Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
INTRODUÇÃO SOBRE TAXONOMIA & SISTEMÁTICA

Pré-visualização | Página 1 de 1

INTRODUÇÃO SOBRE TAXONOMIA & SISTEMÁTICA
- Século 18: Carl Von Linné (1707 – 1778) - Início da taxonomia e sistemática “moderna”
- Décima edição do “Systema Naturae” (1758)
- Nomeação, descrição e classificação de mais de 10.000 espécies vivas:
* cerca de 6000 espécies de plantas
* 4236 espécies de animais
- Descreveu, classificou e nomeou as espécies
- Sistematizou o sistema do uso binominal (nomenclatura binominal)
* Hoje: ± 1,8 espécies vivas catalogadas:
- ± 4000 espécies de Procariontes (Arqueias e Bactérias)
- ± 80.000 espécies de Protistas
- ± 72.000 espécies de Fungos
- ± 240.000 espécies de Plantas
- ± 1,3 espécies de Animais
- Regiões do planeta com fauna e flora ainda insuficientemente conhecidas
➔ Avaliações sobre o verdadeiro número de espécies Animais
* Biodiversidade atual = ± 1 % da diversidade biológica que já existiu na Terra
● As espécies “morrem” (pq vivem num ambiente que sempre evolui ao longo dos
milhões de anos, com o surgimento de novas espécies, se deparando com um
contexto em que não podem mais competir, morrendo pouco a pouco)
● Houve muitos episódios de extinção maciça de grande porte e de menor escala
- Cinco episódios de extinção maciça na vida do planeta Terra
- Os mais importantes: No final do Paleozóico (mais precisamente no final do Permiano, há
± 254 Ma) e no final do Mesozóico (no final do Cretáceo, há ± 65 Ma).
- Final do Permiano: Extinção de 90 % das espécies marinhas;
2/3 das famílias de anfíbios e répteis;
8 das 27 ordens de Insetos
Duração de ± 5 Ma
- Final do Cretáceo: Extinção de 50 % das espécies marinhas;
Numerosas famílias de vegetais e animais terrestres
A maioria dos Dinossauros foram extintos (mas as AVES são descendentes deles
➔ Evento K-Pg: Cretáceo-Paleógeno
PANGEIA = completamente formada há ± 275 Ma (metade do permiano [298 – 252 Ma]);
começa a se fragmentar há cerca de 175 Ma (metade do jurássico [201 – 145 Ma])
- A formação da Pangeia:
➔ Levou a diminuição drástica das áreas de águas pouco profundas;
➔ Faunas isoladas ficaram expostas a invasão;
➔ Provável alteração das correntes oceânicas e dos climas terrestres com formação
de imensas zonas desérticas nas áreas centrais da Pangeia.
- O aquecimento global:
➔ Liberação de enormes quantidades de CO2 (+CH4) na atmosfera;
➔ Causou diminuição significativa da diferença de temperatura entre o equador e os
polos;
➔ Diminuição da mistura das águas oceânicas;
➔ Redução do O2.
Extinção do final do Cretáceo (± 65 Ma) (evento K-Pg (Cretáceo-Paleógeno]) teria sido
causado pelo impacto de um (ou vários) asteróide(s) de grande tamanho com a Terra. (pag3
● O impacto teria provado: formação de imensas nuvens planetárias de poeira (K-pg);
● Levou ao colapso de grandes quantidades de CO2 na atmosfera;
● Efeito estufa e chuvas ácidas;
● Onda sísmica enorme, erupções vulcânicas.
TAREFA DA TAXONOMIA (TAXÔNOMO) (= taxinomia) e da SISTEMÁTICA (SISTEMATA)
Etimologicamente, SISTEMÁTICA = «arte» de produzir sistemas (resultado ordenado de
um trabalho de sistemática); classificação é sinônimo de sistemática
Taxonomia é a ciência da descoberta, descrição e classificação das [espécies] e grupo de
espécies, com suas normas e princípios
Sistemática é a ciência dedicada a inventariar e descrever a biodiversidade e compreender
as relações filogenéticas entre os organismos.
ESTUDO DA BIODIVERSIDADE:
➔ * DESCREVER e NOMEAR
➔ * CLASSIFICAR
AS ESPÉCIES VIVAS (E FÓSSEIS) E OUTROS TÁXONS
- CLASSIFICAR:
● Nos séculos 18 e 19, classificar = encontrar a “ordem da natureza” (chegar a uma
classificação “natural” que reflita essa ordem “natural” [= de origem divina] da
natureza)
● HOJE, as classificações são baseadas unicamente
nas relações de parentesco (evolutivas)
(ascendência comum) existentes entre as espécies, e
na formação de grupos monofiléticos (= clados)
- Uma espécie sempre descende de outra e qualquer
par possui um ancestral comum.