Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

prática civil

A” menor impúbere, representada por sua genitora, move ação de reparação de danos materiais e morais em face da empresa de Transportes “Vai Depressa”, em razão de acidente de trânsito que lhe ocasionou a perda dos membros inferiores. Requer, a título de pagamento de reparação de danos materiais, pensão mensal vitalícia, em razão da sua incapacidade. A Ré foi revel. A ação foi julgada procedente e arbitrados cinco salários mínimos a título de reparação de danos, além do valor pleiteado a título de danos morais. O Ministério Público não foi intimado para intervir, e tão logo tomou conhecimento da causa - por ocasião da sentença – requereu a nulidade de todos os atos processuais. Pergunta-se:

a) Padece esse processo e a sentença nele proferida de algum vício? Qual?



Ainda não temos resposta. Você sabe responder?