A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
81 pág.
Aula - AVE

Pré-visualização | Página 1 de 1

AVE: OBJETIVOS
1.Conceito e incidência do AVE;
2.Identificação e emergência de assistência;
3.Fases do AVE;
4.Avaliações.
O Acidente Vascular Cerebral ou Encefálico (AVC ou
AVE ), popularmente chamado “derrame cerebral“, é
uma condição patológica em que parte do cérebro é
privado de oxigênio.
Isquemia
Hemorragia
AVC Isquêmico
AVC Hemorrágico
Lobo frontal
• Planejamento motor;
• Pensamento abstrato;
• Comportamento;
• Linguagem;
• Julgamento social;
• Atenção seletiva e foco.
Lobo parietal
• Integração e processamento 
sensorial;
• Interpretação espaço-visual;
• Propriocepção;
• Memória de vocabulário.
Lobo temporal
• Percepção auditiva;
• Memória;
• Emoções;
• Equilíbrio.
Lobo occipital
• Processamento das 
informações visuais;
• Reconhecimento de objetos 
e formas;
• Equilíbrio.
A imagem acima remete a lateral do hemisfério 
esquerdo e a imagem abaixo ao lado interno do 
hemisfério direito.
MS = área motora suplementar;
PM = área pré-motora;
M1 = área motora primária;
S1 = área somestésica primaria (sensorial)
S2 = área somestésica secundaria
MC = área motora cingulada
Movimento simples 
e repetitivo
Movimento complexo 
e coordenado
Imaginar o 
movimento
Aprendendo o 
movimento
Movimento 
aprendido
Vascularização encefálica
Sinais relacionados...
 20% dos AVC’s, ocorre em indivíduos > 65 anos;
 Raça negra e o sexo masculino;
 85% com origem isquêmica;
 2° causa de perdas cognitivas;
 3° causa de morte no mundo;
 1° causa de morte no Brasil (2012).
USA
• 500.000 casos novos/ano;
• 50% vão a óbito;
• 25% ficam permanentemente 
incapacitados;
• 5% retornam ao trabalho.
INCIDÊNCIA e EPIDEMIOLOGIA
Thrift AG, et al. Int J Stroke 2014
Thrift AG, et al. Int J Stroke 2014
De acordo com a Organização Mundial de Saúde (WHO), 5,7
milhões de mortes por AVC e 16 milhões em um primeiro
evento no ano de 2005. Estima-se um aumento para 7,8 e 23
milhões, respectivamente, no ano de 2030.
Evidências demonstram que os fatores de risco e suas
associações com o AVC são SEMELHANTES em diferentes
partes do mundo.
Kuklina EV, et al., Expert Rev. Neurother 2012
E agora?
 Hipertensão arterial;
 Diabetes;
 Colesterol;
 Tabagismo;
 Sedentarismo.
FATORES DE RISCO
Como reconhecer um AVC?
 Dormência, fraqueza ou paralisia (lado do corpo);
 Fala arrastada ou incapacidade de falar;
 Visão comprometida;
 Confusão;
 Dor de cabeça.
EMERGÊNCIA
A TC de Crânio sem contraste é o principal exame no AVC, porém sua
função não é identificar a isquemia. A TC de Crânio tem fundamental
importância em excluir sangramento intracraniano.
MÉTODOS: Três neurorradiologistas, cegos para todas as informações clínicas avaliadas,
examinam o grau de envolvimento do território da Artéria Cerebral Média (<33% ou> 33%) e a
presença de uma massa hiperdensa na ACM. As avaliações foram comparadas com resultados de
varredura de 24 horas, volumes de infarto de 30 dias e escores basais da escala de Impacto do AVC
(NIHSS).
RESULTADOS: Os 3 avaliadores concordaram em 36/50 casos (72%). Eles reportaram
corretamente > 33% de envolvimento com uma sensibilidade de 60% a 85% e uma especificidade
de 86% a 97%.
Sistema ABC...
ATTENUATION: Diferença de atenuação das
substâncias branca e cinzenta, bem como das
diferentes densidades do parênquima cerebral,
procurando sinais de edema cerebral, morte
tecidual e tumores.
BLOOD: Avaliação da existência de sangramento em parênquima, cisternas e
ventrículos, bem como a reação causada pela presença desse sangue, como desvio
da linha média. Determina-se a natureza do sangramento, se intraparenquimatoso,
extradural ou subdural.
Hemorragia entre a membrana 
dura-máter e aracnoide.
Hemorragia entre a membrana 
dura-máter e o crânio.
CAVITIES - avaliação das cavidades cranianas, ventrículos e
cisternas.
Sistema NIHSS...
https://www.sralab.org/rehabilitation-measures/national-institutes-health-stroke-scale
https://www.sralab.org/rehabilitation-measures/national-institutes-health-stroke-scale
TRATAMENTO EMERGENCIAL
Monitoramento 
paralelo ao 
controle da 
NIHSS
E a Hemorragia???
Fases do AVC/AVE
Bernhardt, et al. Int J Stroke. 2017
Reabilitação
Fase AGUDA
Saturação
Pressão arterial
Temperatura
Glicose sanguínea
CIF
- Estrutura e Fisiologia
Avaliações Fisioterapêuticas...
 Independência funcional em AVDs;
 Estado mental e cognitivo;
 Coordenação motora;
 Equilíbrio;
Beira de leito
Fase Subaguda e Crônica
Bernhardt, et al. Int J Stroke. 2017
Reabilitação
Após a alta hospitalar, o indivíduo deve ser encaminhado
para a reabilitação ambulatorial ou domiciliar (conforme
necessidade).
Complicações ou “sequelas”
Comprometimento de comunicação (Afasia)
Espasticidade
AFASIA
‘Aphasia’ refers to the collection of acquired receptive and expressive
language deficits that arise in many acute and progressive neurological
diseases or following neurosurgery but are most frequently observed
following left middle cerebral artery stroke.
Afasia é o distúrbio que compromete a formulação e
compreensão da linguagem, não causada por dificuldade
intelectual.
 Afasia de Broca
 Afasia de Wernicke
 Afasia de condução
AFASIA DE BROCA é a dificuldade ou incapacidade de
articular um discurso, de produzir linguagem eficientemente.
 Afasia não fluente,
 Hesitação em falar;
 Consciência dos erros;
 Prejuízo gramatical e de sintaxe;
 Repetição de palavras, termos e frases;
AFASIA DE WERNICKE é alteração na linguagem oral e
escrita com maior comprometimento da compreensão.
 Afasia fluente,
 Não consciência dos erros;
 Gramatica e sintaxe preservada;
 Sem repetição de palavras;
 Perda da capacidade de simbolizar;
 Compreensão e memória prejudicada.
AFASIA DE CONDUÇÃO ocorre com a lesão sobre o
fascículo arqueado que conecta as áreas de Borca e
Wernicke.
 Compreensão pouco alterada;
 Parafasias (erro na escolha das
palavras e associações);
 Prejuízo na repetição da fala e da
escrita ditada
Globally, more than ten million new cases of stroke are
reported each year and at least one third of the affected
individuals will have symptoms of aphasia.
Engelter et al. Stroke 2006
Benjamin et al. Circulation 2017
Aphasia adds substantial costs to the acute and chronic care
of individuals with stroke, and is an independent predictor of
subsequent functional dependence and death.
Ellis et al. Stroke 2012
Boehme et al. Neurology 2016
Tsouli et al. Neuroepidemiology 2009
↓ Independência funcional
↓ Participação (contribuição 
familiar)
“In conclusion, several screening tools for aphasia in stroke are available, but many tests have
not been verified in a proper way”.
“Accurate diagnosis of aphasia is an important component of stroke care. This review was
unable to identify a speech pathology language test diagnostically validated for this purpose”
Avaliação da afasia
Leitura complementar…
“Desordem motora caracterizada por um aumento na
velocidade-dependente nos reflexos de estiramento
tônicos, com exarcebação dos reflexos tendinosos, como
um componente da SNM”.
Lance, 1980
ESPASTICIDADE
National Institute of Health
(1) Aumento da resistência ao movimento passivo
dependente da velocidade e variação da direção
imposta;
(2) Aumento da resistência ao movimento passivo em
relação a um limiar de velocidade ou ângulo articular
específico
Avaliação da espasticidade (tônus muscular)
 Modified Ashworth Scale (MAS)
Dica Do BERLIM...
Explorar 
ADM final
Toxina 
botulínica
Foco na 
RIGIDEZ
SÍNTESE do CONHECIMENTO e CONCLUSÃO
Até a próxima!
“O aprendizado sela-se com o 
diálogo”
Paulo Freire