A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
ISO 17001 - Rafaela Cantuaria

Pré-visualização | Página 1 de 1

Rafaela Torres Bortolin Cantuaria 
 
ISO 17001 
A ISO 17001 é neutra em relação aos padrões de avaliação de conformidade, 
mas ela não é classificada como um documento normativo autônomo para ser 
utilizado propriamente em atividades de avaliação de conformidade. Ela é um 
acessório utilizado no processo de desenvolvimento de padrões ISO, e tem 
como objetivo certificar a melhora rápida das atividades do negócio e preservar 
processos críticos contra os efeitos das principais falhas nos sistemas de 
gestão. 
Em 2001, foi solicitado pelo Conselho da ISSO, que trouxessem elementos 
comuns para aplicação em futuros documentos ISO e então foi aprovado a 
formação de um Grupo de Trabalho para definir elementos das atividades de 
avaliação de conformidade. Esse grupo identificou vários elementos: 
Imparcialidade (Confidencialidade (lSO/PAS 17002); Reclamações e recursos 
(lSO/PAS 17003); Divulgação de informações (lSO/PAS 17004); Sistemas de 
gestão (lSO/PAS 17005). 
A agrupação dos requisitos da ISSO 17001 é feita no modelo a seguir: 
Requisitos gerais; Requisitos estruturais; Recursos necessários; Requisitos do 
process; Requisitos do sistema de gerenciamento. 
A Avaliação da Conformidade é qualquer atividade, com o objetivo de 
determinar, direta ou indiretamente, que um produto, processo, pessoa ou 
serviço atenda aos requisitos técnicos especificados (norma técnica, 
regulamento técnico ou outro documento de referência). Ela é feita através da 
utilização de ferramentas como: inspeção, ensaios, coleta de amostras no 
fornecedor e/ou no comércio e auditorias. Existem três formas usuais para a 
garantia da conformidade. Estas são divididas em 1ª Parte (Declaração de 
conformidade do Fornecedor), 2ª Parte (Qualificação do Fornecedor) e 3ª Parte 
(Certificação). 
Existem 4 itens principais para a realização de atividades de avaliação que são: 
Realização de atividades de avaliação de conformidade de forma objetiva sem 
preconceitos; Identificação de conflitos de interesses existentes e potenciais e 
sua gestão ativa, a fim de garantir objetividade; Independência do organismo 
de avaliação da conformidade, bem como os indivíduos que realizam as 
atividades de avaliação, de qualquer outra organização ou pessoa que tenha 
interesse no resultado das atividades de avaliação da conformidade; 
Conscientização da responsabilidade das pessoas que acompanham a 
realização de atividades de avaliação de conformidade e a tomada de decisões 
de avaliação de conformidade e/ou atestados. 
 
Sem imparcialidade dentro da organização pode gerar erros nas práticas e 
resultados de avaliação de conformidade. Pois isso é importante ser objetivo, 
https://www.iso.org/standard/29318.html
https://www.iso.org/standard/29320.html
https://www.iso.org/standard/29322.html
identificar, evitar, mitigar e gerir conflitos de interesse, e garantir a 
independência, a fim de aumentar a quantidade de confiança, confiança e valor 
que essas vantagens têm no mercado. 
Se não tem imparcialidade neste tipo de avaliação, o negócio pode estar sujeito 
as ameaças apontadas pelo item 5 da norma ISO 17001, como: Interesse 
próprio; Auto avaliação; Advocacia; Sobre familiaridade; Intimidação; 
Competição. 
A avaliação da conformidade é importante para a concorrência justa no 
mercado, estímulo à melhoria contínua da qualidade, proteção ao consumidor, 
incremento às exportações, proteção do mercado interno e agregação de valor 
a marcas de produtos. 
https://www.iso.org/files/live/sites/isoorg/files/archive/pdf/en/building_trust_pt.pdf

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.