A maior rede de estudos do Brasil

O que é "onûs da prova"?


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Carlos Eduardo Ferreira de Souza Verified user icon

Há mais de um mês

É um dever imposto a determinado sujeito do processo para comprovar os fatos alegados em juízo, cujo não exercício é facultado, mas gerará prejuízo apenas para si.

Temos que lembrar de importante regra em relação ao tema:

"Art. 373. O ônus da prova incumbe:

I - ao autor, quanto ao fato constitutivo de seu direito;

II - ao réu, quanto à existência de fato impeditivo, modificativo ou extintivo do direito do autor.

§ 1º Nos casos previstos em lei ou diante de peculiaridades da causa relacionadas à impossibilidade ou à excessiva dificuldade de cumprir o encargo nos termos do caput ou à maior facilidade de obtenção da prova do fato contrário, poderá o juiz atribuir o ônus da prova de modo diverso, desde que o faça por decisão fundamentada, caso em que deverá dar à parte a oportunidade de se desincumbir do ônus que lhe foi atribuído.

§ 2º A decisão prevista no § 1º deste artigo não pode gerar situação em que a desincumbência do encargo pela parte seja impossível ou excessivamente difícil.

§ 3º A distribuição diversa do ônus da prova também pode ocorrer por convenção das partes, salvo quando:

I - recair sobre direito indisponível da parte;

II - tornar excessivamente difícil a uma parte o exercício do direito.

§ 4º A convenção de que trata o § 3º pode ser celebrada antes ou durante o processo."

É um dever imposto a determinado sujeito do processo para comprovar os fatos alegados em juízo, cujo não exercício é facultado, mas gerará prejuízo apenas para si.

Temos que lembrar de importante regra em relação ao tema:

"Art. 373. O ônus da prova incumbe:

I - ao autor, quanto ao fato constitutivo de seu direito;

II - ao réu, quanto à existência de fato impeditivo, modificativo ou extintivo do direito do autor.

§ 1º Nos casos previstos em lei ou diante de peculiaridades da causa relacionadas à impossibilidade ou à excessiva dificuldade de cumprir o encargo nos termos do caput ou à maior facilidade de obtenção da prova do fato contrário, poderá o juiz atribuir o ônus da prova de modo diverso, desde que o faça por decisão fundamentada, caso em que deverá dar à parte a oportunidade de se desincumbir do ônus que lhe foi atribuído.

§ 2º A decisão prevista no § 1º deste artigo não pode gerar situação em que a desincumbência do encargo pela parte seja impossível ou excessivamente difícil.

§ 3º A distribuição diversa do ônus da prova também pode ocorrer por convenção das partes, salvo quando:

I - recair sobre direito indisponível da parte;

II - tornar excessivamente difícil a uma parte o exercício do direito.

§ 4º A convenção de que trata o § 3º pode ser celebrada antes ou durante o processo."

User badge image

Marcelo

Há mais de um mês

É a responsabilidade em provar a tese. Em geral o ônus da prova cabe a quem acusa, ou seja, comprovar por documentos ou depoimentos. Na justiça do consumidor, em especial, não sei se cabe nas outras matérias, há a possibilidade de pedir inversão do ônus, ou seja, fazer com que o réu prove aquilo que você está questionando. Geralmente a ação é negativa, ou seja, algum prestador de serviço está te cobrando algo que você alega não ter feito.

User badge image

Gabriela

Há mais de um mês

Provar o alegado. Cabe informar que cabe a invresão da prova em se tratando de hipossuficiência. 

User badge image

Ádamo

Há mais de um mês

O ônus, diversamente de uma obrigação, é uma faculdade. Entretanto, a parte que tem o ônus de fazer a prova é que arcará com o prejuízo da prova não realizada. Por isso, o ônus da prova é de grande relevância para que o juiz possa julgar em caso de dúvida, de modo que a decisão será desfavorável àquele que tinha o ônus de produção da prova e não conseguiu produzí-la. Portanto, o ônus da prova serve para orientar não só a instrução, mas especialmente para suprir a lacuna probatória por ocasião da sentença.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas