Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
_Lista_exercicios_III_saneamento ambiental

Pré-visualização | Página 1 de 1

Universidade Estadual de Campinas 
Faculdade de Engenharia Agrícola 
FA 874 – Saneamento Ambiental 
2º Semestre de 2020 
 
Professor responsável:​ Ariovaldo José da Silva 
Professor colaborador:​ Denis Miguel Roston 
PED:​ Camila Gomes Marchesini Fonseca 
PAD:​ Juliana Machado de Freitas 
 
Nome Completo do(a) Aluno(a): STHEFANIE DIAS AMORIM 
RA: 205900 
Lista de exercícios III 
1. Na Figura abaixo é mostrado um esquema de uma Estação de 
Tratamento de Água (ETA) do tipo Convencional. Identifique as 
unidades/etapas/operações unitárias que compõem essa ETA, 
numeradas de 1 a 5, e discorra, brevemente, sobre os processos que 
ocorrem em cada uma delas. 
 
 
Fonte da imagem: material didático do professor Valter Lúcio de Pádua - UFMG. 
 
1-2 Coagulação/floculação 
 
Nessas etapas, as impurezas presentes na água são agrupadas em 
partículas maiores (flocos) pela ação do coagulante, que podem ser 
removidas pelo processo de decantação. Os reagentes usados ​​são 
chamados de coagulantes e geralmente são sulfato de alumínio e cloreto 
1 
 
férrico. Nesta fase, pode ser necessário usar um agente alcalinizante (cal 
hidratada ou cal virgem) para fazer a correção de pH necessária para que 
o coagulante tenha um papel mais eficaz. Durante o processo de 
coagulação, ocorrerá o acúmulo de impurezas na água, e flocos serão 
efetivamente produzidos durante o processo de floculação. 
3. decantação 
Os flocos formados são separados da água por gravidade em um tanque 
de água geralmente retangular 
4. filtração 
A água decantada é enviada para a unidade de filtração onde ocorre o 
processo de filtração. O filtro consiste em uma ou mais camadas de meio 
poroso granular (geralmente areia), que é instalado no sistema de 
drenagem para reter e remover as impurezas ainda presentes na água 
5- desinfecção/ Fluoretação/correção de ph 
Para a desinfecção da água potável, são utilizados reagentes físicos ou 
químicos (desinfetantes), cujo objetivo é destruir os microrganismos 
patogênicos pelos quais as doenças podem ser transmitidas. Os 
seguintes desinfetantes são geralmente usados ​​em locais públicos em 
ordem de freqüência: cloro, ozônio, raios ultravioleta e íons de prata. A 
fluoretação da água de abastecimento público é realizada com 
compostos à base de flúor. Se as crianças nascerem com íons de flúor 
suficientes, o uso desses compostos em abastecimento público de água 
pode reduzir a incidência de cárie dentária em até 60%. 
 
2. A escolha da tecnologia de tratamento de água que deve ser aplicada 
para a potabilização da mesma, depende, entre outros fatores, das 
características da água bruta. Dentre essas características, está a 
densidade das partículas a serem removidas. Nesse contexto, diferencie 
o processo de sedimentação do processo de flotação. 
R: A flotação é um processo físico de separação de misturas 
heterogêneas. Essa técnica envolve adicionar bolhas ao meio para que 
as partículas suspensas no líquido grudem nessas bolhas. Em seguida, 
você pode arrastar a espuma formada para remover partículas 
estranhas. Esse processo é o oposto do processo de sedimentação, pois 
no último método de separação da mistura, as partículas em suspensão 
2 
 
são depositadas no fundo do recipiente por gravidade e depois 
removidas, por exemplo, por decantação. A flotação traz as partículas 
para a superfície da mistura. 
 
 
 
3. O tratamento de água consiste no emprego de processos físico-químicos 
visando a adequação da água para o consumo humano. Sobre os 
compostos químicos empregados nas ETA, podemos destacar os agentes 
coagulantes e também os desinfetantes. Sobre esses compostos, 
discorra, brevemente, sobre a importância dos mesmos para o 
tratamento de água. 
R: Por meio do mecanismo de ligação e adsorção na superfície das 
partículas coloidais e pela adição de reagentes químicos chamados 
eletrólitos, a coagulação elimina a força repulsiva entre as partículas 
coloidais. Para que o processo de coagulação seja eficaz, ele deve ser 
coagulado por meio de agitação vigorosa para permitir que o coagulante 
e a água interajam. 
A desinfecção é essencial pois faz a remoção de organismos patogênicos 
e a inativação de outros organismos indesejáveis, fundamental para o 
consumo de água da população. 
 
 
4. Sobre os Trihalometanos (THM), também conhecido como clorofórmio, 
responda: 
a) Como esses compostos são formados? 
R: Os THMs constituem um grupo de compostos orgânicos que, como 
indica seu nome, se consideram derivados do metano (CH4) em cuja 
molécula três de seus quatro átomos de hidrogênio foram 
substituídos por um igual número de átomos dos elementos 
halógenos (cloro, bromo e iodo). Estes três átomos dehidrogênio 
podem estar substituídos por uma só classe de halógenos como é o 
caso do triclorometano ou clorofórmio, ou por dois diferentes 
elementos formando o bromodiclorometano ou por cada um dos três 
como se observa no iodobromoclorometano. Estas substâncias são 
3 
 
derivadas da decomposição da matéria orgânica vegetal, sendo 
constituídas de mistura de polímeros com estruturas aromáticas 
heterocíclicas, grupos carboxila e nitrogênio. São denominadas 
"precursores de trihalometanos" e em geral só tem significado 
sanitário devido à formação dos THMs. 
Dados de laboratórios demonstram que algas verdes e algas 
verdes-azuis (biomassa de algas e seus produtos extracelulares) 
reagem também com cloro, produzindo THMs. 
 
 
b) Quais os impactos sobre a saúde humana que esses compostos 
podem causar? 
R: O clorofórmio contido na água é rapidamente absorvido e 
consumido pela mucosa intestinal. Ele se distribui através dos tecidos 
humanos, concentra-se nas membranas lipídicas e se acumula nos 
tecidos adiposos, e tem uma vida útil de resistência média. Seu 
metabolismo ocorre no fígado, principalmente nos rins e outros 
tecidos. Se essa biotransformação ocorrer, ela pode ser convertida 
em dióxido de carbono, íons cloreto e outros metabólitos 
desconhecidos. Os dados toxicológicos indicam que o clorofórmio em 
altas doses é cancerígeno em roedores (ratos e ratazanas). Como o 
metabolismo desses animais é semelhante ao dos humanos, 
suspeita-se que também seja um carcinógeno humano. Estudos 
epidemiológicos também mostram que esse risco existe. 
 
c) Quais medidas podem ser tomadas para prevenir sua formação? 
R: O emprego do carvão ativado granular é a melhor técnica entre 
todas asopções para controlar eficazmente tanto a remoção das 
substâncias orgânicas como os trihalometanos. 
 
 
 
4