A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
22 pág.
Exame Físico Neonatal

Pré-visualização | Página 2 de 2

anterior tem de 1 a 5 cm e não se
fecha antes dos 18 meses, é esperado que esteja
plana.
CABEÇA
NARIZ
Observar comprimento, espessura, implantação,
distribuição, cor, posição e número de redemoinhos e
áreas de alopécia.
CABELO
Analisar simetria, aparência da pele,
amplitude de movimento, massas:
PESCOÇO
BOCA
Parto cesáreo: arredondado;
Parto vaginal com apresentação cefálica:
sobreposição temporária de um osso sobre o outro
cavalgamento de suturas
Analisar forma , simetria, lesões e sinais de
trauma ; pode apresentar secreções em pequena
quantidade e de aspecto fluido e claro
Inspecionar língua em repouso e chorando 
• Reflexo de sucção avaliar resposta e intensidade
• Frênulo lingual (teste da linguinha)
ORELHA
Formato, tamanho, inclinação, implantação,
presença de meato acústico externo e
anomalia
OLHOS
Avaliar simetria, tamanho, forma, posição do olho em relação à órbita,
cor e aspecto da conjuntiva, esclera, córnea, íris e pupila, tamanho e
inclinação das pálpebras e movimento ocular
O desenvolvimento varia de acordo com a IG. O tecido mamário pode estar hipertrofiado devido hormônios maternos. Pode haver saída de
substância leitosa no final da primeira semana, resolvendo se em uma a duas semanas.
Requer paciência uma vez que a respiração pode ser superficial dificultando a ausculta.
Aguardar que a criança faça inspirações mais profundas para uma melhor avaliação. 
AUSCULTA 
TÓRAX E ABDOMÊN
Toráx normalmente é simétrico, levemente arredondado, com a distância anteroposterior maior que sua largura. Recomenda se realizar o EF
no intervalo das mamadas, inteiramente despido, seguindo uma sequência que evite mudanças exageradas de decúbito e manobras bruscas.
INSPEÇÃO
DESENVOLVIMENTO MAMÁRIO
ABDOMEN
Observa-se formato, tamanho, simetria, coloração, lesões de pele, circulação colateral, distensão, tumorações e ondas
peristálticas visíveis. O cordão umbilical normal apresenta 2 artérias e uma veia e está localizado, aproximadamente, entre a
metade da distância entre o apêndice xifóide e a sínfise púbica. A palpação abdominal deve ser feita de forma suave, com as
mãos aquecidas e quando o RN estiver calmo ou dormindo, situações em que o abdome estará mais flácido.
Observa se tamanho e localização dos grandes e pequenos lábios, clitóris , meato uretral, abertura da vagina
e distância anovulvar. O meato uretral deve estar entre o clitóris e o orifício vaginal. 
Corrimento vaginal esbranquiçado ou sangramento pode estar presentes nos 1ºs dias devido hormônios
maternos.
AVALIAÇÃO DA GENITÁLIA
FEMININA
MASCULINA
Avalia se tamanho do pênis, posição do meato uretral, prepúcio, posição dos testículos e aspecto da bolsa
escrotal. 
Tamanho do pênis: 2,5 3,5 cm.
Examinar a glande: localizar meato uretral. 
Tamanho dos testículos: 1 a 1,5cm.
Examinar o RN em decúbito ventral visualizando e palpando toda a extensão da coluna e região para vertebral.
Observar desvios, deformidades, tumorações e alterações cutâneas. 
SISTEMA MUSCULOESQUELÉTICO
COLUNA
Avaliar tamanho, proporção de membros e consistência dos músculos.
EXTREMIDADES
MEMBROS
Com o RN em decúbito dorsal verificar a movimentação dos membros com a atividade espontânea e em reposta a
estímulos. Avaliar com cuidado a clavícula para detecção de fratura e os quadris à procura de luxação.
EXAME FÍSICO NEUROLÓGICO
O exame físico neurológico do RN deve ser realizado considerando-se as características próprias da idade integradas à sua
evolução clínica e a história materna
ESTADO
COMPORTAMENTAL
NERVOS
CRANIANOS
EXAME MOTOR
tono muscular, postura,
motilidade, força muscular e
os reflexos osteotendinosos
REFLEXOS PRIMITIVOS
REFLEXOS PRIMITIVOS
REFLEXOS PRIMITIVOS
REFERÊNCIAS
MacDonald MG, Seshia MMK.
Neonatologia. 7.ed. Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan;
Duarte ED, Braga PP. Anamnese e
exame físico do recém nascido. São
Paulo: PROFEN Saúde materna e
neonatal SECAD; 2011.