A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
45 pág.
Questões sobre Dor, cefaleia, etc

Pré-visualização | Página 1 de 10

29/03/2021 Avaliação P.A1 PBL+LPF+LMF+TBL: Revisão da tentativa
https://moodle.uniarp.edu.br/mod/quiz/review.php?attempt=124340&cmid=124397 1/45
Painel Meus cursos GRADUAÇÃO - CAÇADOR PERÍODO LETIVO 2021/1 MEDICINA
SALAS DE PROVAS AVALIAÇÃO P.A1 GAMA/BETA AVALIAÇÃO P.A1 PBL+LPF+LMF+TBL
Avaliação P.A1 PBL+LPF+LMF+TBL
Iniciado em segunda, 29 mar 2021, 08:30
Estado Finalizada
Concluída em segunda, 29 mar 2021, 11:29
Tempo
empregado
2 horas 58 minutos
Avaliar Ainda não avaliado
Questão 1
Completo
Vale 0,25 ponto(s).
A condição de dor é considerada um dos grandes problemas de saúde pública atualmente.
Adicionalmente, apresenta-se uma crescente demanda por serviços de saúde, recursos tecnológicos e
uma equipe multiprof issional capacitada, para a abordagem integral do paciente em suas diversas
dimensões. Frente a este contexto, o cuidar da pessoa com dor crônica representa um desaf io para os
prof issionais de saúde.
Lima MA, Trad LA. A dor crônica sob o olhar médico: modelo biomédico e prática clínica. Cad Saúde
Pública , 2007;  doi: 23(11):2672-2680.
 
Conforme o texto, cite ao menos três opções de tratamentos farmacológicos e três não farmacológicos
de dor crônica.
Tratamentos farmacológicos:
analgésicos: paracetamol;
opioides fortes ou fracos, dependendo da intensidade da dor: tramadol, codeína, etc;
anti-in�amatórios AINES: nimesulida, etc;
antidepressivos: amitriptilina, inibidores seletivos da recaptação da serotonina e inibidores seletivos da recaptação da
serotonina e noradrenalina.
Tratamentos não farmacológicos:
atividade física;
acompanhamento psicológico;
�sioterapia;
terapias alternativas.
https://moodle.uniarp.edu.br/my/
https://moodle.uniarp.edu.br/course/index.php?categoryid=2
https://moodle.uniarp.edu.br/course/index.php?categoryid=85
https://moodle.uniarp.edu.br/course/index.php?categoryid=318
https://moodle.uniarp.edu.br/course/index.php?categoryid=333
https://moodle.uniarp.edu.br/course/view.php?id=3066
https://moodle.uniarp.edu.br/course/view.php?id=3066#section-1
https://moodle.uniarp.edu.br/mod/quiz/view.php?id=124397
29/03/2021 Avaliação P.A1 PBL+LPF+LMF+TBL: Revisão da tentativa
https://moodle.uniarp.edu.br/mod/quiz/review.php?attempt=124340&cmid=124397 2/45
Questão 2
Completo
Vale 0,25 ponto(s).
Indivíduos com mais de 75 anos apresentam maior probabilidade em desenvolver uma condição
conhecida como neuralgia pós-herpética. Quais as condições que favorecem o desenvolvimento desta
patologia e a melhor forma de prevenção? 
Os fatores de risco para essa patologia são:  idade mais avançada (a medida em que os
indivíduos envelhecem, as chances de desenvolver essa patologia são maiores), imunidade baixa
(indivíduos imunocomprometidos),  a presença de sinais sensitivos negativos, a apresentação de
polineuropatia no Herpes Zóster ativo e os aspectos psicológicos.  
A vacinação prof ilática para a  neuralgia pós-herpética  parece ser a  melhor  opção para preveni-
la.  
29/03/2021 Avaliação P.A1 PBL+LPF+LMF+TBL: Revisão da tentativa
https://moodle.uniarp.edu.br/mod/quiz/review.php?attempt=124340&cmid=124397 3/45
Questão 3
Correto
Atingiu 0,25 de 0,25
O termo cefaleia aplica-se a todo processo doloroso referido no segmento cefálico, o qual pode
originar-se em qualquer das estruturas faciais ou cranianas. Quanto a classif icação as cefaleias podem
ser primárias ou secundárias, sendo as primárias as mais comuns destacando-se a enxaqueca ou
migrânea, cefaleia tensional e cefaleia em salvas.
  Tratado de dor: publicação da Sociedade Brasileira para Estudo da dor, 2017.
Com relação as características clínicas da enxaqueca e seu tratamento avalie os casos apresentados e
assinale aquele com protocolo clínico correto:
a. Paciente chega ao pronto atendimento (PA) relatando episódios de cefaleia latejante,
unilateral de localização f rontotemporal, acompanhada de náuseas e fotofobia desencadeada
normalmente após o consumo de chocolates, café ou vinho. As crises vinham ocorrendo com
f requência no último mês, impedindo-a de realizar atividades importantes pois necessitava
deitar-se em local escuro e silencioso para obter alívio. Estabelecido o diagnóstico de
enxaqueca o médico prescreveu para tratamento da crise no PA administração de dipirona
endovenosa associada a metoclopramida para alívio das náuseas. Para o tratamento
prof ilático foi prescrito o uso de beta-bloqueador adrenérgico (propranolol). 

b. Paciente chega ao pronto atendimento (PA) relatando episódios de cefaleia latejante, unilateral
de localização f rontotemporal, acompanhada de náuseas e fotofobia desencadeada por tensão
emocional na maioria das vezes. As crises vinham ocorrendo com f requência no último mês,
impedindo-a de realizar atividades importantes pois necessitava deitar-se em local escuro e
silencioso para obter alívio. Estabelecido o diagnóstico de enxaqueca o médico prescreveu para
tratamento da crise no PA administração de valproato de sódio associado a metoclopramida
para alívio das náuseas. Para o tratamento prof ilático foi prescrito o uso de bloqueadores de
canal de cálcio (nifedipino).
 
c. Paciente chega ao pronto atendimento (PA) relatando episódios de cefaleia latejante, unilateral
de localização f rontotemporal, acompanhada de náuseas e fotofobia desencadeada por tensão
emocional na maioria das vezes. As crises vinham ocorrendo com f requência no último mês,
impedindo-a de realizar atividades importantes pois necessitava deitar-se em local escuro e
silencioso para obter alívio. Estabelecido o diagnóstico de enxaqueca o médico prescreveu para
tratamento da crise no PA administração de dipirona endovenosa associada a metoclopramida
para alívio das náuseas. Para o tratamento prof ilático foi prescrito o uso de ciclobenzaprina.
 
d. Paciente chega ao pronto atendimento (PA) relatando episódios de cefaleia latejante, unilateral
de localização f rontotemporal, acompanhada de náuseas e fotofobia desencadeada por tensão
emocional na maioria das vezes. As crises vinham ocorrendo com f requência no último mês,
impedindo-a de realizar atividades importantes pois necessitava deitar-se em local escuro e
silencioso para obter alívio. Paciente relata que as crises se tornaram mais f requentes após a
realização de um cateterismo. Estabelecido o diagnóstico de enxaqueca o médico prescreveu
para tratamento da crise no PA administração de sumatriptano subcutâneo associada a
metoclopramida para alívio das náuseas. Para o tratamento prof ilático foi prescrito o uso de
antidepressivo tricíclico (amitriptilina). 
Sua resposta está correta.
A resposta correta é:
29/03/2021 Avaliação P.A1 PBL+LPF+LMF+TBL: Revisão da tentativa
https://moodle.uniarp.edu.br/mod/quiz/review.php?attempt=124340&cmid=124397 4/45
Questão 4
Correto
Atingiu 0,25 de 0,25
Paciente chega ao pronto atendimento (PA) relatando episódios de cefaleia latejante, unilateral de
localização f rontotemporal, acompanhada de náuseas e fotofobia desencadeada normalmente após o
consumo de chocolates, café ou vinho. As crises vinham ocorrendo com f requência no último mês,
impedindo-a de realizar atividades importantes pois necessitava deitar-se em local escuro e silencioso
para obter alívio. Estabelecido o diagnóstico de enxaqueca o médico prescreveu para tratamento da
crise no PA administração de dipirona endovenosa associada a metoclopramida para alívio das
náuseas. Para o tratamento prof ilático foi prescrito o uso de beta-bloqueador adrenérgico
(propranolol)..
Uma mulher de 67 anos consulta seu médico devido a cefaleias contínuas há nove meses. Descreve a
dor como sendo “constante em torno de toda a cabeça” e nega fotofobia, alterações na visão, náusea
e vômito. Não percebe muita variação durante o dia e não consegue identif icar fatores de alívio nem
de agravamento. O que mais a incomoda quanto a essas dores que se iniciaram desde que se
aposentou no ano anterior é que não consegue visitar sua netinha, já que f icou viúva e sente-se
muito sozinha. Exames neurológicos completos, tomograf ia computadorizada, imagens