A maior rede de estudos do Brasil

2 – O que mais o(a) psicólogo(a) pode fazer?

PsicologiaUNIP

4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

As funções de um psicólogo dependem da especialidade do psicólogo. Geralmente, os psicólogos realizam avaliações e testes psicológicos para pacientes com diagnóstico. Eles fornecem o que é chamado de "terapia de conversação".

Isso pode ocorrer individualmente ou individualmente ou em grupo. Os psicólogos escolares conduzem principalmente inteligência, aptidão e testes psicológicos. Testes de QI e inventários de personalidade são comumente usados para determinar se existe uma dificuldade de aprendizado ou emocional.

Psicólogos experimentais ou de pesquisa podem conduzir estudos por meio de experimentos de laboratório ou de pesquisas com uma população específica.

Os psicólogos de aconselhamento podem oferecer terapia durante momentos de ajustes nas principais mudanças da vida, como ser demitido, divorciar-se ou perder um ente querido.

As funções de um psicólogo dependem da especialidade do psicólogo. Geralmente, os psicólogos realizam avaliações e testes psicológicos para pacientes com diagnóstico. Eles fornecem o que é chamado de "terapia de conversação".

Isso pode ocorrer individualmente ou individualmente ou em grupo. Os psicólogos escolares conduzem principalmente inteligência, aptidão e testes psicológicos. Testes de QI e inventários de personalidade são comumente usados para determinar se existe uma dificuldade de aprendizado ou emocional.

Psicólogos experimentais ou de pesquisa podem conduzir estudos por meio de experimentos de laboratório ou de pesquisas com uma população específica.

Os psicólogos de aconselhamento podem oferecer terapia durante momentos de ajustes nas principais mudanças da vida, como ser demitido, divorciar-se ou perder um ente querido.

User badge image

Marcos

Há mais de um mês

  • Bom o psicólogo pode atuar em diversas meios, abaixo citei alguns deles. 
  • intervenção clínica: trabalhar em consultórios, em alguma corrente teórica.
  • avaliação psicológica: trabalhar no Detran, para avaliações psicotécnicas de motoristas; fazer testes para quem requer porte de arma; participar dos processos de adoção de crianças e adolescentes.
  • hospital: acompanhar pacientes de hemodiálise ou familiares de pacientes terminais, dar assistência a pais de crianças com deficiência, fazer intervenção em pessoas que passarão por cirurgia bariátrica. É uma área que tem crescido bastante.
  • recursos humanos: fazer recrutamento e seleção de profissionais que trabalharão em uma empresa.
  • escola: participar do processo escolar e trabalhar com dinâmicas de ensino e de aprendizagem; prestar assistência a alunos na instituição de ensino; trabalhar com crianças e jovens que tenham alguma deficiência.
  • neuropsicologia: estudar as relações entre o cérebro e o comportamento humano, atuando com pacientes que tenham sofrido lesões ou malformações. Investigar questões como sexualidade, agressividade e funções cognitivas ou emocionais em geral.
  • emergência: lidar com familiares de vítimas de acidente ou com sobreviventes de desastres, como a queda do avião que transportava a Chapecoense ou o incêndio da boate Kiss, em Santa Maria. É uma área recente.
  • social: trabalhar junto a ONGs, estudando propostas ou compreendendo intervenções sociais.
  • gênero: integrar equipe que se qualifica para trabalhar com combate ao racismo, à homofobia ou à transfobia.
  • autismo: criar e pensar em tratamentos e alternativas para pessoas que tenham transtorno do espectro autista. Área desafiadora e recente na psicologia, diz Delba.
  • esporte: trabalhar com atletas, tanto expoentes quanto de transição, que ainda não são conhecidos na modalidade. Fazer avaliação do perfil do esportista. Área com grande potencial de crescimento, afirma Delba.
  • propaganda: posicionar produtos estrategicamente nas lojas, pensar em formas de abordar o público no marketing. Função exercida tanto por publicitários quanto por psicólogos.
  • treinamento de animais: treinar animais para fazerem propagandas, por exemplo. Não necessariamente precisa ser um psicólogo, mas é uma opção de atuação.
  • acadêmica: qualificar-se para a pesquisa e para a docência.
  • psicologia jurídica: trabalhar em processos de adoção e de tratamento de vítimas de abuso, auxiliar em penitenciárias, recuperar indivíduos infratores.
  • orientação profissional: ajudar jovens a escolher carreira ou auxiliar profissionais que estejam insatisfeitos com o trabalho e desejem mudar de área de atuação. Preparar pessoas para a aposentadoria ou prestar assistência a pessoas com deficiência para conseguirem desenvolver uma carreira.
  • Fonte: https://g1.globo.com/educacao/guia-de-carreiras/noticia/onde-um-psicologo-pode-trabalhar-veja-raio-x-da-profissao.ghtml 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas