A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
Aula 9 - Tintas

Pré-visualização | Página 1 de 2

05/04/2021 Disciplina Portal
estacio.webaula.com.br/Classroom/index.asp?191C757E76=4844233D244DBBF19DC3C070027D5F6755F597C551DDA5EC2427A66F8B072… 1/10
QUÍMICA DOS MATERIAIS
Aula 9 - Tintas
INTRODUÇÃO
Nesta aula, você irá reconhecer a importância e os usos das tintas. Tinta é o nome normalmente dado a uma família de
produtos (líquidos, viscosos ou sólidos em pó) que, após aplicação sob a forma de uma �na camada, a
um substrato se converte em um �lme sólido opaco. As tintas são usadas para proteger e dar cor a objetos ou
superfícies.
OBJETIVOS
05/04/2021 Disciplina Portal
estacio.webaula.com.br/Classroom/index.asp?191C757E76=4844233D244DBBF19DC3C070027D5F6755F597C551DDA5EC2427A66F8B072… 2/10
Analisar conceitos, de�nições e aplicações das tintas;
Reconhecer a importância das tintas na indústria da construção;
Identi�car os tipos de tintas existentes.
05/04/2021 Disciplina Portal
estacio.webaula.com.br/Classroom/index.asp?191C757E76=4844233D244DBBF19DC3C070027D5F6755F597C551DDA5EC2427A66F8B072… 3/10
Fonte da Imagem:
PANORAMA HISTÓRICO
Fonte da Imagem:
As civilizações primitivas empregavam a tinta como função decorativa. Os povos pré-históricos fabricavam tintas
moendo materiais coloridos como plantas e argila em pó, e adicionando água. A técnica empregada era simples, pois
as cores eram preparadas com os próprios dedos e, algumas vezes, prensadas entre pedras. 
Os romanos aprenderam a técnica de fabricar tinta com os egípcios. Exemplares de tintas e pinturas romanas podem
ser vistos nas ruínas de Pompeia. Por volta do século V a. C., os romanos utilizaram, pela primeira vez na história, o
alvaiade como pigmento. Após a queda do Império Romano, a arte de fabricar tintas perdeu-se, sendo retomada pelos
ingleses somente no �nal da Idade Média.
Saiba mais
, No ápice da Revolução Industrial, �nal do século XVIII e início do XIX, os fabricantes de tintas
começaram a usar equipamentos mecânicos. Os primeiros fabricantes, entretanto, apenas
preparavam os materiais para tinta, fornecendo-os aos pintores, que compunham suas próprias
misturas. Em 1867, os fabricantes introduziram as primeiras tintas preparadas no mercado. O
desenvolvimento de novos equipamentos de moer e misturar tintas, no �nal do século XIX, também
facilitou a produção em larga escala.
TINTAS
As principais funções das tintas são:
05/04/2021 Disciplina Portal
estacio.webaula.com.br/Classroom/index.asp?191C757E76=4844233D244DBBF19DC3C070027D5F6755F597C551DDA5EC2427A66F8B072… 4/10
PROPRIEDADES
As tintas são os produtos mais utilizados para proteger a superfícies de materiais, são constituídas essencialmente de
partículas em suspensão denominadas de pigmento em veículos �uído, água ou óleo. 
A função primordial do pigmento é cobrir e decorar as superfícies, já do veículo é aglutinar as partículas e formar a
película de proteção. As tintas, no papel do seu processo de fabricação, podem atender a diversas especi�cações,
sendo aplicadas para inúmeros �ns, como: 
(BAUER et al, 2000)
Em sua composição, é formada, na maioria das vezes, por pigmento, veículos voláteis e não voláteis e aditivos de
variados tipos.
05/04/2021 Disciplina Portal
estacio.webaula.com.br/Classroom/index.asp?191C757E76=4844233D244DBBF19DC3C070027D5F6755F597C551DDA5EC2427A66F8B072… 5/10
Fonte: ARAÚJO, RODRIGUES e FREITAS (2000)
COMPOSIÇÃO DAS TINTAS
Em virtude dos materiais e aditivos utilizados, na composição das tintas, elas podem ser classi�cadas em:
• Tinta fosca de base alquídica para interiores 
• Tinta a óleo para acabamentos brilhantes 
• Tinta a óleo fosca 
• Esmalte sintético para ferros 
• Tinta têmpera guache para cartazes 
• Tinta mineral para cerâmica 
• Tinta para pintura artística 
• Aquarelas para fotogra�a 
• Tintas vinílicas 
• Tintas fenólicas 
• Lacas para automóveis e aviões 
• Tintas para navios 
• Tintas emulsionáveis em água para exteriores e interiores
Segundo BRANDÃO [s.d.], compreende-se por tinta qualquer material de revestimento, de consistência líquida ou
pastosa, apto a cobrir, proteger e colorir uma superfície. Segundo o seu uso, podem ser brilhantes ou “mate”,
transparentes ou não, coloridas ou incolores, bem como apresentar resistência a determinados tipos de agentes
agressivos, conforme exposto anteriormente. 
A tinta, quando aplicada em camada �na sobre uma superfície adequada, no estado em que é fornecida ou após
diluição ou dispersão em produtos voláteis, ou fusão, é convertível, após certo tempo, em uma película sólida, contínua,
corada, podendo ser opaca ou brilhante. 
A escolha da tinta a ser aplicada depende de alguns fatores que as caracterizam em função de suas propriedades,
podendo ser:
05/04/2021 Disciplina Portal
estacio.webaula.com.br/Classroom/index.asp?191C757E76=4844233D244DBBF19DC3C070027D5F6755F597C551DDA5EC2427A66F8B072… 6/10
Facilidade na Aplicação
Ao utilizarmos o método de aplicação, seja ele qual for, a tinta deverá estar na consistência
correta para facilitar a aplicação.
Rápida Secagem
Quando as tintas são aplicadas em grandes áreas, a secagem é sempre complicada,
principalmente nas secagens muito rápidas. Uma tinta brilhante, para aplicação à trincha em
madeira, não deverá secar muito depressa. No entanto, qualquer pintura deverá estar pronta
a ser repintada no dia seguinte, quando necessário.
Boa Aderência
Para que a pintura seja considerada conforme é sempre necessário haver boa aderência às
superfícies, qualquer que seja o tipo de tinta e método de aplicação. Para uma boa
aderência é necessário preparar bem as superfícies e escolher o sistema de pintura mais
adequado.
Resistência e durabilidade depois de seca
A película apresentar-se dura e ao mesmo tempo �exível, pois assim consegue suportar
certas expansões e contrações. As películas muito duras normalmente se tonam
quebradiças. As mudanças de temperatura são as causas mais comuns de aparecimento de
�ssuras, expansões e descasque total da tinta.
INDUSTRIALIZAÇÃO
Fonte da Imagem:
Uma das características importantes da industrialização das tintas é a produção em lotes, pois este processo facilita o
ajuste da cor e o acerto �nal das propriedades da tinta. As etapas de produção caracterizam-se por operações físicas
(mistura, dispersão, completagem, �ltração e envase), e por conversões químicas que acontecem na produção dos
componentes (matérias-primas) da tinta e na secagem do �lme após aplicação (CETESB, 2006). 
05/04/2021 Disciplina Portal
estacio.webaula.com.br/Classroom/index.asp?191C757E76=4844233D244DBBF19DC3C070027D5F6755F597C551DDA5EC2427A66F8B072… 7/10
A determinação das quantidades dos insumos, que serão utilizados na fabricação da tinta, ocorre através de pesagem
e medição volumétrica, objetivando as propriedades desejadas. Veja a seguir as etapas do processo de fabricação
(CETESB, 2006):
Mistura
Os insumos são adicionados a um tanque, que pode ser aberto ou fechado, provido de um
sistema de agitação adequado. O conteúdo é agitado durante um período de tempo
predeterminado a �m de se conseguir uma relativa homogeneização da mistura;
Dispersão (Moagem)
O produto pré-disperso é submetido à dispersão em moinhos adequados. Normalmente, são
utilizados moinhos horizontais ou verticais, dotados de diferentes meios de moagem: areia,
zirconita etc.
Esta operação ocorre de modo contínuo, o que signi�ca haver transferência do produto de um tanque de mistura para o
tanque de completagem. Durante esta operação ocorre o desagregamento dos pigmentos e das cargas e, ao mesmo
tempo, há a formação de uma dispersão maximizada e estabilizada desses sólidos.
Completagem
Em um tanque provido com agitação, são misturados de acordo com a fórmula, o produto
de dispersão e os restantes componentes da tinta. Nesta fase, são feitos os acertos �nais
para que a tinta apresente parâmetros e propriedades desejados (ocorre o acerto da cor,
viscosidade e a correção do teor de sólidos etc.);
Filtração
Após a completagem e aprovação, a tinta é �ltrada e imediatamente envasada;
Envase
A tinta é envasada em embalagens predeterminadas.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.