A maior rede de estudos do Brasil

A fisiologia do exercício é o estudo das respostas e adaptações fisiológicas

A fisiologia do exercício é o estudo das respostas e adaptações fisiológicas que ocorrem como resultado do exercício praticado de forma aguda ou cronicamente, sendo de extrema importância seu conhecimento pelo profissional fisioterapeuta, principalmente para sua aplicação na reabilitação cardíaca. Considerando as informações apresentadas, assinale a alternativa correta.

(A) O teste ergométrico ou teste de esforço é uma ferramenta invasiva para avaliar a resposta do sistema cardiovascular ao exercício.

(B) Fosfatos armazenados, glicólise oxigênio-independente e metabolismo oxidativo são fontes de energia fornecidas para que ocorra a contração muscular.

(C) O corpo humano possuí 2 (dois) tipos de fibras musculares, as do tipo I (brancas) são de contração rápida, já as do Tipo II (vermelhas) são de contração lenta.

(D) Os limites do sistema cardiopulmonar são classicamente definidos pelo VO2 máximo, expresso pela equação de Fick: VO2máx = FC (frequência cardíaca) / FiO2 (fração inspirada de oxigênio).

(E) As fibras musculares do tipo I chegam à exaustão mais rapidamente que as fibras musculares do tipo II.


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Como já explicitado na questão, a fisiologia do exercício é o estudo das respostas e adaptações dos organismos aos exercícios.

A alternativa (A) indica “o teste ergométrico como uma ferramenta invasiva”. A definição de procedimentos invasivos é de que são aqueles que rompem as barreiras naturais do organismo ou penetra em suas cavidades. Como o teste ergométrico não faz isso, essa alternativa é falsa.

A alternativa (B) indica “fosfatos armazenados, glicólise oxigênio-independente e metabolismo oxidativo como fontes de energia para a contração muscular”. Na contração muscular a energia é proveniente da fosfocreatinina (vinda do ATP, após o mesmo passar por vários processos), o glicogênio (sendo o mecanismo de glicólise que gera a contração), e o metabolismo oxidativo. Assim, essa alternativa está correta.

A alternativa (C) indica “O corpo humano possuí 2 (dois) tipos de fibras musculares, as do tipo I (brancas) são de contração rápida, já as do tipo II (vermelhas) são de contração lenta”. Na verdade, as fibras do tipo I são de contração lenta e são as vermelhas, e as do tipo II são as brancas e de contração rápida. Assim essa alternativa é falsa.

A alternativa (D) indica “Os limites do sistema cardiopulmonar são classicamente definidos pelo VO2 máximo, expresso pela equação de Fick: VO2máx = FC (frequência cardíaca) / FiO2 ”. A equação de Flick na verdade é indicada por VO² max = Q (CaO 2 - CvO2), assim essa alternativa é falsa.

E por último, a alternativa (E) indica “As fibras musculares do tipo I chegam à exaustão mais rapidamente que as fibras musculares do tipo II”. Na verdade, as fibras do tipo I chegam à exaustão mais lentamente que do tipo II, por elas serem as de contração lenta, enquanto as do tipo II são do tipo rápida.

Assim, a alternativa correta é a B.

Como já explicitado na questão, a fisiologia do exercício é o estudo das respostas e adaptações dos organismos aos exercícios.

A alternativa (A) indica “o teste ergométrico como uma ferramenta invasiva”. A definição de procedimentos invasivos é de que são aqueles que rompem as barreiras naturais do organismo ou penetra em suas cavidades. Como o teste ergométrico não faz isso, essa alternativa é falsa.

A alternativa (B) indica “fosfatos armazenados, glicólise oxigênio-independente e metabolismo oxidativo como fontes de energia para a contração muscular”. Na contração muscular a energia é proveniente da fosfocreatinina (vinda do ATP, após o mesmo passar por vários processos), o glicogênio (sendo o mecanismo de glicólise que gera a contração), e o metabolismo oxidativo. Assim, essa alternativa está correta.

A alternativa (C) indica “O corpo humano possuí 2 (dois) tipos de fibras musculares, as do tipo I (brancas) são de contração rápida, já as do tipo II (vermelhas) são de contração lenta”. Na verdade, as fibras do tipo I são de contração lenta e são as vermelhas, e as do tipo II são as brancas e de contração rápida. Assim essa alternativa é falsa.

A alternativa (D) indica “Os limites do sistema cardiopulmonar são classicamente definidos pelo VO2 máximo, expresso pela equação de Fick: VO2máx = FC (frequência cardíaca) / FiO2 ”. A equação de Flick na verdade é indicada por VO² max = Q (CaO 2 - CvO2), assim essa alternativa é falsa.

E por último, a alternativa (E) indica “As fibras musculares do tipo I chegam à exaustão mais rapidamente que as fibras musculares do tipo II”. Na verdade, as fibras do tipo I chegam à exaustão mais lentamente que do tipo II, por elas serem as de contração lenta, enquanto as do tipo II são do tipo rápida.

Assim, a alternativa correta é a B.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas