A maior rede de estudos do Brasil

De acordo com Cristiane M. de Oliveira

De acordo com Cristiane M. de Oliveira (2011), destacam-se algumas sugestões para cada faixa etária. Neste contexto, relacione a 2ª coluna de acordo com a 1ª


1 resposta(s)

User badge image

Marcele Eloá

Há mais de um mês

A Equipe Executora, contou com a participação de professores conteudistas e também professores formadores, autores da maioria dos capítulos deste livro: Maria Cristina, Maria do Rocio, Laura, Marilene, Bernadete, Maria Clara, Gabriela e Luciana, além de Claudia e Helen. Os professores tiveram o apoio e o acompanhamento da Coordenação do Curso, formada pelas professoras Iara, Eliane e Lizandra que contaram com o suporte de Ariel, Alexandre, Wladimir e Shirley. Credita-se o êxito dos resultados obtidos ao trabalho conjunto da Equipe de coordenação, apoio, professores, tutores presenciais, que atuaram junto aos alunos, nos Polos (Nadir, Teresinha, Adriana, Ana Izabel, Izabel, Janete, Raquel, Valéria, Ximena, Lisiane, Odete, Ionara, Marluza, Ligia, Lidiane, Marta e Tânia) e tutores a distância que acompanharam o professor e os participantes, atendendo os aspectos pedagógicos e tecnológicos (Betina, Camila, Cibele, Cristiane, Fabiana, Filipe, Gabriela, Guilherme, João Vicente, José Roberto, Kathiane, Kátia, Luis Gustavo, Magali, Marco Antonio, Maria José, Ricardo, Roberta, Robson e Rodrigo) e estimulando a interação entre todos os participantes. O Projeto, em sua proposta inicial, pretendia atender um público beneficiário, formado por professores de educação básica, bibliotecários, responsáveis por bibliotecas escolares públicas, gestores do sistema de ensino público federal, estadual e municipal, do sistema de ensino privado, pessoas da comunidade em geral e pesquisadores, na área da Diversidade. Entretanto, devido à exigência da SECAD/MEC da inscrição dos candidatos, na Plataforma Freire, portal do Ministério, por meio do seu vínculo institucional com a rede pública de ensino, referendada pelo gestor educacional oficial, a oferta do Curso ficou restrita a professores e demais agentes da educação pública.

A Equipe Executora, contou com a participação de professores conteudistas e também professores formadores, autores da maioria dos capítulos deste livro: Maria Cristina, Maria do Rocio, Laura, Marilene, Bernadete, Maria Clara, Gabriela e Luciana, além de Claudia e Helen. Os professores tiveram o apoio e o acompanhamento da Coordenação do Curso, formada pelas professoras Iara, Eliane e Lizandra que contaram com o suporte de Ariel, Alexandre, Wladimir e Shirley. Credita-se o êxito dos resultados obtidos ao trabalho conjunto da Equipe de coordenação, apoio, professores, tutores presenciais, que atuaram junto aos alunos, nos Polos (Nadir, Teresinha, Adriana, Ana Izabel, Izabel, Janete, Raquel, Valéria, Ximena, Lisiane, Odete, Ionara, Marluza, Ligia, Lidiane, Marta e Tânia) e tutores a distância que acompanharam o professor e os participantes, atendendo os aspectos pedagógicos e tecnológicos (Betina, Camila, Cibele, Cristiane, Fabiana, Filipe, Gabriela, Guilherme, João Vicente, José Roberto, Kathiane, Kátia, Luis Gustavo, Magali, Marco Antonio, Maria José, Ricardo, Roberta, Robson e Rodrigo) e estimulando a interação entre todos os participantes. O Projeto, em sua proposta inicial, pretendia atender um público beneficiário, formado por professores de educação básica, bibliotecários, responsáveis por bibliotecas escolares públicas, gestores do sistema de ensino público federal, estadual e municipal, do sistema de ensino privado, pessoas da comunidade em geral e pesquisadores, na área da Diversidade. Entretanto, devido à exigência da SECAD/MEC da inscrição dos candidatos, na Plataforma Freire, portal do Ministério, por meio do seu vínculo institucional com a rede pública de ensino, referendada pelo gestor educacional oficial, a oferta do Curso ficou restrita a professores e demais agentes da educação pública.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes