Buscar

UNI - II - GRAMÁTICA APLICADA DA LÍNGUA PORTUGUESA

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 9 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 9 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 9 páginas

Prévia do material em texto

· Pergunta 1
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	Sobre a forma verbal “alembro” – presente na frase a seguir –, e considerando a linguagem variacional, é correto dizer que:
 
“Eu me alembro dos tempo de infância e da sodade que sinto da minha famia.”
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	c. 
Pertence à língua popular e é um fenômeno recorrente em algumas regiões do interior do Brasil. Equivale ao verbo “lembrar”, conjugado na primeira pessoa do singular, “lembro”.
	Respostas:
	a. 
Não deve ser considerada como manifestação linguística de um falante, já que não comunica nada.
	
	b. 
Trata-se de um fenômeno incomum na língua informal, pois não representa qualquer enunciação do falar regional.
	
	c. 
Pertence à língua popular e é um fenômeno recorrente em algumas regiões do interior do Brasil. Equivale ao verbo “lembrar”, conjugado na primeira pessoa do singular, “lembro”.
	
	d. 
O vocábulo está grafado de acordo com a língua padrão, assim como “alumiar”.
	
	e. 
É impossível considerar como parte integrante da língua formas coloquiais como essa.
	Feedback da resposta:
	Resposta: C
Comentário: Trata-se de um fenômeno linguístico relacionado à região e ao grau de escolaridade do falante.
	
	
	
· Pergunta 2
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	Observe a seguinte construção em destaque:
 
— Cê vai, ocê fique, você nunca volte!
 
Sobre ela, é correto dizer que:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	c. 
A forma pronominal “cê” é uma redução do pronome de tratamento “você”, que já foi assimilada pelos falantes das regiões urbanas e das regiões rurais.
	Respostas:
	a. 
A forma pronominal “cê” é uma ampliação da forma arcaica “Vossa Mercê”.
	
	b. 
A forma pronominal “ocê” é um fenômeno da variante linguística das regiões urbanas.
	
	c. 
A forma pronominal “cê” é uma redução do pronome de tratamento “você”, que já foi assimilada pelos falantes das regiões urbanas e das regiões rurais.
	
	d. 
A única forma aceita pela linguística é a do pronome de tratamento “você”, pois as outras não expressam ideia alguma.
	
	e. 
A gramática normativa já aceita a forma pronominal “cê” para a língua escrita, assim como o internetês “vc”.
	Feedback da resposta:
	Resposta: C
Comentário: A forma pronominal “cê” é uma redução do pronome de tratamento “você”, que, por sua vez, tem origem no arcaico “Vossa Mercê”. “Cê” já está inserido na fala tanto de falantes com mais escolaridade e que utilizam a língua culta quanto de falantes que usam a língua popular.
	
	
	
· Pergunta 3
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	Em dado momento de uma comunicação entre um filho e um pai, diz-se:
 
— Pai, o SENHOR me leva junto nessa sua canoa?
 
Sobre o termo em letras maiúsculas, assinale apenas a alternativa correta:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	c. 
“Senhor” é um pronome de tratamento e é utilizado para demonstrar respeito pelo interlocutor.
	Respostas:
	a. 
“Senhor” é um pronome de tratamento e deve ser usado somente a pessoas que tenham um alto cargo na sociedade.
	
	b. 
“Senhor” é um pronome pessoal e pode ser utilizado para expressar intimidade entre os interlocutores.
	
	c. 
“Senhor” é um pronome de tratamento e é utilizado para demonstrar respeito pelo interlocutor.
	
	d. 
“Senhor” é um pronome que não deve ser utilizado, já que ninguém mais se respeita.
	
	e. 
“Senhor” é uma forma pronominal arcaica, pois não é mais utilizada em contexto algum.
	Feedback da resposta:
	Resposta: C
Comentário: “Senhor” é um pronome de tratamento utilizado para demonstrar respeito pelo interlocutor.
	
	
	
· Pergunta 4
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	Acerca da norma culta, analise as afirmativas a seguir.
 
I. A norma culta dos prescritivistas e dos pesquisadores é a mesma, pois fazem uso do mesmo padrão normativo linguístico.
II. A norma culta dos prescritivistas tenta preservar um modelo de língua ideal, inspirado na grande literatura do passado.
III. Norma culta dos pesquisadores: a língua empregada no dia a dia pelos falantes que têm escolaridade superior completa e vivem em ambiente urbano.
 
Está correto o que se afirma em:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	d. 
II e III, apenas.
	Respostas:
	a. 
I, II e III.
	
	b. 
I e II, apenas.
	
	c. 
I e III, apenas.
	
	d. 
II e III, apenas.
	
	e. 
I, apenas.
	Feedback da resposta:
	Resposta: D
Comentário: A alternativa “D” está correta, pois a norma utilizada pelos prescritivistas e pelos pesquisadores é diferente, visto que o objeto de estudo é diferente. É correto o que se afirma apenas em II e III.
	
	
	
· Pergunta 5
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	Considerando que a gramática tradicional não estuda a variedade oral do português, mas a variedade escrita dos textos literários clássicos, leia os trechos a seguir.
 
I. Não consultes dicionários. Casmurro não está aqui no sentido que eles lhe dão, mas no que lhe pôs o vulgo de homem calado e metido consigo. Dom veio por ironia, para atribuir-me fumos de fidalgo. Tudo por estar cochilando! Também não achei melhor título para a minha narração – se não tiver outro daqui até ao fim do livro, vai este mesmo. O meu poeta do trem ficará sabendo que não lhe guardo rancor. E com pequeno esforço, sendo o título seu, poderá cuidar que a obra é sua. Há livros que apenas terão isso dos seus autores; alguns nem tanto (Dom Casmurro, de Machado de Assis. Disponível em: http://literatura2pontos.blogspot.com/2006/12/trechos-selecionados-de-dom-casmurro.html. Acesso em: 28 dez. 2020).
II. A moça com o talhe languidamente recostado no espaldar da cadeira, a fronte reclinada, os olhos coalhados em uma ternura maviosa, escutava as falas de seu marido; toda ela se embebia dos eflúvios de amor, de que ele a repassava com a palavra ardente, o olhar rendido e o gesto apaixonado.
— É verdade então que me ama?
— Pois duvida, Aurélia?
— E amou-me sempre, desde o primeiro dia que nos vimos?
— Não lho disse já?
— Então nunca amou a outra?
— Eu lhe juro, Aurélia. Estes lábios nunca tocaram a face de outra mulher que não fosse a minha mãe. O meu primeiro beijo de amor, guardei-o para minha esposa, para ti… (Senhora, de José de Alencar. Disponível em: https://portodalinguagem.com.br/trecho-de-senhora-jose-de-alencar/. Acesso em: 28 dez. 2020).
III. Esquecendo-se êles que eu adoro a minha pele negra, e o meu cabelo rustico. Eu até acho o cabelo de negro mais iducado do que o cabelo de branco. Porque o cabelo de preto onde põe, fica. É obediente. E o cabelo de branco, é só dar um movimento na cabeça êle já sai do lugar. É indisciplinado. Se é que existe reincarnações, eu quero voltar sempre preta” (Quarto de despejo, de Carolina
de Jesus. Disponível em: https://obenedito.com.br/preta-pele-preto-lugar-moro/. Acesso em: 28 dez. 2020).
 
Dos exemplos apresentados, qual(is) é(são) contemplado(s) pela gramática tradicional?
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	b. 
I e II, apenas.
	Respostas:
	a. 
I, II e III.
	
	b. 
I e II, apenas.
	
	c. 
I e III, apenas.
	
	d. 
II e III, apenas.
	
	e. 
II, apenas.
	Feedback da resposta:
	Resposta: B
Comentário: Os trechos de “Dom Casmurro”, de Machado de Assis, e “Senhora”, de José de Alencar, são exemplos de obras clássicas, portanto, contempladas pela gramática tradicional. O trecho de “Quarto de despejo”, de Carolina de Jesus, apresenta uso variacional da língua.
	
	
	
· Pergunta 6
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	Para Marcos Bagno, “o preconceito linguístico está ligado, em boa medida, à confusão que foi criada, no curso da história, entre língua e gramática normativa” (Preconceito linguístico: o que é, como se faz. São Paulo: Loyola, 1999, p. 9).
Leia as proposições a seguir.
 
I. A norma culta da classe de prestígio é a única correta.
II. Não há regra para o uso da língua, mas regras que variam conforme as situações comunicativas do falante.
III. O bom português é aquele praticado em determinada região.
IV. O bom português é aquele exemplificado nas chamadas épocas de ouro da literatura.
 
Reforçam o preconceito linguístico as seguintes proposições:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	e. 
I, III e IV, apenas.
	Respostas:
	a. 
I, II, III e IV.
	
	b. 
I, II eIII, apenas.
	
	c. 
II, III e IV, apenas.
	
	d. 
II e IV, apenas.
	
	e. 
I, III e IV, apenas.
	Feedback da resposta:
	Resposta: E
Comentário: A alternativa “E” está correta. As afirmações I, III e IV reforçam o preconceito linguístico à medida que são pautadas na gramática tradicional e não consideram o aspecto variacional das línguas.
	
	
	
· Pergunta 7
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	A respeito da variação do uso da língua, todas as alternativas estão corretas, exceto:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	c. 
O padrão culto da classe de prestígio é o único correto, pois está pautado
no ensino normativo gramatical.
	Respostas:
	a. 
Grau de formalismo/não formalismo requerido pela situação comunicativa.
	
	b. 
Não há regra para o uso da língua, mas regras que variam conforme as situações comunicativas do falante.
	
	c. 
O padrão culto da classe de prestígio é o único correto, pois está pautado
no ensino normativo gramatical.
	
	d. 
A variação decorre de fatores como diferenças entre grupos sociais escolarizados e não escolarizados.
	
	e. 
A variação decorre de fatores como a localização geográfica dos falantes.
	Feedback da resposta:
	Resposta: C
Comentário: A alternativa “C” é a única incorreta, pois diz respeito ao padrão culto da linguagem, ao uso normativo de prestígio. As alternativas “A”, “B”, “D” e “E” correspondem à visão variacionista da língua.
	
	
	
· Pergunta 8
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	Leia o texto a seguir.
 
Vício da fala
Oswald de Andrade
 
Para dizerem milho dizem mio
Para melhor dizem mió
Para pior pió
Para telha dizem teia
Para telhado dizem teiado
E vão fazendo telhados.
Disponível em: https://www.pensador.com/frase/NTY0OTgx/. Acesso em: 28 dez. 2020.
 
Sobre o texto de Oswald de Andrade, leia as afirmativas a seguir.
 
I. Há, no texto, uma crítica àqueles que cometem desvios linguísticos na oralidade, posicionamento que contraria a gramática normativa da língua portuguesa.
II. O poema propõe a incorporação de coloquialismos brasileiros no texto escrito, negando outros usos.
III. O escritor Oswald de Andrade, no texto apresentado, defende o uso de um vocabulário formal e livre de intervenções da oralidade.
Está correto o que se afirma em:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	e. 
Nenhuma.
	Respostas:
	a. 
I, II e III.
	
	b. 
I, apenas.
	
	c. 
II, apenas.
	
	d. 
III, apenas.
	
	e. 
Nenhuma.
	Feedback da resposta:
	Resposta: E
Comentário: Todas as afirmativas estão incorretas, pois não há crítica aos desvios linguísticos, não há negação a outros usos linguísticos e não há a defesa de um vocabulário livre de intervenções à realidade.
	
	
	
· Pergunta 9
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	Leia o diálogo entre uma gerente de um banco e um cliente e analise as afirmativas que seguem.
 
Gerente – Boa tarde. Em que eu posso ajudá-lo?
Cliente – Estou interessado em financiamento para compra de veículo.
Gerente – Nós dispomos de várias modalidades de crédito. O senhor é nosso cliente?
Cliente – Sou Júlio César Fontoura, também sou funcionário do banco.
Gerente – Julinho, é você, cara? Aqui é a Helena! Cê tá em Brasília? Pensei que você inda tivesse na agência de Uberlândia! Passa aqui pra gente conversar com calma.
BORTONI-RICARDO, S. M. Educação em língua materna. São Paulo: Parábola, 2004 (com adaptações).
 
I. A variação no registro linguístico da gerente se dá em função de ela conhecer o seu interlocutor, o cliente do banco.
II. Por ser uma interação formal (transação bancária), o uso variacional da língua foi inadequado.
III. “Cê” e “tá” são formas usuais na língua oral e correspondem a “você” e “está” na língua escrita. “Cê” e “tá”, portanto, não podem ser usadas na modalidade escrita.
 
Está correto o que se afirma apenas em:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	e. 
I.
	Respostas:
	a. 
I, II e III.
	
	b. 
I e III.
	
	c. 
II e III.
	
	d. 
III
	
	e. 
I.
	Feedback da resposta:
	Resposta:  E
Comentário: A variação da linguagem formal para a informal dá-se pelo conhecimento dos interlocutores. A gerente do banco, ao saber o nome do cliente, percebeu que ele é seu amigo pessoal. “Cê” e “tá” podem ser usadas em linguagem variacional escrita.
	
	
	
· Pergunta 10
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	Leia as afirmativas a seguir a respeito da variação de registro.
 
I. Tenacidade corresponde à variação de formas ou pronúncia, tom de voz que denota respeito especial à pessoa a quem se dirige.
II. Status corresponde à variação que ocorre em função do volume de informações ou conhecimentos que o falante supõe ter o ouvinte sobre o assunto.
III. Cortesia corresponde à variação que ocorre de acordo com a dignidade que o falante considera apropriada ao(s) seu(s) interlocutor(es) e/ou à ocasião.
IV. Variação de modo corresponde ao entendimento de como a língua falada contrapõe-se à língua escrita.
 
Estão corretas as afirmativas:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	c. 
III e IV, apenas.
	Respostas:
	a. 
I, II, III e IV.
	
	b. 
II, III e IV, apenas.
	
	c. 
III e IV, apenas.
	
	d. 
I e III, apenas.
	
	e. 
II e IV, apenas.
	Feedback da resposta:
	Resposta: C
Comentário: A alternativa “C” está correta, pois corresponde aos conceitos de “Cortesia” e “Variação de modo”, respectivamente. A afirmativa I corresponde ao conceito de “ Status” e a II, ao conceito de “Tenacidade”.

Outros materiais