A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Aumento de coroa clinica

Pré-visualização | Página 1 de 1

Aumento de coroa clinica 
Acesso cirurgico para raspagem 
 
 
O que seriam tecidos periodontais supracrestais? 
Na margem gengival existem tecidos que se ancoram ao dente (gengiva- 
dente) para proteger osso de bactérias e lesões físicas 
 
 Sulco gengival – tecido não aderido ao dente. Permite entrada de escova 
epitélio não queratinizado 
 Epitélio juncional – ligação ao dente através de hemidesmossomos que 
conferem inicio de uma adesão fraca ao dente 
 Inserção conjuntiva- fibras dispostas em direções variadas dando firmeza 
ao inicio da raiz do dente 
TOTAL QUE DEVE EXISTIR AOS TECIDOS QUE FORMAM PROTEÇAO AO 
OSSO = 2,73mm 
 
AUMENTO DE COROA CLINICA 
Objetivo: 
Restabelecer o espaço biológico que foi violado 
Favorecimento da estética dental 
 
Como espaço biológico pode ser violado? 
 Fraturas 
 Caries 
 Reabsorções 
 Iatrogenias ( perfurações ) 
 Restaurações inadequadas 
 
Quando indicar o aumento de coroa clinica ? 
 Destruição elemento dentário 
 Coro clinica curta dificultando a retenção de preparos protéticos 
 Carie extensa 
 Perfuração subgengival durante tratamento endodontico 
 Reabsorção radicular do terço cervical 
 Melhoria estética 
 
Quando contraindicar o aumento de coroa clinica ? 
 Dentes que não podem ser restaurados 
 Quando os procedimentos utilizados comprometerem estética ou 
funcionalmente o dente adjacente 
 Proporção coroa-raiz desfavorável 
 
Como indicar o aumento de coroa clinica ? 
Diagnóstico de violação dos tecidos periodontais supracrestais 
Radiografias: 
 
Interproximal - Dentes posterior (Garante paralelismo das estruturas e traz 
melhor facilitação de diagnóstico ) 
Periapical –anterior 
Precisa identificar : margem óssea, termino do dente, margem que quer e ter 
noção de quantos mm existem entre as duas estruturas 
Se for menos que 2,73 ( 3 na sonda) – violação tecidos supracrestais . Tecidos 
não íntegros pois tem descontinuidade dentaria 
 
Ex: 
Se for 2 – não cabe as 3 estruturas –invasão periodontal supracrestal 
3- no limite 
 
Resposta dos tecidos à invasão supracrestal 
Dificuldade de técnica restauradora 
Impossibilidade de inserção de fibras conjutivas no material restaurador 
Inflamação persistente 
Perda óssea ( vertical e localizada) 
 
Procedimentos preparatórios para aumento de coroa clinica 
Remoção do tecido cariado 
Tratamento endodontico 
Controle da inflamação do tecidos periodontais 
 
 
 
Qualquer intervenção q aumente a coroa clinica do dente 
Trabalha com osteotomia 
Obs: O aumento de coroa é 1-2mm . O widman modificado basta pois a 
movimentação pequenae é mias conservador 
 
Extrusão – inserção brequete e faz movimento de traçao para coronal 
 
 
AUMENTO DE COROA CLINICA –TÉCNICA CIRÚRGICA 
 
Anestesia (Infiltrativa + regiao de gengiva inserida) 
Pode fazer NAI no inferior 
Instrumental necessário ao exame (Sonda- Incisão bisel) 
Confecção do retalho (widman modificado) 
 
 
 
 
 
Nem sempre é realizado 
 
Descolamento mucoperiosteal 
 
Deslocamento total para verificar osso 
Descolador de molt 2-4 
Descolador de freer 
 
 
Debridamento da granulação e condicionamento radicular (Com auxilio de 
curetas: Curetas gracey ; Cureta crane kkaplan) 
Remoção do osso para restabelecimento do espaço biológico 
cinzel, limas , brocas cirúrgicas 
 
 
Verificar 3mm 
 O que deve ser considerado na osteotomia? 
Proporção coroa/raiz comprimento da raiz 
 Quantidade de tecido ósseo presente na área 
 Fratura entre terço médio e apical 
Área de furca 
Não há possibilidade de reposicionar apicalmente o retalho palatino 
 
 
 
 
Limpeza com soro fisiológico 
Sutura simples nas área interproximais 
Fechamento da cavidade de carie ou recolocação do provisório 
 
Resumo > 
 
Sutura 8 –reposiciona tecido e deixa seguro 
 
 
Cuidados pós operatórios 
Prescrição : 
Analgésico ou AINES 
Digluconato de clorexidina 0,12 – 7 dias 
Antibiótico somente quando necessário 
Instruções pós-operátorias 
 
 
ACESSO CIRURGICO PARA RASPAGEM 
 
 
 
Instrumental : o mesmo para exame periodontal 
Levar em consideração bolsas, lesões de furca .. 
Anestesia infiltratitiva complementando gengiva próxima incisao 
 
Descolamento 
 
 
 
 
 
 
 
 
Cuidados pós operatório: 
Prescrição : Analgésicos ou AINES 
Digluconato de clorexidina; 0,12%- 7 dias 
Antibiótico se parte do planejamento terapêutico 
Instruções pós-operatórias