A maior rede de estudos do Brasil

Direito Processual Civil II

Compete ao réu na contestação, antes de discutir o mérito, alegar:

 a)
impedimento do juiz.
 
 b)
suspeição do juiz.
 
 c)
convenção de arbitragem.
 
 d)
incompetência territorial.
 
 e)
reconvenção.
 
 
 

2 resposta(s)

User badge image

Vivian Lacerda

Há mais de um mês

Letra c, convenção de arbitragem (art. 337, X, CPC)

Letra c, convenção de arbitragem (art. 337, X, CPC)

User badge image

Júnior Oliveira

Há mais de um mês

A questão possui dois gabaritos possíveis, porque a incompetência, seja ela relativa ou absoluta, será alegada em preliminar de mérito. Em igual sentido, a convenção de arbitragem tambem será alegada nesse momento, conforme regras expressas no CPC: 

Art. 64.  A incompetência, absoluta ou relativa, será alegada como questão preliminar de contestação.

Art. 337.  Incumbe ao réu, antes de discutir o mérito, alegar:

I - inexistência ou nulidade da citação;

II - incompetência absoluta e relativa;

III - incorreção do valor da causa;

IV - inépcia da petição inicial;

V - perempção;

VI - litispendência;

VII - coisa julgada;

VIII - conexão;

IX - incapacidade da parte, defeito de representação ou falta de autorização;

X - convenção de arbitragem;

XI - ausência de legitimidade ou de interesse processual;

XII - falta de caução ou de outra prestação que a lei exige como preliminar;

XIII - indevida concessão do benefício de gratuidade de justiça.

 

Suspeição e Impedimento não são arguidas em preliminar de mérito, mas em petição própria, dirigida ao juiz:

CPC, art. 146.  No prazo de 15 (quinze) dias, a contar do conhecimento do fato, a parte alegará o impedimento ou a suspeição, em petição específica dirigida ao juiz do processo, na qual indicará o fundamento da recusa, podendo instruí-la com documentos em que se fundar a alegação e com rol de testemunhas. 

 

Por seu turno, a Reconvenção tambem não deve ser invocada em preliminar, mas proposta em separado, no mesmo momento da contestação:

CPC, art. 343.  Na contestação, é lícito ao réu propor reconvenção para manifestar pretensão própria, conexa com a ação principal ou com o fundamento da defesa.

Essa pergunta já foi respondida!