Macroscopia do diencefalo

Disciplina:anatomia-ii374 materiais18484 seguidores

Pré-visualização

Macroscopia do diencéfalo (guilherme ferreira morgado)

	O diencéfalo e o telencéfalo formam o cérebro. O diencéfalo é formado pelo tálamo, hipotálamo, epitálamo e subtálamo. Nele está localizado o terceiro ventrículo, que se comunica com os ventrículos laterais pelos forames interventriculares ou de Monro. 

	Nesse III ventrículo há o sulco hipotalâmico, que se estende do aqueduto cerebral aos forames de Monro. Sendo que as porções acima desse sulco constituem o tálamo e as abaixo, o hipotálamo. No assoalho desse ventrículo estão presentes o quiasma óptico, infundíbulo, túber cinéreo e corpos mamilares, que pertencem ao hipotálamo. 

	A parede posterior do ventrículo é formada pelo epitálamo; na saída de cada epitálamo há as estrias medulares do tálamo, onde se insere a tela corióide, que forma o tecto do III ventrículo. Sendo que a partir da tela corióide invaginam-se os plexos corióides. A luz do III ventrículo se evagina formando quatro recessos: recesso do infundíbulo, óptico, pineal e suprapineal. 

	Na extremidade anterior de cada tálamo há o tubérculo anterior do tálamo; já na extremidade posterior está presente o pulvinar, que se projeta sobre os corpos geniculados lateral (óptica) e medial (via auditiva). A porção lateral da face superior forma o assoalho do ventrículo lateral, já a porção medial constitui com o tecto do III ventrículo o assoalho da fissura transversa do cérebro, já o tecto é formado pelo fórnix e corpo caloso. A face lateral do tálamo é separada do telencéfalo pela cápsula interna. 

	O hipotálamo está relacionado com o controle da atividade visceral. Ele é formado pelos corpos mamilares, quiasma óptico, que recebe as fibras do nervo óptico (II), túber cinéreo, nele prende-se a hipófise por meio do infundíbulo, outra estrutura do hipotálamo. 

	A glândula pineal ou epifise é o elemento mais evidente do epitálamo, ela é uma glândula endócrina. A base do corpo pineal prende-se a comissura posterior e a comissura das habenulas. A comissura posterior situa-se no ponto em que o aqueduto cerebral se liga ao III ventrículo, sendo considerado o limite entre o diencéfalo e mesencéfalo. O trígono das habenulas está situado entre a glândula pineal e o tálamo. 

	O subtálamo é a zona de transição entre diencéfalo e o tegmento do mesencéfalo, logo, se localiza abaixo do tálamo. O elemento mais evidente é o núcleo subtalâmico.