A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Estudo dirigido de Embriologia

Pré-visualização | Página 1 de 2

ESTUDO DIRIGIDO – EMBRIOLOGIA 
Descreva a origem dos gonócitos primordiais.
Originam-se em área extra-embrionaria: células hipoblasticas que revestem o saco vitelinico. 
Cite a ação dos hormônios hipofisários no ovário.
· O hormônio regulador hipotalâmico primário é o GnRH 
(hormônio liberador de gonadotrofinas).
· Esse hormônio estimula a síntese, armazenamento e liberação de gonadotrofinas (FSH e LH), mas inibe a síntese e liberação de prolactina.
· O FSH produzido pela hipófise induz a proliferação das cels foliculares e a síntese de enzima aromatases.
· O LH estimula a produção de andrógenos pelas tecais, ao chegar nas cels foliculares sob a ação das enzimas aromatases o andrógenos são convertidos em estrógenos, o LH é responsável pela ovulação (LH 1° onda).
· O LH 2° onda estimula a produção de progesterona pelas células foliculares.
Cite a ação dos hormônios ovarianos no endométrio , ao longo do ciclo menstrual.
· Do 1° ao 5 ° dia período menstrual, em que ocorre a descamação do útero.
· Do 6° ao 13° dia ocorre: a fase estrogênica ou proliferativa, que é estimulada pelo estrogênio. Nessa fase há reconstituição da camada basal.
· Do 14° ao 26° dia ocorre: a fase secretora ou progesterônica nessa fase a formação da progesterona, que cai na circulação e estimula a circulação sanguínea.
· Do 27° ao 28° ocorre: a fase isquêmica, inicio da queda de estrogênio e progesterona, descamação do útero e preparação para um novo ciclo.
Descreva os folículos ovarianos.
· Folículo primário:
· Ovócito 1,
· Proliferação das cels foliculares,
· Formação da zona pelúcida, 
· Formação dos grânulos corticais e
· Diferenciação das células da teca.
· Folículo secundário: tudo do primário + células foliculares e da teça mais visíveis. 
· Folículo terciário: todos dos secundários, término da meiose 1 e inicio da meiose 2.
Explique o período dictióteno.
É tempo diferente em cada ovócitos tipo 1, fica estacionado na fase diplóteno, da prófase 1 da meiose 1.
Descreva a espermatogênese.
Inicia na maturidade sexual, quando as espermatogônias dividem-se, por sucessivas mitoses originando outras espermatogônias. Na primeira etapa da meiose as espermatogonias originam os espermatocitos 1 que originam o espermatocitos 2, que originam espermates (segunda etapa da meiose).
Após a divisão meiótica, ocorre a espermiogenese, onde há transformação de espermates para espermatozóides.
Cite e dê as respectivas funções das substâncias das secreções das glândulas sexuais acessórias masculinas.
· Vesículas seminais: responsáveis pela secreção de frutose, prostaglandina e uma vesiculase, esta ultima responsável por coagulação de parte do sêmen para a formação de um tampão pos coito que impede o refluxo.
· A secreção prostática: é rica em enzimas proteolíticas e fibrinolosina, com função de liquefação do sêmen e neutralização do pH vaginal. 
· O liquido seminal: ativa os espermatozóides. 
Explique a ação dos hormônios hipofisários na espermatogênese.
· FSH: atua nas células de Sertoli, fazendo com que essa armazene a proteína de ligação de andrógeno.
· LH: atua nas células de Leydig, ativando a produção de testosterona, que se ligará ao andrógeno. A testosterona estimula a célula á proliferar e formar o espermatozóide. 
Cite as funções da célula de Sertoli e indique sua localização.
· Suporte e nutrição de células germinativas;
· Secreção de fluidos para o lume testicular;
· Fagocitose de fragmentos citoplasmáticos de espermátides;
· Produção de ABP (proteínas de ligação ao andrógeno);
· Intermediação hormonal da espermatogênese (LH e FSH).
Localização: túbulos seminíferos.
Explique a fertilização.
 A fertilização ocorre quando o espermatozóide encontra as células da coroa radiada, apenas os espermatozóides capacitados são capazes atravessá-la.Há duas possibilidades, para que eles atravessem a coroa:1-È que a passagem não envolva enzimas.
2-E a outra é que existe uma enzima chamada hialuronidase, que facilita a passagem do espermatozóides pela coroa radiada.
Em seguida encontra-se a zona pelúcida, onde ocorre a reação acrossomica. O espermatozóide se associa a ZP3,formando uma vesícula, ocorre liberação de uma enzima chamada acrosina que se liga a membrana acrossomica interna. A membrana acrossomica interna se fragmenta e o espermatozóide se liga a ZP2, que vai em seguida para o espaço perivitelino. Oespermatozóide se funde a oolema. Após a fusão o ovócito se ativa, ocorre exocitose dos grânulos corticais junto as proteínas que voa em direção a zona pelúcida criando uma barreira contra a polispermia impede que outro espermatozóide se funda a ele, criando uma barreira contra a polispermia. O ovócito ativado retorna a meiose e ocorre a formação dos pro- núcleos femininos e masculinos. A 1° divisão mitótica da segmentação:
Quando os pro-núcleos se encontram na fase da metáfase ocorre a anfimixia.
Explique as funções e dê a constituição da zona pelúcida.
Funções: 
· Receptores para os espermatozóides;
· Barreira para a seleção dos gametas masculinos;
· Polispermia bloqueada;
· Manutenção da forma constante do embrião;
Constituição:Camada acelular glicoprotéica, zp1, zp3, zp3.
Explique as características da Segmentação.
· São divisões mitóticas das quais originam os blastômeros. Pode ser:
· Total ou holoblástica (blastômeros individualizados);
· Igual ou quase igual (pequena diferença do tamanho entre os blastômeros);
· Segmentação rotacional (planos de clivagens)
· Assicrônica (tempo das divisões celulares)
Explique a Compactação.Começa a surgir na superfície do blastômeros, glicoproteinas que são moléculas de adesão celular, permitindo assim as junções celulares. São elas:
· Zônulas de adesão: adesão dos blastômeros, através das glicoptns (uvomorulina ou E- caderina)
· Zonula de oclusão: ocorre entre os blastômeros, as ocludina se associam, vedando o espaço.
· Junção comunicante: permite a comunicação entre os blastômeros, por meio da conexina.Durante a compactação ocorre a formação da mórula.
Explique a formação da blastocele.
Após a formação da mórula,q não possui cavitação interna, as células trofoblásticas secretam um fluido p o interior da mórula, deslocando os blastômeros internos e formando uma cavidade, a blastocele.
Explique o mecanismo regulador das clivagens. 
O regulador das clivagens é o fator promotor de maturação (FPM), se localiza no citoplasma do blastômero formado por duas submidades:CD2 ou P34 + ciclina. No decorrer das fases mitose a ciclina é degradada e os blastomero começam a produzir ciclina. Durante a interfase ocorre produção de ciclina. 
Explique a implantação.
· Para que ocorra implantação é necessário q zona pelúcida desapareça, através da enzima estripsina. 
· O blastocisto, após perder a zona pelúcida, aproxima para o fundo do útero na superfície do endométrio (aposição 7° dia),em seguida próxima e adere + á superfície do endométrio caracterizando a adesão ( 7° dia) .
· Do 8° ao 14° dia ocorre intensa proliferação celular, desaparece o trofoblasto e surge duas camadas: citotrofroblasto e sincíciotrofoblasto. Permitindo a implantação propriamente dita.
· Decidualização:fibroblasto endometriais q passam a acumular glicogênio e lípedes fonte de nutrição p o embrião em doses inicias. A progesterona é responsável por esta reação.
· Nutrição histiotrofica (tipo de nutrição da segunda semana).
· Sinciociotrofloblasto corre o endométrio libera HCG, que mantém o corpo lúteo. O fibroblasto do tecido conjuntivo se transforma em células teciduais e armazenam lípedes e glicogênio, q irá nutrir o blastocisto.
Cite e explique as formas de nutrição do blastocisto/embrião durante a Segunda e Terceira Semana do Desenvolvimento.
Na segunda semana é histiotrófica, na qual os nutrientes são captados pelo sinciciotrofoblasto e transferido por difusão.Na terceira semana a nutrição é hemotrófica, na qual surgem os vasos sanguíneo que fazem a manutenção do feto.
Diferencie morfofuncionalmente citotrofoblasto e sinciciotrofoblast.
Sinciciotrofoblasto: não tem limite celular, é uma massa multinuclear.
Função:
· o sinciciotrofo