Direito Administrativo (61)
7 pág.

Direito Administrativo (61)


DisciplinaDireito Administrativo I55.813 materiais1.016.611 seguidores
Pré-visualização2 páginas
locação por prazo indeterminado 
mediante aviso por escrito ao locador, com antecedência mínima de trinta dias.
- O aluguel não pode ser fixado em moeda estrangeira, nem vinculado à variação cambial ou salário 
mínimo.
- O aluguel não pode ser cobrado antecipadamente, salvo na locação por temporada ou na ausência de 
garantias locatícias. 
- Os índices e a periodicidade dos reajustes são previstos em legislação específica. O aluguel pode ser 
revisto judicialmente a cada 3 (três) anos, a partir do último contrato ou acordo, sendo cabível a ação 
revisional de aluguel, que segue rito sumário. 
- A alienação do imóvel rompe o contrato, salvo se a locação for por tempo determinado.
"Proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio ou processo, assim como a inclusão em qualquer sistema de processamento de dados. A 
violação do direito autoral é crime punido com prisão e multa (art. 184 do Código Penal), sem prejuízo da busca e apreensão do
material e indenizações patrimoniais e morais cabíveis (arts. 101 a 110 da lei 9.610/98 - Lei dos Direitos Autorais).\u201d
www.r2direito.com.br
04
"Proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio ou processo, assim como a inclusão em qualquer sistema de processamento de dados. A 
violação do direito autoral é crime punido com prisão e multa (art. 184 do Código Penal), sem prejuízo da busca e apreensão do
material e indenizações patrimoniais e morais cabíveis (arts. 101 a 110 da lei 9.610/98 - Lei dos Direitos Autorais).\u201d
www.r2direito.com.br
- A locação se desfaz por mútuo acordo, infração contratual ou não pagamento do aluguel.
- A ação do locador para reaver o imóvel é sempre por despejo que pode ser cumulado com a cobrança de 
aluguéis. 
- O locatário poderá votar em assembléia geral que envolva despesas ordinárias de condomínio, se o 
locador não comparecer
- O locador só pode exigir as seguintes modalidades de garantia:
a) Caução em dinheiro (que não pode exceder a três meses de aluguel) ou caução real (bem móvel ou imóvel 
que é dado como garantia).
b) Fiança pessoal ou fiança bancária.
c) Seguro de fiança locatícia
Observação. - É vedada, sob pena de nulidade,
 mais de uma dessas modalidades de garantia num mesmo contrato.
2. 3. REGRAS ESPECIAIS QUANTO À LOCAÇÃO RESIDENCIAL
O legislador estabeleceu as seguintes hipóteses:
- Contratos fixados por escrito por trinta meses ou mais: neste caso, o contrato se rescinde no término do 
prazo, com prorrogação por tempo indeterminado, caso silentes as partes por mais de trinta dias. Ocorrida a 
prorrogação, caberá denúncia imotivada (denúncia vazia), a qualquer tempo, com 30 dias para a 
desocupação. Mas na ação de despejo, se o locatário concordar em sair do imóvel, terá seis meses para a 
desocupação.
- Contratos fixados verbalmente ou por escrito, por menos de trinta meses: celebrado por escrito, findo o 
prazo ajustado, a locação prorroga-se automaticamente. A retomada do imóvel só será possível com 
denúncia estribada em um dos motivos previstos na lei (uso próprio, reforma, falta de pagamento, entre 
outras denúncia cheia). No caso de locação celebrada oralmente, presume-se ter sido a mesma celebrada 
por prazo indeterminado, só sendo cabível a denúncia motivada ou cheia. 
- Locação por temporada: por até 90 dias, para certos fins, como lazer, tratamento de saúde, trabalho 
temporário ou execução de obras. Aluguel e encargos podem ser cobrados antecipadamente e de uma só 
vez. Findo o prazo estipulado, se o locatário permanecer no imóvel por mais de 30 dias, a locação estará 
prorrogada por tempo indeterminado, somente podendo ser denunciada após 30 meses do seu início ou 
havendo motivos para denúncia cheia. 
05
Hipóteses de denúncia cheia - a) Extinção do usufruto; b) Término do contrato de trabalho, quando o 
empregado residir em imóvel do empregador; c) Alienação do imóvel. O adquirente pode denunciar o 
contrato; d) Havendo mútuo acordo para a extinção; e) Não pagamento do aluguel e demais encargos; f) 
Infração legal ou contratual; g) Para residência de ascendente ou descendente do locador; h) Para uso 
próprio; i) Para demolição ou edificação licenciada; j) Para reparações necessárias e urgentes que não 
possam ser executadas com o locatário no imóvel; l) No caso de locação velha, aquela com vigência 
ininterrupta com mais de cinco anos.
2. 4. REGRAS ESPECIAIS QUANTO À LOCAÇÃO NÃO RESIDENCIAL. 
- Locação comercial ou empresarial: contrato por qualquer prazo, com prorrogação por tempo 
indeterminado, se no seu término ficarem silentes as partes por mais de 30 dias. Ocorrida a prorrogação, 
caberá denúncia imotivada (denúncia vazia), a qualquer tempo, com 30 dias para a desocupação. A 
despeito da previsão acima, o locatário comerciante ou industrial pode obter judicialmente a renovação do 
aluguel, se houver contrato escrito por mais de 5 anos ininterruptos (Ação Renovatória de Aluguel). A 
renovatória deve ser proposta nos primeiros seis meses do último ano de vigência do contrato.
- Locação não residencial civil: abrange locatários com atividades civis, suas sedes, escritórios, estúdios e 
consultórios. Rege-se pelos princípios da locação comercial (denúncia vazia), não havendo direito a ação 
renovatória. 
- Locação não residencial especial: abrange escolas, hospitais e asilos. Rege-se por sistemática própria, que 
exclui a denúncia vazia.
- Locação de benefício ou vantagem profissional indireta: ocorre quando o locatário é pessoa jurídica e o 
imóvel destinado ao uso de seus dirigentes ou empregados. Segue a locação comercial: denúncia vazia 
como regra geral.
"Proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio ou processo, assim como a inclusão em qualquer sistema de processamento de dados. A 
violação do direito autoral é crime punido com prisão e multa (art. 184 do Código Penal), sem prejuízo da busca e apreensão do
material e indenizações patrimoniais e morais cabíveis (arts. 101 a 110 da lei 9.610/98 - Lei dos Direitos Autorais).\u201d
www.r2direito.com.br