A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
231 pág.
Citologia - Questões - Landim

Pré-visualização | Página 4 de 50

um 
nucleoide, onde o material genético está disperso no 
citoplasma e é constituído de um único cromossomo 
formado por DNA circular e desnudo (não associado a 
proteínas histonas), além de pequenos fragmentos de 
DNA extracromossomial denominados plasmídeos. 
Como o DNA bacteriano não está envolvido por 
carioteca, a extração de torna facilitada por não 
 
9 
 
precisar romper muitas membranas, mas apenas a 
membrana plasmática. 
 
Questão 7: E 
 
Comentário: As células possuem uma região chamada 
núcleo cuja função é abrigar o material genético dos 
organismos. Em algumas células, este núcleo é 
delimitado por uma membrana chamada membrana 
nuclear ou carioteca. Algumas células, porém, não 
possuem uma carioteca, sendo que o material genético 
está diretamente em contato com o citoplasma. Nestes 
casos, o núcleo não está organizado e é 
preferencialmente chamado de nucleóide. 
Procariontes não possuem carioteca, possuindo um 
nucleóide. Não há organelas membranosas em células 
procarióticas. Pode-se então dizer que elas não 
possuem compartimentalização. Assim, o chamado 
sistema de endomembranas (composto por R.E., 
complexo de Golgi, mitocôndrias, etc) está ausente. A 
única organela encontrada em organismos 
procariontes são os ribossomos. 
 
Questão 8: B 
 
Comentário: Bactérias são seres constituídos de 
células procarióticas, de modo a não apresentarem 
núcleo delimitado por carioteca, mas sim um 
nucleoide, onde o material genético está disperso no 
citoplasma e é constituído de um único cromossomo 
formado por DNA circular e desnudo (não associado a 
proteínas histonas). Células bacterianas em geral se 
reproduzem de modo assexuado, com uma divisão 
celular denominada amitose, caracterizando o 
processo de bipartição ou cissiparidade. A simplicidade 
do material genético e a habilidade de gerar clones na 
reprodução assexuada são aspectos que justificam o 
uso de bactérias em engenharia genética, como na 
técnica do DNA recombinante para a produção de 
seres transgênicos. 
 
Questão 9: D 
 
Comentário: Como as bactérias se reproduzem 
assexuadamente em grande velocidade quando 
supridas de nutrientes adequados no meio, o uso das 
mesmas é muito comum em Engenharia Genética para 
clonar segmentos de DNA recombinante ou mesmo 
para produzir substâncias de interesse médico ou 
comercial codificadas por transgenes. 
 
Questão 10: C 
 
Comentário: Todas as células apresentam: 
- membrana plasmática lipoproteica para manter a 
homeostase, 
- material genético na forma de DNA para controlar 
metabolismo, reprodução e hereditariedade; 
- ribossomos para sintetizar proteínas; 
- capacidade de produzir energia. 
Células procarióticas, como as encontradas em 
bactérias, não possuem núcleo organizado, uma vez 
que não possuem carioteca, apresentando seu 
material genético disperso no citoplasma na forma de 
um nucleoide. Nessas células, o DNA é circular e 
desnudo (não associado a histonas), e organizado num 
único cromossomo, com fragmentos de DNA 
extracromossomial na forma de plasmídeos. Além 
disso, a célula procariótica não é compartimentada, 
não apresentando organelas membranosas como 
retículo endoplasmático, complexo de Golgi, 
mitocôndrias e cloroplastos, de modo que sua única 
organela é o ribossomo. A maioria das células 
procarióticas apresenta uma parede celular externa à 
membrana plasmática, excetuando-se o grupo de 
bactérias conhecidas como Mycoplasma. Assim, 
bactérias possuem parede celular, membrana 
plasmática, DNA e ribossomos, mas não (6) carioteca, 
(10) mitocôndrias e (12) cloroplastos (6 + 10 + 12 = 28). 
 
Questão 11: C 
 
Comentário: Analisando cada item: 
Item A: falso: O processo de respiração aeróbica 
implica na quebra completa da glicose em presença de 
O2, gerando produtos inorgânicos (CO2 e H2O) e 
apresentando um alto saldo energético. O processo de 
fermentação implica na quebra incompleta da glicose 
em ausência de O2, gerando produtos orgânicos (ácido 
láctico ou etanol, por exemplo) e apresentando um 
baixo saldo energético. Em procariontes, o 
metabolismo não é limitado à quebra incompleta do 
alimento, ou seja, fermentação, uma vez que também 
pode haver respiração aeróbica (apesar de não haver 
mitocôndrias, o mesossomo realiza a fase aeróbica da 
respiração aeróbica). 
Item B: falso: Células procarióticas possuem 
membrana plasmática, mas não sistema de 
endomembranas, sendo mais antigas que células 
eucarióticas, que possuem membrana plasmática e 
sistema de endomembranas, de modo que a origem da 
membrana plasmática precedeu o sistema interno de 
endomembranas na célula eucariótica. 
Item C: verdadeiro: Célula eucarióticas possuem 
núcleo delimitado por carioteca, apresentando 
compartimentação do DNA que proporcionou uma 
maior organização da expressão do seu genoma. 
 
10 
 
Item D: falso: Apesar de células procarióticas não 
possuírem sistema de endomembranas, ainda assim 
ocorre transporte seletivo de componentes para o seu 
citoplasma, uma vez que tal tarefa é desempenhada 
pela membrana plasmática, encontrada em todos os 
tipos de células (procarióticas e eucarióticas). 
Item E: falso: Como mencionado, células procarióticas 
podem fazer respiração aeróbica ou fermentação, 
ambas à base de glicídios como fonte primordial de 
energia. 
 
Questão 12: D 
 
Comentário: Analisando cada item: 
Item A: falso: Em eucariontes, o gene é transcrito no 
núcleo em um pré-RNAm contendo introns e exons, e 
ainda no núcleo ocorre o splicing que remove os 
introns desse pré-RNAm, gerando um RNAm maduro 
contendo apenas exons, o qual é enviado ao 
citoplasma para que seja traduzido nos ribossomos. 
Item B: falso: A tradução ocorre no citoplasma nos 
ribossomos, sendo que os ribossomos livres do 
citoplasma produzem proteínas de uso interno para a 
célula e os ribossomos aderidos ao retículo 
endoplasmático rugoso (RER) produzem proteínas de 
exportação (secreção). 
Item C: falso: O splicing pode ser caracterizado como o 
processamento do pré-RNAm (heterogêneo, uma vez 
que possui introns e exons) em RNAm maduro 
(homogêneo, uma vez que só possui exons). 
Item D: verdadeiro: Como procariontes não possuem 
carioteca, os fenômenos de transcrição e tradução do 
RNAm ocorrem no mesmo compartimento celular, ou 
seja, no citoplasma, de modo que a tradução é iniciada 
antes do término da transcrição, sem 
compartimentação nuclear. 
Item E: falso: Proteínas, tanto em células procarióticas 
quanto em células eucarióticas, são formadas a partir 
da união dos aminoácidos pela formação de ligações 
peptídicas através de síntese por desidratação. 
 
Questão 13: D 
 
Comentário: Nos procariontes, o DNA não se encontra 
associado a histonas, mas a outras proteínas, sendo 
chamado o cromossomo de desnudo; além disso, o 
cromossomo é circular e único, disperso no citoplasma 
com o nome de nucleóide. Pode haver no procarionte 
a presença de DNA extracromossomial, imerso no 
citoplasma, sendo denominado plasmídeo, utilizado na 
troca de genes num processo chamado de conjugação 
bacteriana. Nos eucariontes, o DNA se encontra 
associado a proteínas básicas, as histonas, é de cadeia 
aberta e normalmente encontra-se aos pares (pares de 
homólogos). Assim, completando a frase: Nas 
bactérias, o material genético está organizado em uma 
fita contínua de DNA que fica localizado em uma área 
chamada de nucleóide A reprodução das bactérias se 
dá principalmente por fissão binária que produz duas 
células-filhas idênticas. 
 
Questão 14: C 
 
Comentário: Nos procariontes, o DNA não se encontra 
associado a histonas, mas a outras proteínas, sendo 
chamado o cromossomo de desnudo; além disso, o 
cromossomo é circular e único, disperso no citoplasma 
com o nome de nucleoide. Pode haver no procarionte 
a presença de DNA extracromossomial, imerso no 
citoplasma, sendo denominado plasmídeo, utilizado na 
troca de genes num processo chamado de conjugação 
bacteriana. Nos eucariontes, o DNA se encontra 
associado a proteínas básicas, as histonas, é de cadeia 
aberta e normalmente encontra-se