A maior rede de estudos do Brasil

como funciona o cerebelo?


1 resposta(s)

User badge image

Larissa Carvalho

Há mais de um mês

O cerebelo está situado na parte posterior do tronco encefálico, ao qual está preso por três
pedúnculos a cada lado. Os pedúnculos cerebelares inferiores conectam o cerebelo com o bulbo e a
medula espinhal; os médios conectam-no com a ponte e, os superiores, com o mesencéfalo. O
cerebelo está separado do lobo occipital do cérebro por uma prega de dura-máter, a tenda do
cerebelo.
Pertence ao sistema nervoso supra-segmentar, pois não apresenta conexão com nervos e a
substância cinzenta localiza-se externamente à substância branca, formando uma fina camada - o
córtex cerebelar, que reveste toda a superfície do órgão. O cerebelo está conectado com o córtex
cerebral e com a medula espinhal e é importante na coordenação dos movimentos, postura e
equilíbrio. É um órgão fundamentalmente motor, inconsciente (sem memória), involuntário
(automático) e ipsilateral (influencia neurônios motores de seu próprio lado). Porém, possui
também algumas funções cognitivas (solucionar quebra-cabeças, associar palavras a verbos,
resolver mentalmente operações aritméticas, reconhecer figuras complexas).

As principais funções do cerebelo são:
 Manutenção do equilíbrio e da postura: funções do vestíbulocerebelo, que através dos tratos vestíbuloespinhais, promove a contração adequada dos músculos axiais e proximais dos membros, de modo a manter o equilíbrio e a postura normal, mesmo em deslocamentos.
 Controle do tônus muscular: Os núcleos denteado e interpósito mantém, mesmo na ausência de movimento, certo nível de atividade espontânea, que age sobre os neurônios motores das vias laterais (tratos corticoespinhal e rubroespinhal), sendo importante para a manutenção do tônus.
 Controle dos movimentos voluntários: o cerebelo exerce essa função através de duas etapas – planejamento do movimento e correção do movimento. O planejamento do movimento é elaborado no cerebrocerebelo, a partir de informações trazidas, pela via córtico-ponto-cerebelar, de áreas terciárias do córtex que expressam a “intenção” do movimento. O “plano motor” é então enviado para as áreas motoras de associação do córtex (via dento-tálamo-cortical). Essas áreas associam os dados do plano motor do cerebelo com os seus próprios dados, formando um plano motor comum que é executado pela ativação da área motora primária. Iniciado o movimento, ele passa a ser controlado pelo espinocerebelo, o qual é informado das características do movimento (aferências sensoriais – tratos espinocerebelares) e através da via interpósito-tálamo-cortical, promove as correções necessárias, agindo sobre as áreas motoras e o trato corticoespinhal.
 Aprendizagem motora: o cerebelo participa desse processo através das fibras olivocerebelares, que chegam até o córtex cerebelar como fibras trepadeiras e fazem sinapses diretamente com as células de Purkinje, modulando a excitabilidade destas células.
 Funções não motoras: São executadas principalmente pelo cerebrocerebelo, o qual possui conexões com a área pré-frontal do córtex, evidenciando funções não motoras (resolver quebra-cabeças, associar palavras a verbos, resolver mentalmente operações aritméticas, reconhecer figuras complexas).

O cerebelo está situado na parte posterior do tronco encefálico, ao qual está preso por três
pedúnculos a cada lado. Os pedúnculos cerebelares inferiores conectam o cerebelo com o bulbo e a
medula espinhal; os médios conectam-no com a ponte e, os superiores, com o mesencéfalo. O
cerebelo está separado do lobo occipital do cérebro por uma prega de dura-máter, a tenda do
cerebelo.
Pertence ao sistema nervoso supra-segmentar, pois não apresenta conexão com nervos e a
substância cinzenta localiza-se externamente à substância branca, formando uma fina camada - o
córtex cerebelar, que reveste toda a superfície do órgão. O cerebelo está conectado com o córtex
cerebral e com a medula espinhal e é importante na coordenação dos movimentos, postura e
equilíbrio. É um órgão fundamentalmente motor, inconsciente (sem memória), involuntário
(automático) e ipsilateral (influencia neurônios motores de seu próprio lado). Porém, possui
também algumas funções cognitivas (solucionar quebra-cabeças, associar palavras a verbos,
resolver mentalmente operações aritméticas, reconhecer figuras complexas).

As principais funções do cerebelo são:
 Manutenção do equilíbrio e da postura: funções do vestíbulocerebelo, que através dos tratos vestíbuloespinhais, promove a contração adequada dos músculos axiais e proximais dos membros, de modo a manter o equilíbrio e a postura normal, mesmo em deslocamentos.
 Controle do tônus muscular: Os núcleos denteado e interpósito mantém, mesmo na ausência de movimento, certo nível de atividade espontânea, que age sobre os neurônios motores das vias laterais (tratos corticoespinhal e rubroespinhal), sendo importante para a manutenção do tônus.
 Controle dos movimentos voluntários: o cerebelo exerce essa função através de duas etapas – planejamento do movimento e correção do movimento. O planejamento do movimento é elaborado no cerebrocerebelo, a partir de informações trazidas, pela via córtico-ponto-cerebelar, de áreas terciárias do córtex que expressam a “intenção” do movimento. O “plano motor” é então enviado para as áreas motoras de associação do córtex (via dento-tálamo-cortical). Essas áreas associam os dados do plano motor do cerebelo com os seus próprios dados, formando um plano motor comum que é executado pela ativação da área motora primária. Iniciado o movimento, ele passa a ser controlado pelo espinocerebelo, o qual é informado das características do movimento (aferências sensoriais – tratos espinocerebelares) e através da via interpósito-tálamo-cortical, promove as correções necessárias, agindo sobre as áreas motoras e o trato corticoespinhal.
 Aprendizagem motora: o cerebelo participa desse processo através das fibras olivocerebelares, que chegam até o córtex cerebelar como fibras trepadeiras e fazem sinapses diretamente com as células de Purkinje, modulando a excitabilidade destas células.
 Funções não motoras: São executadas principalmente pelo cerebrocerebelo, o qual possui conexões com a área pré-frontal do córtex, evidenciando funções não motoras (resolver quebra-cabeças, associar palavras a verbos, resolver mentalmente operações aritméticas, reconhecer figuras complexas).

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes