A maior rede de estudos do Brasil

Porque foi criado o código criminal de 1830?


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder esta questão vamos abordar brevemente o contextos histórico de 1830 e indicar os motivos que levaram à criação do código criminal neste ano.
Sabe-se que em 07 de setembro de 1822 foi proclamada a indepedência do Brasil pelo seu imperador na época: Dom Pedro I. Assim, os laços políticos que o Brasil possuía com Portugal, que era sua colônia, foram rompidos.
Tendo em vista esta ruptura, o Brasil precisou de criar suas próprias leis e diretrizes para organizar a nação, já que até ano da proclamação da Independência a constituição portuguesa estava em vigência como a constituição oficial. No ano de 1824 a primeira Constituição Brasileira foi outorgada e, assim, deu margem para as discussões sobre a justiça brasileira e os códigos jurídicos e criminais.
Por isso, em 1830 é outorgado o Código Criminal, o primeiro do Brasil, que estabelecia diretrizes e normas para a expressão da justiça nacional. Apesar de ser um código bastante rígido e negligente em relação ao tratamento dos escravos, este Código tinha avanços consideráveis em relação à igualdade jurídica e aos direitos civis.
Portanto, o Código Civil foi criado para estabelecer regras e normas jurídicas específicas ao Brasil, já que após a declaração de Indepedência os códigos jurídicos e a constituição que estavam em vigência perderam seu valor.
Para responder esta questão vamos abordar brevemente o contextos histórico de 1830 e indicar os motivos que levaram à criação do código criminal neste ano.
Sabe-se que em 07 de setembro de 1822 foi proclamada a indepedência do Brasil pelo seu imperador na época: Dom Pedro I. Assim, os laços políticos que o Brasil possuía com Portugal, que era sua colônia, foram rompidos.
Tendo em vista esta ruptura, o Brasil precisou de criar suas próprias leis e diretrizes para organizar a nação, já que até ano da proclamação da Independência a constituição portuguesa estava em vigência como a constituição oficial. No ano de 1824 a primeira Constituição Brasileira foi outorgada e, assim, deu margem para as discussões sobre a justiça brasileira e os códigos jurídicos e criminais.
Por isso, em 1830 é outorgado o Código Criminal, o primeiro do Brasil, que estabelecia diretrizes e normas para a expressão da justiça nacional. Apesar de ser um código bastante rígido e negligente em relação ao tratamento dos escravos, este Código tinha avanços consideráveis em relação à igualdade jurídica e aos direitos civis.
Portanto, o Código Civil foi criado para estabelecer regras e normas jurídicas específicas ao Brasil, já que após a declaração de Indepedência os códigos jurídicos e a constituição que estavam em vigência perderam seu valor.
User badge image

Stefany Santos

Há mais de um mês

Desde 1603 vigoraravam no Brasil, por ser colônia portuguesa, as Ordenações Filipinas (punição cruel). Após a Independência do Brasil (1822) e a outorga da Constituição Brasileira de 1824 começaram a ser construídos os primeiros códigos jurídicos brasileiros. Em 1830 foi promulgado o Código Criminal, que avançou em relação às leis Filipinas, no que diz respeito à integridade física para os homens livres, com a inviolabilidade dos direitos civis e igualdade jurídica, porém mantendo os castigos corporais para escravos: o Art. 60 determinava que "Se o réu for escravo e incorrer em pena, que não seja a capital, ou de galés, será condenado na de açoutes, e depois de os soffrer, será entregue a seu senhor, que se obrigará a trazel-o com um ferro, pelo tempo, e maneira que o Juiz designar" (revogado pela Lei 3.310, de 3.310, de 1886, a qual, no Art. 1º, determinou que "Ao réo escravo serão impostas as mesmas penas decretadas pelo Codigo Criminal e mais legislação em vigor para outros quaesquer delinquentes"). A diferença de castigo entre livres e escravos residia no fato de que a prisão do escravo reverteria em prejuízo financeiro para seu proprietário, enquanto o castigo corporal permitia o retorno do escravo ao trabalho de forma mais rápida do que ocorreria em caso de prisão.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas