A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Inibidores da Síntese Proteica

Pré-visualização | Página 1 de 1

MayaraKelly
Mecanismo de ação
1. Competição do antibiótico com o RNAt
pelo local de ligação no ribossomo
2. Forma-se um anticódon anômalo,
levando ao erro da leitura da
mensagem
3. Inibição da transpeptidação
4. Término prematuro da cadeia peptídica
5. Inibição da translocação
Tetraciclinas
 Agentes bacteriostáticos
 Podem deixar os dentes amarelos
 Espectro de ação inclui bactérias gram-
positivas e gram-negativas, mycoplasma,
Chlamydia sp, espiroquetas e alguns
protozoários
 Tetraciclina (primeira geração)
 Doxiciclina e minociclina (segunda
geração)
 Cloranfenicol
 Espectro de ação amplo
 Bacteriostático para a maioria dos
microrganismos
 Bactericida para H. influenzae
Aminoglicosídeos
 Natureza polar
 Pouco absorvidos por via oral
 Via parenteral
 Utilidade clínica é limitada por graves
toxicidades
 Ototoxicidade
 Nefrotoxicidade
 Paralisia neuromuscular
 Reações alérgicas
Macrolideos
 Lipossolúveis
 Utilizados em infecções respiratórias ou
até em infecções por H. pylori
 Claritromicina, azitromicina, eritromicina
Lincosamidas
 Clindamicina
 Ativa contra cocos gram-positivos
 Estafilococos resistentes a penicilina
 Pode ser indicada para o tratamento da
acne
Referências:
Slides e anotações da aula