A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
26 pág.
teorico_III (1)

Pré-visualização | Página 1 de 4

Fundamentos do Controle de Ruído IndustrialInserir Título Aqui
Inserir Título Aqui
Responsável pelo Conteúdo:Equipamentos e Parâmetros de Medição
Prof.ª Me. Fernanda Anraki Vieira
Revisão Textual:
Prof. Esp. Claudio Pereira do Nascimento
Nesta unidade, trabalharemos os seguintes tópicos:Equipamentos e Parâmetros de Medição
· Equipamentos e Parâmetros de Medição;
· Configuração dos Equipamentos;
· Leitura e Interpretação de Relatórios e Histogramas.Fonte: iStock/Getty Images
Objetivos
· Demonstrar os equipamentos e parâmetros de medição de ruído.;
· Fornecer as noções básicas para configuração dos equipamentos de medição;
· Capacitar o aluno para leitura e interpretação de relatórios de dados e histogramas.
Caro Aluno(a)!
Normalmente, com a correria do dia a dia, não nos organizamos e deixamos para o último momento o acesso ao estudo, o que implicará o não aprofundamento no material trabalhado ou, ainda, a perda dos prazos para o lançamento das atividades solicitadas.
Assim, organize seus estudos de maneira que entrem na sua rotina. Por exemplo, você poderá escolher um dia ao longo da semana ou um determinado horário todos ou alguns dias e determinar como o seu “momento do estudo”.
No material de cada Unidade, há videoaulas e leituras indicadas, assim como sugestões de materiais complementares, elementos didáticos que ampliarão sua interpretação e auxiliarão o pleno entendimento dos temas abordados.
Após o contato com o conteúdo proposto, participe dos debates mediados em fóruns de discussão, pois estes ajudarão a verificar o quanto você absorveu do conteúdo, além de propiciar o contato com seus colegas e tutores, o que se apresenta como rico espaço de troca de ideias e aprendizagem.
Bons Estudos!
Contextualização
Diversos aspectos devem ser observados para a realização de uma avaliação de ruído.É muito importante selecionar e configurar adequadamente o equipamento de me- dição, visto que ele fornecerá os níveis de ruído do ambiente avaliado. Não somente isto, mas a certificação e calibração, também, interferem diretamente nos resultados obtidos.
Além dos equipamentos de medição, deve-se compreender e interpretar uma série de parâmetros que servirão como base para uma tomada de decisão quanto ao ruído. Estes parâmetros precisam ser cuidadosamente estudados para que a avaliação tenha sucesso.
Uma avaliação de ruído bem realizada e registrada adequadamente serve como base para a elaboração de diversos documentos de segurança, inclusive, para apresentação aos órgãos fiscalizadores e outros aos quais interessar.
De modo contrário, uma avaliação de ruído mal feita pode acarretar diversos prejuízos às partes interessadas, resultando em doenças e acidentes envolvendo os trabalhadores, comprometimento da imagem e credibilidade da empresa e do profissional responsável pela avaliação, entre outras possibilidades.
Segue mais um vídeo do Napo para reflexão.
	
	Assista ao vídeo e reflita com Napo em: https://youtu.be/rkbat5wUWo4
	
	
UNIDADE
Equipamentos e Parâmetros de Medição
10
7
7
Equipamentos e Parâmetros de Medição
Equipamentos de Medição de Ruído	
Um sistema básico de medição de ruído é composto por um microfone, pré-ampli- ficadores, circuitos de compensação ou filtros de frequências/bandas, um amplificador, um detector RMS e um sistema de saída. (GERGES, 2000)Detector
Saída
Microfone
Preamplificador
Amplificador
RMS
Detector
Constante “R” / “L”
Circuitos “Hold”
Filtros
A, B, C, D
Linear
Figura 1 – Sistema básico para medição de ruído
O microfone é o dispositivo responsável por captar a grandeza física da pressão acústica e transformá-la em sinal elétrico. Deve-se tomar cuidado com interferências causadas por ventos, através do uso de protetor de espuma, com células abertas, que é posicionado sobre o microfone. (GERGES, 2000)
O sinal elétrico captado pelo microfone passa pelo sistema do equipamento e recebe as correções dos circuitos de compensação (A, B, C ou D) e/ou filtros de bandas, forne- cendo uma resposta (rápida ou lenta) de saída, que pode ser analógica ou digital.Outro aspecto a ser considerado é que os equipamentos de medição devem seguir a normas ou especificações internacionais de fabricação. (GERGES, 2000)
Medidores de Nível de Pressão Sonora	
Também conhecidos como decibelímetros ou sonômetros, os medidores de níveis de pressão sonora são instrumentos utilizados para medir o NPS instantâneo. Podem ser do tipo simples, que fornecem apenas o nível global em dB(A), ou medidores sofisticados com recursos para leitura em dB (linear A, B, C ou D), dB impulso, dB pico, ou outras escalas. (GERGES, 2000; SALIBA, 2018)
Atualmente existem aplicativos para smartphones que medem o nível de pressão sonora. A Figura 2 mostra um decibelímetro digital, medindo 42,3dB(A), e ao seu lado, um aplicativo de smartphone medindo 42,5dB(A), ambos com a mesma configuração.
Figura 2 – Comparação dos níveis de pressão sonora exibidos entre um aplicativo do smartphone e um decibelímetro
Fonte: Acervo do Conteudista
Os aplicativos de smartphones podem ser utilizados nas medições de níveis de pressão sonora em uma empresa?
Analisadores de Frequência
Analisadores de frequência são acessórios que podem ser integrados ou acoplados aos medidores de nível de pressão sonora para obterem o espectro sonoro, ou seja, o nível de pressão sonora em determinada frequência. A análise da frequência do NPS au- xilia na tomada de medidas de controle, vez que a seleção de materiais isolantes depende desta análise, e também pode ser útil no cálculo de atenuação de protetores auditivos. (SALIBA, 2018)
Dosímetros
Os dosímetros são equipamentos utilizados para a medição da dose de ruído (ou efei- to combinado) durante a jornada de trabalho, principalmente quando o ruído é variável (GERGES, 2000). Atualmente existem vários modelos de dosímetros no mercado, com ou sem cabo, que fornecem, além da dose, outros parâmetros necessários na avaliação de ruído. Os dados medidos podem ser impressos com histogramas. (SALIBA, 2018)
Calibradores
Os equipamentos medidores de ruído devem ser calibrados em campo, antes e após cada medição. Para isso, utiliza-se uma fonte padrão que emite som na frequência de 1.000Hz. A intensidade emitida pelo calibrador pode ser de 94dB, 114dB, ou outro valor, de acordo com a marca do calibrador. (SALIBA, 2018)
Antes de iniciar a medição, calibra-se o equipamento para garantir a precisão da medição. Durante a calibração, caso o equipamento apresente valor diferente do nível emitido pelo calibrador, é possível ajustá-lo. Após a medição, conecta-se o calibrador ao equipamento para verificar se houve variação entre a calibração inicial e final. Caso a variação seja de ±1dB, a medição deve ser descartada. (SALIBA, 2018)
Figura 3 – Dosímetro modelo Simpson 897 com fio e calibrador acústico
Fonte: Acervo do Conteudista
Figura 4 – Dosímetro modelo Casella Cel-35X sem fio
Fonte: Acervo do Conteudista
	
Figura 5 – Dosímetro modelo Simpson 897 com microfone conectado ao calibrador, antes da calibração, apresentando leitura de 94,2dB para 94dB emitido
Fonte: Acervo do Conteudista
Figura 6 – Mesmo equipamento, após ajuste manual da calibração, apresentando leitura de 94,0dB para 94dB emitido
Fonte: Acervo do Conteudista
	
	Sobre a seleção do equipamento para a medição em: https://youtu.be/XBObMj44Z6I
	
	
Certificação dos Equipamentos	
Os medidores de ruído e calibradores devem ser calibrados e certificados periodicamen- te em laboratórios especializados. Conforme a NBR-10151/00, a certificação deve ser da Rede Brasileira de Calibração (RBC) do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (INMETRO), renovado, no mínimo, a cada dois anos (SALIBA, 2018). A calibração e certificação podem ocorrer em tempo menor, geralmente a cada um ano, ou conforme a necessidade, quando ocorrerem situações que podem comprometer a integridade dos componentes, por exemplo: quedas, manutenções etc.
O site do Inmetro para descobrir quais laboratórios

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.