A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Análise crítica do Artigo Científico Defumação de filés de piau

Pré-visualização | Página 1 de 1

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE – UFCG
CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR – CCTA
UNIDADE ACADÊMICA DE TECNOLOGIA DE ALIMENTOS – UATA
ANÁLISE CRÍTICA DO ARTIGO CIENTÍFICO:
DEFUMAÇÃO DE FILÉS DE PIAU-VERMELHO (LEPORINUS COPELANDII) COM O USO DE FUMAÇA LÍQUIDA 
Disciplina: Princípios de Conservação de Alimentos
Professora: Adriana Ferreira
Discente: Alinne Karen Gomes de Castro
Jackeline Alves da Silva
POMBAL – PB
2018
ANÁLISE CRÍTICA DO ARTIGO CIENTÍFICO:
DEFUMAÇÃO DE FILÉS DE PIAU-VERMELHO (LEPORINUS COPELANDII) COM O USO DE FUMAÇA LÍQUIDA 
 Trabalho apresentado por alunas do Curso de Engenharia de Alimentos, como exigência da disciplina Princípios de Conservação de Alimentos pela Professora Adriana Ferreira, para obtenção da nota parcial da disciplina. Da universidade Federal de Campina Grande.
POMBAL – PB
2018
Análise crítica do Artigo Científico Defumação de filés de piau-vermelho (Leporinus copelandii) com o uso de fumaça líquida
1. Título
O título contém a idéia do artigo como um todo, sendo tido como o primeiro resumo da essência do artigo, e deve ter estar relacionado com os objetivos da pesquisa. O título “Defumação de filés de piau-vermelho (Leporinus copelandii) com o uso de fumaça líquida” apresenta-se sem nenhuma abreviatura, com poucas palavras e sem apresentar os resultados obtidos durante e após o estudo, contando como características positivas, por outro lado quando se avalia a relação dos objetivos da pesquisa com título observou-se algumas discrepâncias, como por exemplo, o título informa apenas a defumação líquida do peixe, enquanto o objetivo informa a prioridade de identificar possíveis alternativas que agreguem valor comercial ao pescado.
2. Resumo e Palavras-chave
A presença do resumo tem a finalidade de auxiliar a busca bibliográfica, pois, em poucas palavras, dá uma ideia sobre o que trata o artigo, e o interessado rapidamente seleciona o que lhe interessa. O resumo do presente artigo foi considerado dentro das conformidades, pois apresentou a relevância do assunto estudado, continha os objetivos do estudo, bem como metodologia e resultados finais.
O resumo foi apresentado de forma sucinta, clara e objetiva, como também dispôs de autossuficiência, ou seja, o leitor é capaz de compreender o assunto tratado no artigo fazendo a leitura do resumo, portanto, sintetizou o artigo em sua totalidade sendo organizado de maneira discursiva sem o uso de tópicos.
As palavras-chave ou descritores são as expressões que identificam o tema do artigo com vistas à sua catalogação. Elas devem visar à facilidade do artigo ser encontrado nas buscas bibliográficas e nas bases de dados. As palavras-chave utilizadas no artigo remetem ao conteúdo e área da pesquisa, sendo totalmente relevantes ao estudo, foram breves, apresentadas no singular e identificam os principais assuntos tratando-os de forma mais sintética que o resumo.
3. Introdução
A introdução encontra-se de maneira informativa e precisa, contendo alguns dos itens indispensáveis para o entendimento do trabalho. A introdução engloba o problema a ser estudado, ou seja, o objetivo, e também possui referências, que comprovam o conhecimento do autor sobre o assunto. A introdução contém também uma justificativa para o estudo, uma vez que foi observado que o peixe piau-vermelho (Leporinus copelandii) não tinha comercialidade significativa na região devido aos espinhos na forma de “Y” na musculatura do mesmo. Com isso, o objetivo foi melhorar a aceitabilidade desse tipo de peixe no local onde é comercializado. Pode-se sugerir a adição de informações aprofundadas sobre pescado defumado, bem como o uso da defumação como método de conservação, relacionando a defumação com o processo de salmouragem, que inibe o crescimento de microrganismos deterioradores.
A estrutura teórica e a revisão da literatura apontam para o conhecimento prévio da problemática, o que justifica e sustenta a importância da pesquisa, assim como, oferece informações que esclarecem alguns prováveis questionamentos sobre a pesquisa. Os objetivos foram definidos com precisão indicando, por meio de verbos, as ações finais do trabalho permitindo que o leitor tenha uma idéia completa do que esperar ao final da leitura. As variáveis e os atributos estudados no decorrer do artigo foram explicitados e bem definidos sanando as possíveis dúvidas do leitor.
4. Material e Métodos
Como a introdução, a descrição metodológica é uma parte do relatório que se destaca das demais e que é constituída pelas informações sobre os procedimentos específicos usados para a realização daquela pesquisa. Seu nível de detalhamento deve permitir que outro pesquisador replique a investigação. A metodologia apresentada no artigo foi descrita detalhadamente, sem omitir as informações que são úteis para a reprodutibilidade do estudo, o autor informa a maneira na qual foram procedidas às análises, especifica as características da matéria prima, a forma como esta matéria prima foi adquirida e também o local onde foi adquirida e as condições sob as quais foi transportada. Porém, na metodologia não se encontrou informações precisas sobre o local e o período da realização do experimento.
As análises microbiológicas encontram-se dentro dos padrões, uma vez que o autor explicou como foram realizadas as contagens para cada microrganismo encontrado. As demais análises de cor instrumental, sólidos solúveis, pH, acidez titulável, determinação de carotenóides, compostos fenólicos, flavonóides e atividade antioxidante, também foram descritas detalhadamente. Por fim, apresentou-se o tratamento estatístico aplicado, assim como o teste de média, com seu respectivo intervalo de confiança, e o programa estatístico utilizado para a obtenção dos resultados.
5. Resultados e Discussão
A apresentação dos resultados deve limitar-se à sua descrição podendo ser complementada com a utilização de tabelas, gráficos, figuras ou quadros com os respectivos números e títulos. Os resultados do artigo foram descritos de forma precisa, objetiva, entretanto o autor não seguiu a mesma sequência dos experimentos citados anteriormente na metodologia. O autor usou de tabelas, as quais não foram necessárias descrever em sua totalidade.
A parte discursiva exige um bom conhecimento dos pesquisadores sobre o tema estudado e os resultados de outras pesquisas relacionadas, no artigo o autor apresentou comparações com resultados de outras investigações para se confirmar ou não os resultados obtidos, porém a sua discussão foi bastante superficial ficando limitado apenas nos resultados de estudos anteriores, por exemplo, os resultados das análises microbiológicas realizadas encontram-se de maneira clara, ressaltando a contagem elevada de bactérias aeróbias mesófilas e a ausência de Salmonella e Escherichia coli, mas, nas discussões houve justificativa apenas para a elevada carga de microrganismo aeróbios mesófilos, negligenciando comentários sobre a presença de Staphylococcus sp., Coliformes totais e Enterobactérias. O autor poderia ter discutido sobre o que a presença desses microrganismos poderia indicar e o que causariam ao alimento estudado.
6. Conclusão
 As conclusões de um trabalho científico são a parte final do relatório e estão diretamente relacionadas aos objetivos propostos, são as respostas às questões geradoras do estudo, as soluções para os problemas que originaram a investigação. A conclusão do artigo analisado não repete quantidades, números ou porcentagens, sendo esse um ponto positivo, por outro lado, pode ser considerada como um resumo dos resultados obtidos. Apesar de ter respondido aos objetivos impostos estabeleceu relações fracas com a problemática levantada inicialmente.
7. Referências Bibliográficas
As referências bibliográficas utilizadas estabeleceram relação com a pesquisa, os 34 documentos citados no artigo foram referenciados de forma correta apresentando falhas no quesito atualização.