Exercicios de Fisica
97 pág.

Exercicios de Fisica


DisciplinaFísica I27.570 materiais908.648 seguidores
Pré-visualização35 páginas
se 
encontrassem a até 2 m de seus olhos, e que ambos 
os olhos tivessem o mesmo grau de miopia, as lentes 
corretivas de seu pince-nez deveriam ser de vergên-
cia, em dioptrias, 
a) + 2,0 b) - 0,5 
c) - 1,0 d) - 1,5 
e) - 2,0 
 
 
9. (UFSCAR 2009) Em música, uma oitava da esca-
la denominada temperada constitui um grupo distin-
to de doze sons, cada um correspondendo a uma 
freqüência de vibração sonora. 
 
Numa marcenaria, uma serra circular, enquanto exe-
cuta o corte de uma prancha de madeira, gira com 
freqüência de 4500 r.p.m. Além do ruído do motor 
da máquina e do ruído produzido pelos modos de 
vibração do disco de serra, o golpe frenético de cada 
um dos 20 dentes presentes no disco de serra sobre a 
madeira produz um som característico dessa ferra-
menta. O som produzido pelos golpes seqüenciados 
dos dentes da serra em funcionamento produzem, 
junto com a madeira que vibra, um som próximo ao 
da nota musical 
a) Ré # b) Mi 
c) Fá # d) Sol 
e) Lá # 
 
10. (UFSCAR 2009) Está vendo? Bem que sua mãe 
sempre disse para guardar as peças do quebra-
cabeça! Agora, está faltando uma ... 
 
 
Dados: 
\u2022 As pilhas são idênticas e de resistência interna des-
prezível. 
\u2022 A força eltromotriz de cada pilha é de 1,5 V. 
\u2022 O amperímetro A utilizado é ideal e está ajustado 
para fundo de escala de 1 ampère. 
\u2022 As três lâmpadas, bem como o resistor, têm resis-
tência elétrica de 10 \u3c9. 
 
Para falar a verdade, a peça que falta e que completa 
adequadamente o quadro e o fato físico apresentado 
é 
a) b) 
c) d) 
e) 
 
 
Respostas 1. a 2. b 3. d 4. e 5. e 6. d 7. 
c 8. b 9. c 10. a 
 
 
1. (UFT 2009) Considere que a distância entre Pal-
mas e Brasília seja de 900 km e a estrada seja sem-
pre uma reta. Um carro indo de Palmas para Brasí-
lia, nesta estrada, faz um terço do caminho a 120 
km/h, outro terço a 80 km/h e o restante a 60 km/h. 
Qual foi o módulo da velocidade média do carro 
durante esta viagem? 
a) 70,0 km/h b) 86,6 km/h 
c) 80,0 km/h d) 75,5 km/h 
 
2. (UFT 2009) Um estudante levanta a extremidade 
de um livro de 50,0 cm de comprimento a uma altu-
ra \u201ch\u201d (vertical). Em seguida, coloca uma borracha 
na superfície inclinada deste livro com velocidade v 
não nula descendo o plano, conforme indicado na 
 
figura. O coeficiente de atrito cinético entre a super-
fície do livro e a borracha é 0,75. Qual deve ser a 
altura \u201ch\u201d para que a velocidade v da borracha seja 
constante? 
 
a) 40,0 cm b) 30,0 cm 
c) 35,0 cm d) 20,0 cm 
 
3. (UFT 2009) O trabalho realizado por uma força 
ao esticar uma determinada mola, sem alterar sua 
constante elástica, de seu tamanho original \u201cx cm\u201d 
até \u201c(x+2) cm\u201d é de 10 joules. Qual o trabalho reali-
zado por uma força para esticar a mesma mola de 
\u201c(x+2) cm\u201d até \u201c(x+4) cm\u201d? 
a) 20 joules b) 30 joules 
c) 40 joules d) 25 joules 
 
4. (UFT 2009) Um cubo de certo material metálico 
com 5cm de lado, e temperatura de 100 
o
C é imerso 
em um recipiente cilíndrico de diâmetro 10cm com 
água a 25 
o
C. O nível inicial da água no recipiente 
antes da imersão do cubo é 20cm. O recipiente não 
perde calor para o ambiente. Desprezando a variação 
de volume da água e do material com a variação de 
temperatura, a temperatura final após o equilíbrio 
térmico é, aproximadamente: 
 
Dados: densidade do material \u3c1mat=1600 kg/m
3
, den-
sidade da água \u3c1água=1000 [kg/m
3
], calor específico 
do material cmat=418 [J/( kg K)] e calor específico da 
água, cágua=4,18 [kJ/(kg K)]. 
 
a) 50 
o
C b) 52 
o
C 
c) 37 
o
C d) 26 
o
C 
 
5. (UFT 2009) Um estudante mediu a temperatura 
de um colega que estava com febre. Para tanto ele 
usou um termômetro de mercúrio cuja escala estava 
ilegível. Então, para determinar a temperatura ele 
fez o seguinte procedimento: colocou o termômetro 
em um recipiente onde continha água e gelo e, após 
o equilíbrio, marcou a altura da coluna de mercúrio 
a partir do bulbo (5cm). Em seguida colocou o ter-
mômetro em um recipiente com água em ebulição e, 
após o equilíbrio, marcou a altura da coluna da 
mesma forma (15cm). Por fim, colocou o termôme-
tro em contato com a pele do colega e, após o equi-
líbrio, marcou a altura (8,8cm). Qual a temperatura 
do colega? Considere que a água em ambos os casos 
era destilada e o experimento foi feito ao nível do 
mar. 
 
a) 40 
o
C b) 39 
o
C 
c) 41 
o
C d) 38 
o
C 
 
6. (UFT 2009) Considere um espelho esférico côn-
cavo com raio de curvatura R. Uma fonte pontual de 
luz é colocada sobre o eixo ótico principal deste 
espelho a uma distância d. A que distância x deve-se 
colocar um espelho plano para que o raio de luz re-
fletido pelo espelho esférico seja também refletido 
pelo espelho plano e retorne ao ponto onde está situ-
ada a fonte de luz? 
 
 
a) d
2
/R b) 2d + R
2
 
c) d
2
/(2d - R) d) 2d - R 
 
7. (UFT 2009) Dois pêndulos simples com diferença 
de comprimentos de (l1 - l2) = 22 cm oscilam em um 
mesmo ambiente. Em um determinado intervalo de 
tempo t o pêndulo 1 faz N1 = 100 oscilações e o ou-
tro N2 = 120 oscilações. Determine o comprimento 
de cada pêndulo. 
Nota: Considere que os pêndulos oscilam harmoni-
camente. 
a) l1 = 40 cm e l2 = 18 cm. 
b) l1 = 52 cm e l2 = 30 cm. 
c) l1 = 62 cm e l2 = 40 cm. 
d) l1 = 72 cm e l2 = 50 cm. 
 
8. (UFT 2009) Um eletricista instala um chuveiro 
(puramente resistivo) de 8 kW de potência, projeta-
do para operar em 220 Volts, em uma residência 
onde a tensão é de 110 Volts. Qual a potência má-
xima de aquecimento que este chuveiro fornecerá 
nesta residência? 
a) 2 kW b) 4 kW 
c) 6 kW d) 0 kW. A resistência 
do chuveiro irá queimar, pois o chuveiro consumirá 
mais energia. 
 
Respostas 1. c 2. b 3. b 4. d 5. d 6. c 7. 
d 8. a 
 
1. (UNAMA 2009) [....] Você já pensou na possibi-
lidade de existir vida fora da Terra? Essa é uma 
questão que preocupa e fascina muitos cientistas. 
Muito dinheiro foi e é destinado a pesquisas nessa 
área. Em geral, a procura de sinais de extraterrestres 
se dá através de emissões de ondas eletromagnéticas 
e de buscas de sinais eletromagnéticos que conte-
nham alguma mensagem especial, como ocorre com 
os sinais de rádio, televisão etc, [....] 
(adaptado de GUERRA, Andréia, BRAGA, Marco e 
REIS, José Claudio.Faraday eMaxwell, Eletromag-
netismo: da indução aos dínamos. Ed. Atual, 2004) 
 
Com referência ao texto acima, é correto afirmar 
que: 
 
a) as ondas referidas no texto são idênticas, em natu-
reza, às ondas geradas em abalos sísmicos (terremo-
tos). 
b) o tipo de ondas referidas no texto, enviadas por 
nós, terráqueos, aumentam sua velocidade (no vácuo 
espacial) a medida que vão se afastando da Terra. 
c) supondo que as ondas emitidas atinjam um plane-
ta que contenha água (H2O) na forma líquida, e que 
essas ondas passem a se propagar nesse meio, po-
demos afirmar que haverá uma mudança na freqüên-
cia das ondas. 
d) os comprimentos de onda diminuiriam se as on-
das emitidas atingissem um planeta que contivesse 
água (H2O) na forma líquida, e se essas ondas pas-
sassem a se propagar nesse meio. 
 
2. (UNAMA 2009) [...] O biogás é uma mistura ga-
sosa produzida a partir da fermentação anaeróbica 
da matéria orgânica. [...] Dependendo do teor de 
metano da mistura, determinado basicamente pelo 
tipo de matéria orgânica utilizada na produção, o 
poder calorífico do biogás varia [...]. [...] Para efeito 
de comparação, as informações a seguir mostram a 
correspondência entre a energia gerada por 1 m
3
 de 
biogás e a de diversos outros combustíveis [...] 
 
\u2022 1 m3 de biogás equivale à energia liberada por: 
\u2022 1,429 kWh de energia elétrica 
\u2022 0,790 litros de álcool combustível 
\u2022 0,613 litros de gasolina 
\u2022 0,553 litros de óleo diesel 
\u2022 0,454 kg de gás liquefeito de petróleo 
\u2022 0,735 kg de carvão vegetal 
\u2022 3,429 kg de xisto 
\u2022