A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
18 pág.
TIREOIDE RESUMÃO

Pré-visualização | Página 3 de 3

 NEM 2 A: carcinoma medular de tireoide (CMT), feocromacitoma e 
hiperparatireoidimo. 
CMT, inicialmente, na maioria dos casos, terá hiperplasia da célula C parafolicular 
de tireoide, com distribuição multifocal e multicêntrica, com evolução de 
linfonodos cervicais (podendo atingir outros orgaos por metástase). 
Lesóes pruriginosas em região escapular (liquen amiloide cutâneo). 
Hiperplasia adrenal ocorre pelo feocromocitoma, geralmente bilateral e 
multicêntrica. 
Manifestações clinicas: HAS, fáscies cushingoide (pois aumenta os hormonios 
como adrenalina). 
Diagnóstico: investigação por imagem (RM, TC ou USG), exame genético, niveis 
séricos de cálcio, PTH e catecolaminas urinarias. 
Tratamento: excisão tumoral, controle sintomático, quimioterapia e 
radioterapia (há controversias). 
 NEM 2 B: ganglioneuromatose difusa na face (principalmente lábios e olhos e 
TGI), CMT, hábitos marfanoides (quando o paciente apresentar extremidades 
longas, articulações com capacidade de hiperextensão e epífises anormais), 
feocromacitoma. 
Diagnóstico: confirmação genética, exames laboratoriais, sintomas, exames de 
imagem. 
Tratamento: excisão cirurgica, tireoidectomia total associado a esvaziamento 
cervical (em caso de carcinoma medular). 
16 
 
 Rita Juelg 
 
SEMIOLOGIA 
1. Avaliação inicial: historia clinica, tempo de crescimento do nódulo, progressão 
(lenta ou acelerada), alterações em fala, deglutição, sintomas compressivos, 
presença de dor, alterações locais. Sinais e sintomas sistêmicos: peso, humor, 
cilo sono-vigília, sintomas intestinais, sensibilidade a temperatura, sintomas 
gênito- urinarios, sintomas cardíacos. Ocupação do paciente, exposição a 
radiação, hábitos de vida, historia familiar. (compressão de cordas vocais causa 
roquidão, compressão esofágica causa disfagia,...). 
2. Exame físico: inspeção estática, inspeção dinamica, palpação (pedir pro paciente 
deglutir). Descrever: tamanho (polpas digitais), consistência (fibroeslástica, 
endurecida ou granulosa), regularidade, mobilidade, dor. Ausculta 
(hipertireoidismo – sopros). 
 
 
 
 
17 
 
 Rita Juelg 
NÓDULOS TIREOIDIANOS NA CINTILOGRAFIA 
 
 
Frio // quente 
 
PAAF – PUNÇÃO POR AGULHA FINA E TI- RADS 
Indicada após a realização de USG tireoidiana+ características suspeitas. 
 
18 
 
 Rita Juelg