Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
SISTEMA DIGESTÓRIO

Pré-visualização | Página 1 de 2

HISTOFISIOLOGIA DO SISTEMA DIGESTÓRIO – HISTOLOGIA DOS SISTEMAS
Também sistema tubular com organização histológica assim como outros sistemas tubulares. Composto por cavidade oral, esôfago, estômago, intestinos, glândulas associadas (salivares, fígado e pâncreas).
Camadas especificas do sistema digestória diferenciando entre elas na proporção de componentes, função de obter moléculas para a manutenção, crescimento e demais necessidades energéticas do organismo a partir dos alimentos ingeridos.
Moléculas grandes -> menores -> absorvidas.
1. Boca: alimento umedecido pela saliva e triturado pelos dentes (saliva -> digestão de carboidratos). Epitélio estratificado (para dar resistência, proteção e renovação celular) pavimentoso, queratinizado ou não + lâmina própria com papilar.
2. Estomago e intestino delgado: alimento transformados nos componentes básicos – componentes menores- (aa’s, monossacarídeos, ácidos graxos livres, monoglicerídeos, etc) e absorvido.
3. Intestino grosso: absorção da água.
Diferentes funções -> estruturas modificadas e especializadas.
Funções: ingestão, mastigação, digestão, absorção e eliminação de resíduos.
Estrutura do trato digestório:
· Mucosa: - perto do lumem – (tec ep + lâmina própria) tecido epitelial + tecido conjuntivo frouxo + outros componentes.
· Submucosa: tecido conjuntivo – peristaltismo - 
· Muscular: músculo liso e esquelético (nas partes controladas voluntariamente), importante para os movimentos peristálticos.
· Adventícia: tecido conjuntivo (lembrar sempre que quando só tiver tec conj é adventícia).
· Serosa: tecido epitelial simples pavimentoso. 
Camada mucosa:
Revestimento epitelial: promove barreira seletivamente permeável entre o conteúdo do lúmen e os tecidos do organismo, facilita o transporte e a digestão do alimento, promove a absorção dos produtos dessa digestão e produz hormônios que regulem a atividade do sistema digestório.
Lâmina própria (tecido conjuntivo): tecido conjuntivo frouxo, vasos sanguíneos, vasos linfáticos, algumas células musculares lisas, glândulas e tecido linfoide, fibroblastos. Rica em macrófagos, células linfoides (produção de anticorpos, pp IgA), os quais protegem contra infecções virais e bacterianas e nódulos linfoides.
Muscular da mucosa: separa a mucosa da submucosa, duas camadas delgadas de células musculares lisas (movimento da mucosa, aumentando o contato com o alimento). Melhora o contato do alimento com o epitélio. 
Camada submucosa:
Tecido conjuntivo; vasos sanguíneos; vasos linfáticos; plexo nervoso submucoso (plexo de Meisssner – conjunto de células nervososas do Trato digestório); glândulas e tecido linfoide (não estão presentes em toda mucosa).
Camada muscular:
Células musculares lisas: subcamada interna (orientação circular) e subcamada externa (orientação longitudinal). Entre as duas subcamadas temos plexo nervoso mioentérico (plexo de Auerbach), tecido conjuntivo e vasos sanguíneos.
Contrações geradas pelos plexos nervosos impulsionam e misturam o alimento.
Camada serosa:
Tecido conjuntivo frouxo, epitélio pavimentoso simples (mesotélio), quando há apenas o tecido conjuntivo classifica-se como adventícia quando há mesotélio: serosa. Na cavidade abdominal é dada pelo peritônio visceral (continuidade com o peritônio parietal).
1) Cavidade oral:
Epitélio pavimentoso estratificado, queratinizado ou não, com lâmina próprias (tecido conjuntivo) com papilas (tem com formatos diferentes).
2) Língua:
Ajuda na mastigação e liberação de algumas enzimas. Camada mucosa (varia com a região), lâmina basal penetra os feixes de musculo estriado esquelético, superfície ventral (inferior): lisa e superfície dorsal: irregular, devido a presença de papilas (projeções do epitélio – ajuda na movimentação dos alimentos), nódulos e tonsila linguais, além de criptas (sulcos, onde apresenta alimentos nesses locais [serão gustados], os quais são removidos com um fluxo de líquido). As papilas linguais são formadas por projeções do epitélio e da lâmina própria, pode apresentar queratina, mas na maior parte não apresenta.
Papilas filiformes: formato de cone, tracionamento do alimento, presentes em toda superfície lingual, numerosas, com isso consegue maior movimentação do alimento, diminuindo o tamanho do alimento.
Papilas fungiformes: formato de cogumelo, poucos botões gustativos na superfície, irregularmente distribuídas entre as papilas filiformes.
Papilas circunvaladas ou valadas: são as maiores e acima das outras papilas, apresenta muitas estruturas circulares (botões gustativos, como terminações nervosas). Presentes nos V lingual, apresentam glândulas serosas e fluxo de líquidos (remoção de partículas), possui lipases: previne a barreira hidrofóbica sobre os botões gustativos e no estômago ajuda na digestão de triglicerídeos, possui glândulas salivares de secreção mucosa.
Papila É DIFERENTE de Botões gustativos
Botões gustativos: estrutura em forma de cebola (50 a 100 céls), células gustativas com microvilosidades, percebem salgado, azedo, doce, amargo e saboroso (umami). 
3) Faringe:
Contínua ao esôfago com epitélio pavimentoso estratificado não queratinizado, próximo à cavidade nasal possui epitélio pseudoestratificado cilíndrico ciliado com células caliciformes. Possui tonsilas e glândulas salivares (secreção mucosa) e músculos constritores e longitudinais da faringe.
4) Esôfago:
Possui função de transportar alimentos da boca para o estômago, epitélio pavimentoso estratificado não queratinizado, com lâmina própria (QUE TEM TEC CONJ) (glândulas esofágicas da cárdia [mucosa]), sua submucosa também apresenta glândulas esofágicas(mucosa), as quais secretam muco que facilita o transporte do alimento e protege a mucosa. Além de apresentar tecido conjuntivo, vasos sanguíneos e linfáticos (tec conj + vasos sang + linf + glând = LÂMINA PRÓPRIA)
mucosa > submucosa> muscular> adventícia (ou serosa -> dependendo da composição).
Camada muscular do esôfago:
· Terço superior: músculo estriado esquelético (deglutição)
· Terço médio: músculo estriado esquelético e músculo liso
· Terço inferior: músculo liso
Possui serosa (tecido conj. + epitelial) apenas na cavidade peritoneal, no restante há apenas camada adventícia (apenas tecido conj.).
5) Estômago:
Digestão parcial dos alimentos, secreção de enzimas e hormônios, transforma o bolo alimentar em quimo (possui atividade muscular e química). Apresenta cárdia, fundo e corpo (histologicamente idênticas) e o piloro (contração e regulação do fluxo de passagem do alimento)
Digestão química: digestão de carboidratos que começa na boca, adição de fluido ácido (HCl), digestão parcial de proteína (pepsina) e de triglicerídeos (lipases gástrica e lingual) e produção do fator intrínseco e hormônios, importantes na digestão química.
Mucosa:
· Epitélio colunar simples: secreção de muco alcalino.
· Epitélio glandular.
· Fossetas gástricas: invaginações do epitélio para dentro da lâmina própria.
· Lâmina própria: tecido conjuntivo frouxo, células musculares lisas e células linfoides.
· Muscular da mucosa: musculo liso.
· Junções de oclusão: entre células superficiais e da fosseta (barreira de proteção)
· Vascularização: oxigenas a células e remove os metabólitos tóxicos, também esta presente na submucosa
Regiões do estômago:
· Cárdia: passagem entre esôfago e estômago, possui glândulas da cárdia (tubulares ramificados ou não) além de células secretores de muco ou lisozimas (destrói parede bacteriana); e produtoras de H+ e Cl-.
· Fundo e corpo: possui glândulas tubulosas ramificadas: abrem-se na fosseta gástrica.
· Piloro: fossetas gástricas profundas, onde há abertura de glândulas tubulosas (mais curtas), com secreção de muco e lisozimas e células G (gastrina) que ativam a produção de ácido pelas células parietais.
Outras camadas do estômago:
Submucosa: tecido conjuntivo moderadamente denso, vasos sanguíneos, vasos linfáticos e células do tecido conjuntivo + macrófagos + células linfoides.
Musculares: fibras musculares lisas e na região do piloro possui uma camada média mais espessa (esfíncter pilórico)
Página12