ASPECTOS RELEVANTES DO DIREITO NO BRASIL IMPERIAL

Disciplina:História do Direito Brasileiro2.354 materiais101.128 seguidores
Pré-visualização4 páginas
entre Relações Provinciais. (O Supremo Tribunal de Justiça foi efetivamente criado pela Lei de 18 de setembro de 1828, compondo-se de 17 Ministros - ao mesmo tempo em que foi extinta a Casa da Suplicação, o Desembargo do Paço e a Mesa da Consciência e Ordens).

*
*

ATENÇÃO (I) !!!
O Poder Moderador, exercido pelo Imperador, agia sobre o Poder Legislativo (direito de dissolução da Câmara, direito de adiamento e de convocação, direito de escolha, na lista tríplice, dos senadores), agia sobre o Poder Judiciário pelo direito de suspender magistrados (na prática, o texto constitucional negava a vitaliciedade e inamovibilidade dos juízes, assim como não assegurava a irredutibilidade de vencimentos), influía sobre o Poder Executivo pelo direito de escolher livremente seus ministros de Estado e livremente demiti-los – em nosso parlamentarismo o Imperador reinava e governava – a ação do poder do soberano encontrava-se reforçada pela existência de dois órgãos no aparelho político central: o Senado (órgão de reação contra as possíveis tendências excessivamente liberais da Câmara dos Deputados) e o Conselho de Estado (órgão consultivo que aconselhava o Imperador nas medidas administrativas e políticas, constituindo-se em intérprete supremo da Constituição).

*
*

ATENÇÃO (II) !!!
A carta constitucional de 1824 criou um Estado Unitário, vigorosamente centralizado política e administrativamente na capital do Império e nos poderes que a Constituição criou, tornando impraticável qualquer aspiração de autonomia dos poderes locais – o art. 165 estabelecia que cada província teria um presidente nomeado pelo Imperador que o poderia remover quando o bom serviço do Estado assim o entendesse; os artigos 81 e 84 tratavam das atribuições dos Conselhos Gerais das Províncias, que entre 1826 e 1834 se constituíram em meros órgãos consultivos, devendo as deliberações tomadas em maioria serem remetidas ao Poder Executivo (no Rio de Janeiro), por intermédio do Presidente da Província – se a Assembléia Geral estivesse reunida, as deliberações eram enviadas pela Secretaria de Estado para serem propostas como projetos de lei e para obterem a aprovação da Assembléia por uma única discussão em cada câmara - no caso do Legislativo não estar reunido, o Imperador poderia mandar executá-las provisoriamente ou negar-lhes aplicação.

*
*

ATENÇÃO (III) !!!
O rigorismo centralizador da Constituição de 1824 foi amenizado com a adoção do Ato Adicional de 1834 (e que foi “esvaziado” pela lei de interpretação do Ato Adicional de 1840) que criou as Assembléias Legislativas Provinciais (substituindo os Conselhos Gerais de Província) para as quais foram concedidos amplos poderes fiscais, legais e administrativos.

*
*

ELEIÇÃO PARA A CÂMARA DOS DEPUTADOS E SENADO DE ACORDO COM OS DISPOSITIVOS DA CONSTITUIÇÃO DE 1824:
ELEIÇÕES PRIMÁRIAS (eleições para o Colégio Eleitoral)
Votavam os cidadãos brasileiros, inclusive ESCRAVOS LIBERTOS, não podendo votar os menores de 25 anos, os criados de servir, os que não tivessem renda anual de pelo menos 100 mil-réis proveniente de bens de raiz (imóveis), indústria, comércio ou emprego – o equivalente ao rendimento líquido anual de 150 alqueires de farinha de mandioca;
COLÉGIO ELEITORAL
Para ser candidato ao Colégio Eleitoral, o indivíduo, além dos requisitos anteriores, deveria ter uma renda anual de, no mínimo, 200 mil-réis e não ser escravo liberto – o equivalente ao rendimento líquido anual de 250 alqueires de farinha de mandioca;
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Para ser candidato a deputado, além dos requisitos anteriores, era necessário ser católico e ter uma renda mínima anual de 400 mil-réis – o equivalente ao rendimento líquido anual de 500 alqueires de farinha de mandioca;
OBS I: Para ser candidato a senador, o pretendente deveria ter idade igual ou superior a 40 anos, que tivessem feito serviços à Pátria e que possuíssem rendimento anual proveniente de bens, indústria, comércio ou empregos de 800 mil-réis – o equivalente ao rendimento líquido anual de 1000 alqueires de farinha de mandioca. A votação para o Senado se dava em listas tríplices, cabendo ao Imperador a escolha de um dos nomes;
OBS II: As mulheres estavam excluídas dos direitos políticos pelas normas sociais e até 1882, era praxe, a admissão do voto de grande número de analfabetos, tendo em vista o silêncio da Constituição de 1824 a esse respeito;

*