A maior rede de estudos do Brasil

pergunta - trabalho ll

CASO CONCRETO Ana Lúcia ingressou na empresa Brasil Serviços Ltda. em 15.04.2009 na função de auxiliar de serviços gerais. As férias do período 2009/2010 foram usufruídas de 01.03.2011 a 30.03.2011. Ocorre que o empregador só efetuou o pagamento destas férias quando do seu retorno ao trabalho em 31.03.2011. Além disso, Ana Lúcia recebeu a título de férias o mesmo valor do salário recebido no mês anterior, sem qualquer acréscimo. Ana Lúcia procurou o escritório de advocacia para saber se foi regular a atitude da empresa e se tem direito a algum valor a título de férias. Qual a orientação você daria para Ana Lúcia? Justifique.

Direito do Trabalho II

Sistema Elite De Ensino


2 resposta(s)

User badge image

Valerio Eduardo Christiani

Há mais de um mês

A atitude do empregador de Ana Lúcia foi irregular.

            O artigo 145 da Consolidação das Leis do Trabalho é claro ao estabelecer: “O pagamento da remuneração das férias e, se for o caso, o do abono referido no art. 143 serão efetuados até 2 (dois) dias antes do início do respectivo período”. Sendo assim, Ana Lúcia deveria ter recebido a sua remuneração das férias dois dias antes do respectivo período.

Além disso, ela deveria ter recebido o adicional de um terço da sua remuneração, conforme previsto no inciso XVII, artigo7º, da Constituição Federal, que diz: “gozo de férias anuais remuneradas com, pelo menos, um terço a mais do que o salário normal”.

CLT - Decreto Lei nº 5.452 de 01 de Maio de 1943

Aprova a Consolidação das Leis do Trabalho.

Art. 145 - O pagamento da remuneração das férias e, se for o caso, o do abono referido no art. 143 serão efetuados até 2 (dois) dias antes do início do respectivo período. (Redação dada pelo Decreto-lei nº 1.535, de 13.4.1977

Parágrafo único - O empregado dará quitação do pagamento, com indicação do início e do termo das férias. (Incluído pelo Decreto-lei nº 1.535, de 13.4.1977 SECÇÃO V

Disposicoes gerais

A atitude do empregador de Ana Lúcia foi irregular.

            O artigo 145 da Consolidação das Leis do Trabalho é claro ao estabelecer: “O pagamento da remuneração das férias e, se for o caso, o do abono referido no art. 143 serão efetuados até 2 (dois) dias antes do início do respectivo período”. Sendo assim, Ana Lúcia deveria ter recebido a sua remuneração das férias dois dias antes do respectivo período.

Além disso, ela deveria ter recebido o adicional de um terço da sua remuneração, conforme previsto no inciso XVII, artigo7º, da Constituição Federal, que diz: “gozo de férias anuais remuneradas com, pelo menos, um terço a mais do que o salário normal”.

CLT - Decreto Lei nº 5.452 de 01 de Maio de 1943

Aprova a Consolidação das Leis do Trabalho.

Art. 145 - O pagamento da remuneração das férias e, se for o caso, o do abono referido no art. 143 serão efetuados até 2 (dois) dias antes do início do respectivo período. (Redação dada pelo Decreto-lei nº 1.535, de 13.4.1977

Parágrafo único - O empregado dará quitação do pagamento, com indicação do início e do termo das férias. (Incluído pelo Decreto-lei nº 1.535, de 13.4.1977 SECÇÃO V

Disposicoes gerais

User badge image

Ramonn Henrique

Há mais de um mês

Ana Lúcia deverá receber em dobro, logo que mesmo ela entrando de férias dentro do limite do período concessivo, o pagmento deve ser feito em até 2 dias antes do início do gozo das férias.  O valor pago está errado, uma vez que ela tem direito a 1/3 além do salário - que tambem deverá ser pago em dobro neste caso.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes