A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Criminologia Teste

Pré-visualização | Página 1 de 1

PERGUNTA 1 
1. PARA GARCÍA-PABLOS A CRIMINOLOGIA É UMA CIÊNCIA DO SER, 
EMPÍRICA; O DIREITO, UMA CIÊNCIA CULTURAL, DO DEVER SER, 
NORMATIVA. EM CONSEQUÊNCIA, ENQUANTO A PRIMEIRA SE SERVE 
DE UM MÉTODO INDUTIVO, EMPÍRICO, BASEADO NA ANÁLISE E NA 
OBSERVAÇÃO DA REALIDADE, AS DISCIPLINAS JURÍDICAS UTILIZAM 
UM MÉTODO LÓGICO, ABSTRATO E DEDUTIVO. CONSIDERANDO ESTA 
INFORMAÇÃO PODE-SE ENTENDER QUE A CRIMINOLOGIA OFERECE 
GRANDES CONTRIBUIÇÕES PARA A COOMPREENSÃO DA 
CRIMINALIDADE, CITA-SE COMO UMA DAS SUAS APLICAÇÕES 
PRÁTICAS: 
 
a. Direiciona e reelabora os meios de combate a criminalidade, buscando proteger a 
sociedade; 
 
 
b. Identifica e reelabora os meios de combate a criminalidade e a intervenção ao 
infrator; 
 
 
c. Aponta ao Legislador, no processo de elaboração das leis, quais as condutas devem 
ser normatizadas, sendo preciso um aplo espectro de tipos penais; 
 
 
d. Na condição de ciência pré jurídica, atrelada a sociologia, acaba sendo exaustiva 
das causas da criminalidade, indicando com precisão quais são as causas do crime. 
 
 
e. Desvalorar os graus de criminalidade, construíndo modelos de respostas imediatas; 
 
3,75 pontos 
PERGUNTA 2 
1. DE ACORDO COM OS DADOS DO INFOPEN/2017, 64% DA POPULAÇÃO PRISIONAL 
BRASILEIRA É COMPOSTA DE PESSOAS NEGRAS E 61%, DE PESSOAS QUE NÃO 
CHEGARAM A CONCLUIR O ENSINO FUNDAMENTAL. COMO BASE NAS INFERÊNCIAS 
ABAIXO, QUAL NÃO É ADEQUADA A ESCOLA CRIMINOLÓGICA APONTADA: 
 
a. para os seguidores de garofalo a pesquisa revela que o principal fator, o biológico, como causa do 
crime. 
 
 
b. para os integrantes da escola positivsta o crime tem múltiplas causas, incluindo-se aí variáveis 
ambientais e sociais, como, por exemplo, o clima, o abuso de álcool, a educação, o trabalho etc. 
 
c. para os classícos os indviduos em seu livre arbitrio agiram mal e devem sofrer a retribuição pela 
culpa moral do delinquente (maldade); 
 
 
d. para os seguidores de lombrosos tal percentual confirmaria, em sua maioria, a presença do 
criminoso “ser atávico”, um ser que regredia ao primitivismo, um verdadeiro selvagem (ser 
bestial) que nasce criminoso. 
 
e. para os positivistas esse dado reforçaria a idéia de que o crime é um ente jurídico, não é uma 
ação, mas sim uma infração cometida pelo detentor do livre arbitrio; 
 
3,75 pontos 
PERGUNTA 3 
1. DESTACA-SE COMO PRINCIPAL CARACTERÍSTICA DA ESCOLA 
CORRECIONALISTA O FIM ÚNICO DA PENA, AFIRMANDO ENTRE OUTROS 
POSTULADOS, EXCETO: 
 
 
a. a responsabilidade penal deve ser entendida como responsabilidade 
coletiva, solidária e difusa. 
 
b. a função penal deve ser vista como preventiva e de tutela social; 
 
 
c. a pena deve ser indeterminada – sem prévia fixação do tempo de sua duração; 
 
d. o arbítrio judicial deve ser ampliado no que se refere à individualização da pena; 
 
 
e. a pena inidônea a privação da liberdade; 
3,75 pontos 
PERGUNTA 4 
1. ANALISE AS ASSERTIVAS, IDENTIFICANDO A RESPOSTA CORRETA. “A 
CRIMINOLOGIA, POR SEU TURNO, VÊ O CRIME COMO UM PROBLEMA 
SOCIAL, UM VERDADEIRO FENÔMENO COMUNITÁRIO, ABRANGENDO 
QUATRO ELEMENTOS CONSTITUTIVOS, A SABER: 
 
 
a. Persistência espaço-temporal do fato delituoso (É preciso que o delito ocorra 
reiteradamente por um período significativo de tempo no mesmo território); 
 
b. Conceito formal de delito, em razão consenso inequívoco acerca de sua etiologia e 
técnicas de intervenção eficazes em toda conduta que violar bem jurídico. 
 
 
c. Importa que a conduta humana tem significado e possa caractereiza-se como típica, 
ilícita e culpável. 
 
d. Dispensa a consciência social generalizada a respeito de sua negatividade, bastando a decrição 
típica. 
 
 
e. O crime deve causar dor a vitima e a comunidade, mas dispensa incidência aflitiva do 
fato praticado, o qual interessa ao direito penal; 
3,75 pontos 
PERGUNTA 5 
1. SABE-SE QUE FRANZ VON LISZT (1851-1919) FOI UM MODERNIZADOR DO 
DIREITO PENAL, PROPONDO REPENSÁ-LO DESDE A ÓTICA DE UMA 
POLÍTICA CRIMINAL QUE TENHA NA PENA UMA FERRAMENTA ESTATAL 
NA LUTA CONTRA O CRIME, INCLUSIVE COM FUNDAMENTOS 
CIENTÍFICOS DA CRIMINOLOGIA E DA PENOLOGIA. O IDEÁRIO DE 
ENCAMPOU UM IMPORTANTE MOVIMENTO QUE CORRELACIONA O 
DIREITO PENAL, A CRIMINOLOGIA E A POLÍTICA CRIMAL, O QUAL 
DENOMINA-SE: 
 
 
a. Teoria da nova defesa social. 
 
b. Escola de Lyon. 
 
 
c. Escola de Kiel. 
 
 
 
d. Programa de Marburgo. 
 
 
 
e. Escola Positivista. 
3,75 pontos 
PERGUNTA 6 
1. GÖPPINGER APONTA QUE A CRIMINOLOGIA TEM UMA CURTA HISTÓRIA, PORÉM UM 
LONGO PASSADO, DAÍ PORQUE, PELA JUSTA RAZÃO, HÁ PERMANENTE RISCO EM SE 
RECUAR MUITO NO TEMPO EM BUSCA DE UM ESTUDO COM VERNIZ CRIMINOLÓGICO 
(VIANA, 2019). CONSIDERANDO AS INFORMAÇÕES DA HISTÓRIA DA CRIMINOLOGIA 
PODE-SE AFIRMAR: 
 
a. Para aqueles que entendem que criminologia crítica, abarcando a Sociologia, sua origem ocorre 
com Enrico Ferri. 
 
 
 
b. De modo amplo e irrestrito pode-se afirmar que o marco científico da criminologia se deve a 
Cesare Lombroso; 
 
 
c. Zaffaroni alerta que para aqueles que entendem que a criminologia se resume ao estudo dos 
fenômenos sociais, a sua gênese se dá com os trabalhos de Garófalo; 
 
 
d. Para aqueles que entendem que criminologia abarca política criminal, sua origem ocorre com 
Quételet. 
 
 
e. O termo criminologia foi criado por Paul Topinard; 
 
3,75 pontos 
PERGUNTA 7 
1. “A VÍTIMA DO DELITO EXPERIMENTOU UM SECULAR E DELIBERADO 
ABANDONO. DESFRUTOU DO MÁXIMO PROTAGONISMO [...] DURANTE A 
ÉPOCA DA JUSTIÇA PRIVADA, SENDO DEPOIS DRASTICAMENTE 
“NEUTRALIZADA” PELO SISTEMA LEGAL MODERNO [...]” (MOLINA, 
ANTONIO GARCIA-PABLOS DE; GOMES, LUIZ FLÁVIO, 2008, P. 73). A 
VITIMOLOGIA IMPULSIONOU UM PROCESSO DE REVISÃO CIENTÍFICA 
DO PAPEL DA VÍTIMA NO FENÔMENO DELITIVO. QUANTO AS 
CONTRIBUIÇÕES DA VITIMOLOGIA, LEIA AS AFIRMATIVAS A SEGUIR E 
ASSINALE A ALTERNATIVA INCORRETA SOBRE O TEMA. 
 
a. prevenção do delito e vulnerabilidade; 
 
 
b. pecha da vitimização: identificação para excluir a vítima. 
 
 
c. circunstâncias do delito: tempo, lugar, modo, motivo, fatores desencadeantes; 
 
 
 
d. dinâmica criminal: interação delinquente-vítima; 
 
 
 
e. o medo do delito, relações sociais e ambiente coletivo; 
3,75 pontos 
PERGUNTA 8 
1. A CRIMINOLOGIA É CIÊNCIA PORQUE REÚNE INFORMAÇÕES VÁLIDAS, 
CONFIÁVEIS QUE FORAM CONTRASTADAS SOBRE O PROBLEMA 
CRIMINAL E OBTIDAS GRAÇAS A UM MÉTODO EMPÍRICO QUE SE BASEIA 
NA ANÁLISE E OBSERVAÇÃO DA REALIDADE, ADQUIRIU AUTONOMIA E 
STATUS DE CIÊNCIA QUANDO O POSITIVISMO GENERALIZOU O 
EMPREGO DE SEU MÉTODO. NESSE SENTIDO, É CORRETO AFIRMAR 
QUE A CRIMINOLOGIA É UMA CIÊNCIA: 
 
 
a. do “ser”; logo, serve-se do método indutivo e empírico, baseado na análise e 
observação da realidade. 
 
 
b. empírica e teorética; logo, utiliza-se do método indutivo e empírico, baseado em 
deduções lógicas e opinativas tradicionais. 
 
c. do “dever ser”; logo, utiliza-se do método indutivo e empírico, baseado na análise e 
observação da realidade. 
 
 
 
d. do “ser”; logo, serve-se do método abstrato, formal e dedutivo, baseado em 
deduções lógicas e da opinião tradicional. 
 
e. do “ser”; logo, utiliza-se do método abstrato, formal e dedutivo, baseado em deduções 
lógicas e da opinião tradicional. 
3,75 pontos