Buscar

Pós teste - Curso de Introdução a Gestão de Recursos Humanos

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 3 páginas

Prévia do material em texto

PÓS TESTE
Introdução à gestão de recursos humanos
Para obter a declaração de conclusão do curso é preciso obter 70% de acertos no pós teste
Atenção: as questões sempre seguem ordens diferentes, então não leve em conta a
numeração
1. Para Edgard Schein (2009), cultura e liderança são dois lados da mesma moeda, o que
significa que os líderes, ao criarem grupos e organizações, primeiro criam culturas.
A opção que apresenta a relação correta entre cultura e liderança é:
A) A cultura define o que se espera das lideranças.
2. As habilidades quânticas podem ser aplicadas tanto às nossas atividades pessoais
quanto aos nossos compromissos profissionais. Ao usarmos essas habilidades,
descobrimos que há muito mais coisas na vida do que aquilo que é captado pela nossa
visão.
Um gestor que confia na sua intuição e a utiliza para a tomada de decisão está usando a
uma habilidade quântica denominada:
D) conhecimento quântico
3. No contexto atual, entende-se que todos os gestores da organização devem ser parceiros
empresariais e gestores de pessoas, exercendo determinados papéis de parceria
organizacional.
Quando o gestor está empenhado em compreender as necessidades dos funcionários e
buscar os recursos necessários para atendê-las, ele está exercendo o papel de:
C) parceiro motivacional.
4. Para Taylor (2005), a cultura de uma organização pode ser percebida como o resultado
de normas comportamentais cujas funções são estabelecer o que é aceitável e revelar o
que é valorizado realmente. Nesse sentido, a hierarquia dos valores da organização é
percebida por meio das mensagens que as pessoas recebem de três canais bem
específicos.
Os canais por meio dos quais esses valores se manifestam são:
C) comportamentos, símbolos e sistemas.
5. Pesquisas realizadas por Prates e Barros levaram à proposta do modelo do sistema de
ação cultural brasileiro na gestão empresarial. Tal modelo é constituído de quatro
subsistemas, que se referem: à instituição (subsistema formal), ao pessoal (subsistema
informal), aos líderes e aos liderados. Esses subsistemas apresentam, por meio de traços
culturais comuns, algumas interseções.
Na interseção entre os subsistemas líderes e a instituição, ocorre:
C) a concentração do poder.
6. Os símbolos são decisões ou eventos a que as pessoas atribuem um significado que
pode, perfeitamente, estar além do seu escopo original.
A opção que apresenta um exemplo de símbolo de poder é:
D) Uma grande sala privativa, com mesa e cadeira também diferenciadas.
7. Conforme nos propõe Dave Ulrich , os gestores de recursos humanos das organizações
devem avaliar se os seus esforços estão contribuindo para a chamada vantagem
competitiva, por meio do aperfeiçoamento do capital humano e intelectual da sua empresa.
Nesse sentido, para Ulrich, os gestores de RH devem procurar ser campeões de recursos
humanos e, para tanto, precisam enfrentar alguns desafios.
Segundo a visão de Ulrich, um dos desafios enfrentados pelo gestor de RH consiste em:
D) descobrir novas maneiras de conceber e aplicar práticas organizacionais para
administrar, simultaneamente, o crescimento e os custos em função do lucro
sustentado.
8. A cultura organizacional é fator fundamental para a alavancagem ou não das mudanças
necessárias à organização. Essa importância se deve ao fato de as crenças e os
pressupostos das pessoas, formadoras da cultura organizacional, constituírem fontes de
resistência que sabotam e inviabilizam as ações estratégicas para a mudança.
É correto afirmar que a causa da dificuldade de realização de mudanças reside no fato de:
C) as pessoas não conseguirem confrontar as suas suposições básicas.
9. Para Taylor (2005), a cultura é a manifestação do que, realmente, é valorizado. Nesse
contexto, o comportamento das pessoas tende a ser influenciado por valores tanto
enriquecedores quanto egoístas.
Uma empresa que valoriza mais os resultados financeiros do que a ética:
D) estará incentivando a obtenção de vantagens pessoais egoístas.
10. Segundo Edgard Schein (2009), há cinco valores básicos sobre os quais se tecem as
práticas sociais: relação da organização com o ambiente; natureza da realidade e da
verdade; natureza humana; natureza do trabalho e relações humanas.
Em uma organização em que há forte preocupação com a cooperação e o trabalho em
equipe, ressalta-se um valor ligado:
B) às relações humanas.

Continue navegando

Outros materiais