradas tripomastigotas em pelo menos 3 amostras de fezes. 
b) Na análise microscópica é necessário prestar atenção na presença de artefatos, 
pois podem confundir o diagnóstico. 
c) Testes sorológicos raramente são utilizados, uma vez que é fácil encontrar o 
parasita no sangue circulante. 
d) Hemocultura e xenodiagnóstico são técnicas modernas e muito utilizadas. 
e) As amastigotas móveis são facilmente encontradas em preparos a fresco de 
sangue. 
55 – Indique a alternativa correta: 
a) A tripanossomíase africana pode causar morte por encefalite. 
b) A tripanossomíase americana pode causar morte devido a intensos picos de 
febre que provocam delírios. 
c) As duas subespécies Trypanosoma brucei gambiense e T. b. rhodesiense são 
diferenciados na microscopia por apresentarem tamanhos diferentes. 
d) Amastigotas de Trypanosoma cruzi são indistinguíveis de amastigotas de 
Trypanosoma brucei gambiense e T. b. rhodesiense. 
e) Tripomastigotas e amastigotas de T. cruzi são encontradas em esfregaços 
espessos ou delgados do sangue. 
56 – Com relação à Leishmania donovani: 
a) O ciclo de vida envolve a mosca tsé-tsé como vetor. 
b) Causa a leishmaniose visceral, que afeta os órgãos do sistema respiratório. 
c) Um dos sintomas da leishmaniose visceral é a hiperpigmentação cutânea 
observada em pacientes de pele clara. 
d) Entre os sintomas, raramente ocorre alteração no baço. 
e) No diagnóstico microscópico pode-se observar a presença de promastigotas em 
biópsia de pele. 
57 – Em relação à leishmaniose, qual das seguintes opções é a mais correta: 
a) Na leishmaniose cutânea ocorre e formação de uma ferida necrosada no local 
da picada do mosquito. 
b) O diagnóstico da leishmaniose cutânea ou mucocutânea geralmente é feito 
por microscopia, onde se observa a presença de amastigotas em esfregaço 
sanguíneo. 
c) O diagnóstico das leishmanioses pode ser feito por testes imunológicos. 
d) Um aumento acentuado do coração em uma radiografia do tórax é típico da 
leishmaniose visceral. 
e) Um exame patológico de uma amostra para a presença de L. donovani deve 
principalmente observar eosinófilos no sangue periférico. 
58 – Seu paciente é um homem de 25 anos com febre e perda de peso nas 
últimas três semanas. Ele é um soldado das Forças Armadas dos EUA que 
recentemente retornou de suas atividades do Oriente Médio. Exames físicos 
não foram úteis. Testes laboratoriais revelaram anemia e leucopenia. Várias 
culturas do sangue para bactérias e fungos foram negativas, como o teste para 
o antígeno p24 do HIV. 
Uma tomografia computadorizada do abdome revelou esplenomegalia. Uma 
biópsia da medula óssea foi realizada, e uma amostra corada revelou 
amastigotas no interior de células mononucleares. Em relação às seguintes 
opções, qual é o agente causador da infecção? 
a) Leishmania donovani 
b) Leishmania braziliensis 
c) Leishmania mexicana 
d) Trypanosoma brucei 
e) Trypanosoma cruzi 
59 – Podemos afirmar com relação à classificação das formas da leishmaniose 
tegumentar americana: 
a) A forma visceral é a mais grave. 
b) A forma mucosa tardia é a mais comum entre as manifestações. 
c) A forma cutânea disseminada tem como característica múltiplas lesões 
ulceradas. 
d) A forma mucosa primária é caracterizada por picada do vetor na face e tronco. 
e) A forma cutânea difusa atinge com frequência os indivíduos habitantes das 
regiões ribeirinhas do Brasil. 
60 – Com relação à leishmaniose no Brasil, indique a alternativa INCORRETA: 
a) A leishmaniose visceral é causada pela Leishmania (Leishmani chagasi. 
b) Sinonímia da leishmaniose tegumentar americana é úlcera de Bauru. 
c) Sinonímia da leishmaniose visceral é Calazar. 
d) As três principais espécies que causam a leishmaniose tegumentar 
americana no Brasil são: Leishmania (Leishmani amazonensis, Leishmania 
(Leishmani chagasi e Leishmania (Vianni braziliensis. 
e) O diagnóstico normalmente é realizado por teste parasitológico, imunológico 
e molecular. 
61 – Em relação a Toxoplasma gondii, qual das seguintes opções é a correta: 
a) O diagnóstico microscópico é a técnica mais utilizada. 
b) A forma de Toxoplasma encontrada nos cistos de tecidos em humanos é o 
trofozoíto que se multiplica rapidamente. 
c) O hospedeiro definitivo mais importante para o Toxoplasma é o gato 
doméstico. 
d) A maioria das infecções primárias em adultos imunocompetentes é 
caracterizada por diarreia. 
e) Se a paciente é uma mulher grávida que tem anticorpos IgM para 
Toxoplasma no sangue, então você pode dizer a ela que é improvável que o 
feto corra risco de infecção. 
62 – A infecção congênita da toxoplasmose ocorre somente quando a mãe é 
infectada na gravidez. Com relação a esse tipo de infecção é incorreto afirmar: 
a) A incidência da infecção congênita em gestantes é maior naquelas que adquirem 
a toxoplasmose durante o primeiro trimestre. 
b) Pode ocasionar a Tétrade de Sabin. 
c) A infecção no início da gestação está associada a sequelas mais severas. 
d) As manifestações da toxoplasmose congênita podem surgir em momentos 
distintos. 
e) Pode ocorrer aborto espontâneo, nascimento prematuro e morte neonatal. 
63 – O diagnóstico da Toxoplasmose é realizado em associação com os aspectos 
clínicos do paciente e o resultado da análise laboratorial. Marque a opção correta 
para um paciente com toxoplasmose: 
a) Paciente com exantema e febre a 2 dias. Resultado sorológico para 
Toxoplasmose: IgM negativo e IgG positivo. 
b) Paciente com Aids apresenta piora do quadro clínico com identificação de 
coriorretinite e lesões cerebrais. Resultado sorológico para Toxoplasmose: IgM 
positivo e IgG negativo. 
c) Dor abdominal acompanhada de náusea, diarreia e dor de cabeça. Diagnóstico 
microscópico: presença de cistos de Toxoplasma gondii no exame de fezes. 
d) Paciente com coriorretinite. Resultado sorológico para Toxoplasmose: IgM 
negativo e IgG negativo. 
e) Gestante com linfadenopatia localizada. Resultado sorológico para 
Toxoplasmose: IgM positivo e IgG negativo. 
 
 
64 – Com relação ao teste de avidez para toxoplasmose: 
a) É um teste realizado principalmente em imunodeprimidos. 
b) É realizado por teste de ELISA. 
c) Anticorpos IgG de baixa avidez indicam infecção crônica. 
d) É analisado na identificação microscópica do parasita. 
e) É indicado para gestantes com IgG positivo. 
65 – O diagnóstico da Toxoplasmose é realizado em associação com os aspectos 
clínicos do paciente e o resultado da análise laboratorial. Marque a opção correta 
para um paciente com toxoplasmose: 
a) Paciente com exantema e febre a 2 dias. Resultado sorológico para 
Toxoplasmose: IgM negativo e IgG positivo. 
b) Paciente com Aids apresenta piora do quadro clínico com identificação de 
coriorretinite e lesões cerebrais. Resultado sorológico para Toxoplasmose: IgM 
positivo e IgG negativo. 
c) Dor abdominal acompanhada de náusea, diarreia e dor de cabeça. Diagnóstico 
microscópico: presença de cistos de Toxoplasma gondii no exame de fezes. 
d) Paciente com coriorretinite. Resultado sorológico para Toxoplasmose: IgM 
negativo e IgG negativo. 
e) Gestante com linfadenopatia localizada. Resultado sorológico para 
Toxoplasmose: IgM positivo e IgG negativo. 
66 – Com relação à patogênese da Malária marque a alternativa correta: 
a) As hemácias são destruídas pela liberação dos esporozoítos. 
b) A hemoglobinúria, que ocorre na malária por P. falciparum, não causa 
nenhuma consequência séria no organismo humano. 
c) A doença causada por P. malariae é chamada malária quartã, pois a febre 
ocorre a cada quatro dias. 
d) A Malária é transmitida somente pela picada do mosquito Anopheles. 
e) P. vivax infecta hemácias em todos os seus estágios. 
 
 
67 – A gravidade da infecção pelo Plasmodiumfalciparum, comparada às outras 
três formas de malária, é decorrente de qual destas alternativas? 
a) Destruição dos leucócitos compromete a reação imunológica contra a malária. 
b) As células-tronco da medula são em grande parte destruídas. 
c) Podem ocorrer danos ao coração e aos pulmões. 
d) Os parasitas presentes na corrente sanguínea reinvadem do fígado e 
induzem um estado mais grave da doença. 
e) As hemácias infectadas e deformadas aderem ao revestimento interior dos 
vasos sanguíneos e bloqueiam o fluxo de sangue por esses vasos. 
68 – Com relação ao diagnóstico da malária, marque a alternativa incorreta: 
a) Gota espessa é o método amplamente adotado no Brasil para o diagnóstico da 
malária. 
b) Esfregaço delgado é mais sensível do que a gota espessa. 
c) Testes imunocromatográficos são chamados de testes rápidos. 
d) Os testes rápidos são úteis para a confirmação diagnóstica. 
e) O diagnóstico por técnicas moleculares são de custos elevados. 
69 – Na identificação microscópica de uma amostra suspeita de malária por 
Plasmodium falciparum, marque a alternativa correta: 
a) Os gametócitos identificados por esfregaço delgado são em forma de meia-lua. 
b) Os gametócitos vistos no esfregaço delgado são redondos e ovais, preenchendo 
o eritrócito infectado. 
c) Trofozoítos em forma de cesto ou de banda são característicos da Malária por 
P. falciparum. 
d) Os esquizontes identificados na gota espessa são grandes e ameboides. 
e) O trofozoíto em forma de anel lembra o formato de um olho de pássaro. 
70 – Indique a associação correta encontrada em exame de gota espessa e de 
esfregaço delgado: 
a) Trofozoíto em forma de cesto com vacúolos – P. vivax. 
b) Esquizonte grande e ameboide – P. malarie. 
c) Trofozoítos em forma de anel com granulações de Maurer – P. falciparum. 
d) Gametócito em forma de meia-lua – P. vivax. 
e) Esquizonte disposto em forma de roseta – P. falciparum. 
71 – Em relação ao Schistosoma mansoni, qual das seguintes opções é a 
correta? 
a) O principal sítio de localização do S. mansoni no corpo humano são as veias 
mesentéricas. 
b) A patologia da esquistossomose é causada principalmente pela cercária que 
entra e mata os hepatócitos. 
c) O diagnóstico laboratorial do S. mansoni depende da observação de ovos 
com um espículo terminal nas fezes. 
d) Esquistossomos adultos são eliminados nas fezes e são obrigatoriamente 
ingeridos pelos caramujos de água doce para continuidade do ciclo de vida. 
e) O prurido do nadador ocorre quando os ovos de S. mansoni espalham-se do 
fígado para a pele, em que induzem uma reação de hipersensibilidade 
imediata mediada por histamina (tipo 1). 
72 – Seu paciente é um homem de 30 anos, com dor perineal de baixo grau por 
várias semanas, que teve um episódio de ejaculação com dor e hematúria pós-
relação sexual. Ele tem há muito tempo um relacionamento monogâmico. Ele 
viajou extensivamente pelo mundo durante os últimos 10 anos. O exame de 
urina foi negativo. Um exame citológico das células na urina não revelou 
células tumorais. A citoscopia revelou várias lesões poliploides e uma biópsia 
da lesão foi obtida. O tecido foi examinado em microscópio óptico e ovos com 
espículo lateral foram observados. Em relação às seguintes opções, qual é a 
causa MAIS provável? 
a) Clonorchis sinensis. 
b) Paragonimus westermani. 
c) Schistosoma haematobium. 
d) Schistosoma japonicum. 
e) Schistosoma mansoni. 
73 – Marque a alternativa incorreta: 
a) O estágio agudo da infecção por Schistosoma inicia logo após a penetração das 
cercárias causando prurido e dermatite. 
b) O diagnóstico para Schistosoma é presença de ovos característicos nas fezes 
ou na urina, pois testes sorológicos não são úteis. 
c) Na paragonimíase, a doença pode assemelhar-se à tuberculose. 
d) Vermes adultos de Fasciola hepática podem ser removidos cirurgicamente da 
faringe. 
e) O padrão ouro para diagnóstico de trematódeos é teste de ELISA, pois consegue 
detectar anticorpos específicos de cada parasita. 
74 – Com relação à fase aguda e crônica da infecção causada por Fasciola 
hepática: 
a) A fase crônica é também conhecida como hepática. 
b) A fase aguda é também conhecida como hepática. 
c) O caminho percorrido pelos vermes imaturos na fase aguda são: estômago, 
intestino e fezes. 
d) A migração das larvas na fase aguda não causa nenhum dano ao homem. 
e) A fase aguda normalmente é fatal em humanos. 
75 – Marque a alternativa correta sobre a Fasciola hepática: 
a) Pertence aos protozoários. 
b) Pode causar halzum que é uma faringite dolorosa. 
c) Os sintomas da doença ocorrem devido à presença do verme adulto no trato 
respiratório. 
d) Na identificação microscópica do parasita, observamos um ovo redondo com 
extremidades achatadas. 
e) O diagnóstico é realizado através do teste rápido para detecção de Fasciola 
hepática. 
76 – Um indivíduo do sexo masculino, residente numa cidade na área rural do 
sul do Brasil, relatou em consulta médica, apresentar perda de peso recente 
com dor abdominal, náuseas e diarreia. O médico suspeitou de teníase. Na 
investigação diagnóstica, qual das situações abaixo não é verdadeira para 
teníase? 
a) São observadas proglótides grávidas nas fezes, tanto para T. Solium como para 
T. Saginata. 
b) Ovos são encontrados nas fezes, porém são indistinguíveis entre as duas 
espécies de tênias. 
c) São utilizados testes de imagem para definir o diagnóstico. 
d) Podem ser encontrados ovos e proglótides nas fezes. 
e) Pode ser utilizado teste de ELISA. 
77 – A Taenia Solium é um platelminto da classe cestoda conhecido como tênia 
do porco. Pode causar teníase e cisticercose. Com relação a esta espécie, qual 
das seguintes opções é a correta? 
a) A T. solium fica aderida na parede intestinal humana. 
b) Os principais efeitos da teníase ocorrem no sistema nervoso central, em que a 
tênia se insere. 
c) O cisticerco de T. Solium contém os ovos maduros do organismo. 
d) No laboratório, a identificação de vermes adultos é baseada na descoberta do 
escólex típico nas fezes. 
e) A ingestão de proglótides grávidas de T. Solium por porcos resulta em tênias 
maduras no intestino dos porcos. 
78 – Nas alternativas abaixo, apenas uma é correta com relação à teníase ou à 
cisticercose: 
a) As proglótides de Taenia Saginata podem causar prurido na região anal. 
b) O cisticerco é composto por inúmeros ovos de tênia. 
c) O verme adulto de tênia libera apenas ovos nas fezes. 
d) A cisticercose é normalmente assintomática, podendo causar sintomas leves 
que não demandam tratamento. 
e) Uma tênia adulta pode medir até 20 metros de comprimento. 
79 – As tênias apresentam um corpo achatado e longo que é composto de 
múltiplos segmentos chamados de proglótides. As proglótides que se localizam 
na extremidade distal do verme são as grávidas. 
Marque a alternativa correta: 
a) Proglótides grávidas de T. Solium apresentam até 20 ramificações uterinas 
principais. 
b) Proglótides grávidas de T. Saginata apresentam até 10 ramificações uterinas 
principais. 
c) São eliminadas nas fezes e apresentam cor esbranquiçada. 
d) Não é possível diferenciar a espécie de tênia através da análise das proglótides. 
e) As ramificações uterinas são visíveis a olho nu. 
80 – Em um laboratório de análises clínicas, no preparo de uma amostra de fezes, 
um técnico do laboratório encontra pedaços esbranquiçados medindo 
aproximadamente 2 cm. Ao mostrar para o farmacêutico responsável pela 
microscopia, ele suspeita de tênia. 
O que é necessário nesse caso para definir qual a espécie de tênia? 
a) Observar na microscopia ovos marrons arredondados, com casca espessa e 
radiada. 
b) Observar na microscopia cistos marrons arredondados. 
c) Fazer uma tomografia computadorizada. 
d) Observar por microscopia a proglótide corada por Tinta da China ou Carmin para 
quantificar as ramificações uterinas. 
e) Observar por microscopia a proglótide para identificar a presençade larvas. 
81 – A infecção causada pelo Echinococcus granulosus causa a equinococose ou 
hidatidose. Na maioria dos casos é assintomática, mas pode causar alguns 
sintomas dependendo da localização dos cistos. São sintomas relacionados à 
presença de cistos hidáticos, exceto: 
a) Presença de massas palpáveis e icterícia provocados por cistos hidáticos no 
fígado. 
b) Convulsões e cefaleia provocados por cistos hidáticos cerebrais. 
c) Deficiência de vitamina B12 que causa anemia perniciosa devido a presença de 
cistos hidáticos no intestino. 
d) Tosse e dispneia devido a cistos hidáticos nos pulmões. 
e) Fratura espontânea devido a destruição de trabéculas provocadas por cistos 
hidáticos nos ossos. 
 
 
82 – A infecção causada pelo Echinococcus granulosus causa a equinococose ou 
hidatidose. Na maioria dos casos é assintomática, mas pode causar alguns 
sintomas dependendo da localização dos cistos. São sintomas relacionados à 
presença de cistos hidáticos, exceto: 
a)

Continue navegando

Outros materiais