A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
TABELAS SOBRE ÍNDICE GLICÊMICO E MICRONUTRIENTES (funções)

Pré-visualização | Página 1 de 3

Larissa Melo 
 
TABELAS SOBRE ÍNDICE GLICÊMICO E MICRONUTRIENTES 
1 - Tabela/quadro com lista de alimentos conforme índice glicêmico (baixo, édio e alto 
índice); 
Alimento porção Baixo IG <50 Médio IG 50-70 Alto IG +70 
Aipim cozido 73 
Arroz cozido 69 
Aveia 59 
Batata-inglesa 60 
Farofa 70 
Feijão 40 
Feijão caldo 40 
Laranja 42 
Leite integral 27 
Maçã 38 
Mamão 56 
Pão francês 95 
Torrada 95 
Bolo de banana, 
feito com açúcar 
47 
Refrigerante de 
Cola 
 63 
Cuscuz 65 
Sorvete 70 
Banana, madura 62 
Uvas 59 
Melancia 72 
Espaguete, 
branco, cozido 
46 
Cenoura 35 
Batata cozida 82 
 
Referência Tabela 1 
DIAS, Viviane Monteiro et al . Influência do índice glicêmico da dieta sobre parâmetros 
antropométricos e bioquímicos em pacientes com diabetes tipo 1. Arq Bras Endocrinol 
Metab, São Paulo , v. 54, n. 9, p. 801-806, Dec. 2010 . Available from 
<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-
27302010000900005&lng=en&nrm=iso>. access 
on 15 Feb. 2021. http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302010000900005. 
Alimentos e seus índices glicêmicos e cargas glicêmicas. Diabetes. Disponível em: 
<https://saude.novartis.com.br/diabetes-tipo2/alimentos-e-seus-indices-glicemicos-e-
cargas-glicemicas/>. Acesso em: 15 Feb. 2021. 
 
http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302010000900005
 
Larissa Melo 
 
 
 
Larissa Melo 
2 - Tabela/quadro das Vitaminas (A, D, E, k, C, B1, B2, B3, B6, B9 e B12) e Minerais 
(Cálcio, Fósforo, Ferro, Zinco, Cobre, Cromo, Sódio, Potássio, Magnésio e Manganes) 
com as seguintes informações: funções; recomendações nutricionais; fontes alimentares; 
deficiência; excesso). 
Vi
t 
E 
Mi
n 
Função Recome
ndação 
nutricio
nal 
Fontes 
Alimentares 
Deficiência Excesso 
 
 
 
 
 
V 
I 
T 
A 
M 
I 
N 
A 
 
 
A 
Pigmentos 
visuais; 
diferenciaçã
o celular; 
regulação 
genética 
M: 900 
RAE F: 
700 RAE 
Ex: 
5.000 UI 
vitamina 
A (rótulo 
do 
supleme
nto ou 
alimento
) =1.500 
RAE = 
1.500 
mcg de 
retinol 
Origem 
animal: fígado, 
gordura do 
leite e nos 
ovos; vegetais 
folhosos 
verde-escuros 
e em vegetais e 
frutas 
amareloalaranj
ados 
visão 
prejudicada pela 
perda dos 
pigmentos 
visuais (cegueira 
noturna), falhas 
nas suas funções 
sistêmicas, 
desenvolviment
o embrionário 
prejudicado ou 
espermatogênes
e, aborto 
espontâneo, 
anemia, 
imunocompetên
cia prejudicada 
Dor nos ossos e 
fragilidade 
Hidrocefalia e 
vômito 
(lactentes e 
crianças) 
Pele seca e 
fissurada Unhas 
quebradiças 
alopecia 
Gengivite 
Anorexia 
Irritabilidade 
Fadiga 
Hepatomegalia e 
função hepática 
anormal Ascite 
e hipertensão 
portal 
V 
I 
T 
A 
M 
I 
N 
A 
 
D 
 
Homeostase 
Ca; 
metabolism
o ósseo 
H e M 
600 
UI/dia. 
Acima 
de 70 
anos, 
800 
UI/dia 
alimentos 
irradiados, um 
pouco na 
gordura do 
leite, fígado, 
gema do ovo, 
salmão, atum, 
sardinha. A luz 
do sol converte 
7-
dehidrocolester
ol para 
colecalciferol. 
(sol de 10 à 15 
min 3x por 
semana) 
raquitismo em 
crianças e como 
osteomalácia em 
adultos. 
pode precipitar e 
agravar a 
osteoporose e 
fraturas em 
adultos e está 
associada ao 
aumento do 
risco de 
cânceres 
comuns, 
doenças 
autoimunes, 
hipertensão e 
doenças 
infecciosas 
Hipercalcemia 
Hiperfosfatemia 
calcificação dos 
tecidos moles 
(calcinose), 
incluindo rim, 
pulmões, 
coração e até 
mesmo a 
membrana 
timpânica do 
ouvido, o que 
pode resultar em 
surdez 
V 
I 
T 
Membrana 
antioxidante 
M: 15 α-
TE F: 15 
α-TE 
Germe de 
trigo, óleos 
vegetais, 
os alvos da 
deficiência são 
os sistemas 
mineralização 
óssea 
prejudicada, 
 
Larissa Melo 
A 
M 
I 
N 
A 
 
 E 
 
vegetais de 
folhas verdes, 
gordura do 
leite, gema de 
ovo, nozes. 
neuromuscular, 
vascular e 
reprodutor 
manifestase 
clinicamente 
com perda de 
reflexos 
tendíneos 
profundos, 
prejuízo da 
sensação de 
posição e 
vibratória, 
alterações no 
equilíbrio e 
coordenação, 
fraqueza 
muscular e 
distúrbios 
visuais 
armazenamento 
hepático de 
vitamina A 
prejudicado e 
coagulação 
sanguínea 
prejudicada 
 
V 
I 
T 
A 
M 
I 
N 
A 
 
 K 
 
Coágulo 
sanguíneo; 
Metabolism
o Ca 
M: 120 
mcg F: 
90 mcg 
AI 
Fígado, óleo 
de soja, outros 
óleos vegetais, 
vegetais de 
folhas verdes, 
farelo de trigo 
Sintetizado 
pelas bactérias 
do sistema 
intestinal. 
hemorragia, que, 
em casos graves, 
pode causar 
anemia fatal 
A condição 
fundamental é a 
hipoprotrombine
mia, 
caracterizada 
pelo tempo de 
coagulação 
prolongado 
incidência 
aumentada de 
fraturas de 
quadril em 
idosos 
a menadiona 
pode ser tóxica; 
as doses 
excessivas 
produziram 
anemia 
hemolítica em 
ratos e icterícia 
severa em 
lactentes 
V 
I 
T 
A 
M 
I 
N 
A 
 
 C 
 
Redutor em 
hidroxilaçõe
s na 
biossíntese 
de colágeno 
e carnitina e 
no 
metabolism
o de 
medicament
os e 
esteroides 
H: 90 mg 
M: 75 
mg 
Acerola, frutas 
cítricas, 
tomate, melão, 
pimentas, 
verduras, 
repolho cru, 
goiaba, 
morangos, 
abacaxi, 
batata, kiwi. 
Escorbuto 
cicatrização 
prejudicada das 
feridas, edema, 
hemorragias e 
fraqueza nos 
ossos, 
cartilagem, 
dentes e tecidos 
conjuntivos 
distúrbios GI e 
diarreia 
altas doses da 
vitamina 
aumentarem o 
risco de 
formação de 
cálculos renais 
de oxalato 
 
Larissa Melo 
V 
I 
T 
A 
M 
I 
N 
A 
 
 B 
1 
Coenzima 
para 
descarboxila
ções dos 
cetoácidos 2 
e das 
transcetoliza
ções 
1,1-
1,2mg 
Grãos 
integrais, 
carnes( em 
especial porco 
e fígado), 
cereais 
enriquecidos, 
oleaginosas, 
legumes, 
batatas. 
Beribéri 
(neuropatia 
periférica, 
insuficiência 
cardíaca), 
síndrome de 
Wernicke-
Korsakoff 
Neuropatias, 
disfunções 
cerebrais e 
cardiovasculares
, encefalopatia 
de Wernicke, 
doenças em que 
podem evoluis 
para 
alucinações, 
distúrbios de 
memória em 
curto prazo e 
confabulação 
V 
I 
T 
A 
M 
I 
N 
A 
 
B 
2 
Coenzima 
nas reações 
redox dos 
ácidos 
graxos e no 
ciclo de 
TCA 
1,1 – 1,3 
mg 
Leite, queijos, 
fígado, carnes, 
ovos, cereais 
enriquecidos 
Queilose, 
estomatite 
angular, 
vascularização 
corneal. 
Não apresenta 
toxidade 
observável, 
possivelmente 
porque a 
solubilidade e a 
capacidade de 
absorção no 
trato 
gastrointestinal 
são limitadas 
V 
I 
T 
A 
M 
I 
N 
A 
 
B 
3 
Reações de 
oxidação e 
redução; 
metabolism
o celular e 
de 
carboidratos
. 
14-16mg Fígado, carne 
vermelha, 
peixe, aves, 
legumes, pães 
e cereais de 
grãos integrais 
ou 
enriquecidos 
Pelagra 
(dermatite. 
Glossite, 
disfunção do 
sistema nervoso 
central e do trato 
gastrintestinal). 
Icterícia, 
desconforto 
abdominal, 
visão borrada, 
piora da 
hiperglicemia e 
precipitação de 
gota 
preexistente. 
V 
I 
T 
A 
M 
I 
N 
A 
 
B 
6 
Metabolism
o do 
nitrogênio; 
biossíntese 
de ácido 
nucleico; 
metabolism
o de ácidos 
graxos 
lipídios e 
aminoácidos
. 
1,3mg Vísceras 
(fígado etc), 
cereais 
integrais, 
peixe, 
legumes. 
Convulsões 
anemias, 
neuropatias, 
dermatite 
seborreiaca. 
Pode danificar 
os nervos 
(neuropatia), 
causando dor e 
dormência nos 
pés e nas pernas 
V 
I 
Maturação 
dos 
400mcg Verduras 
folhosas 
Anemia 
megaloblástica, 
Pode influenciar 
o metabolismo 
 
Larissa Melo 
T 
A 
M 
I 
N 
A 
 
B 
9 
eritrócitos; 
síntese de 
purinas, 
primidinas e 
metionina; 
desenvolvim
ento do 
sistema 
nervoso 
fetal 
frescas, frutas, 
vísceras 
(fígado etc), 
pães e cereais 
enriquecidos 
defeitos do tubo 
neural do 
nascimento, 
confusão 
das vitaminas 
B6 e B2 e 
potencializar os 
efeitos da 
deficiência de 
vitamina B12